Ano 4 – Nº 116 / sexta-feira, 8 de abril de 2016

EDITORIAL

Falta de formação e baixos salários: O que é notícia sobre os professores no Brasil

Nas últimas semanas foram trazidas a público duas importantes pesquisas sobre os professores e a educação no Brasil. A intensidade e a forma como tais pesquisas circularam na imprensa e/ou foram objeto de debates por parte de jornalistas e especialistas expressam bem o que importa noticiar sobre educação e dão um bom exemplo das dificuldades que temos de enfrentar para discutir os problemas estruturais que nos impedem de construir uma escola de qualidade para todos(as) os(as) brasileiros. Leia mais.

NAS ONDAS DA EDUCAÇÃO
No programa Pensar a Educação, Pensar o Brasil do dia 11 de abril, vamos falar do Grupo Vhiver. Há mais de 10 anos a iniciativa acolhe e ampara soropositivos.
Segunda também tem a coluna Educação em Pauta com o professor Luciano Mendes, Pensando Bem com Beatriz Cerqueira, a Agenda da Educação com os principais eventos da Semana e a sessão especial Cinema Falado, com dica de filme e entrevista.
Todas as segundas-feiras, das 20h00 às 22h00, o programa Pensar a Educação Pensar o Brasil vai ao ar pela Rádio UFMG Educativa 104,5FM.

ENTREVISTA
“Escolas +” – Bianka de Andrade
No programa Pensar a educação, Pensar o brasil do dia 04 de abril recebemos a professora Bianka Andrade para falar sobre o projeto Escolas Mais. Nascido em 2015, a iniciativa busca colaborar com professores, alunos e administradores escolares afim de uma educação plena.

CONVITE À LEITURA
Gestão Escolar, Coordenação Pedagógica e Formação Continuada de Professores: O Programa Nacional Escola de Gestores na Universidade Federal de Ouro Preto – Lidia Martins  EXCLUSIVO
Este convite é para a leitura de duas publicações recentes sobre a experiência de implementação do Programa Nacional Escola de Gestores da Educação Básica Pública na Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP).

EDUCAÇÃO EM DEBATE
Interdisciplinar para ser ‘inter’ ou para ser ‘disciplinar’? – Tiago Tristão Artero – EXCLUSIVO
Muito se fala a respeito do formato da escola e do ensino e o que pouco se discute é sobre a essência do ensino. No jargão escutamos “para quê ensinar”, no entanto, as possibilidades referem-se, quase sempre, à concepções acríticas. O que se tem desenvolvido de criticidade voltam-se à sustentabilidade, trânsito, bullyng, dentre outros temas transversais. No entanto, pouco se fala sobre os sistemas que regem a vida dos indivíduos, as relações sociais, as mudanças estruturais necessárias e/ou possíveis em nossa sociedade.

O que pode a educação (democrática) contra um possível “proto-fascismo do século XXI”? – Marcelo Silva de Souza Ribeiro  EXCLUSIVO
Atualmente, nós brasileiros, estamos sendo assolapados por uma série de acontecimentos que, no mínimo, causam perplexidade, temor e tremor. Embora ainda identifique sentido na classificação entre a esquerda e a direita política, os nossos atores nacionais fazem uma lambança. Assim, por exemplo, o PT, que tinha como uma de suas bandeiras a ética, está sendo deveras maculado por causa de inúmeros episódios e denúncias de corrupção.

Posturas intelectuais e a Democracia no Brasil – Marlos Mello – EXCLUSIVO
A defesa da democracia pode ser a garantia legítima para que as pessoas possam continuar se manifestando, se expressando, criticando, protestando, se opondo e, principalmente, desejando participar das decisões para e pelo país.

Quando os corpos são o alvo – Cláudio Márcio Oliveira –  EXCLUSIVO
Os movimentos políticos sempre mobilizaram e demandaram os corpos dos sujeitos: nas marchas, nas vestimentas, no tremular das bandeiras coloridas, nos gritos e palavras de ordem de ambos os grupos de manifestantes. Ainda que hoje muitas vezes certas manifestações tomem um cunho espetacularizado e mesmo caricatural de fazer política, podemos dizer que, em todas elas (mesmo as “virtuais”) os corpos dos manifestantes estão sempre presentes.

“Pela Democracia” – Pensando Bem – Beatriz Cerqueira
Com a agitação no campo político, a Coordenadora Geral do Sind-UTE MG avalia a importância da luta pelo estado democrático de Direito.

“Qualificação dos professores da Educação Básica” – Educação em Pauta –Luciano Mendes de Faria Filho
Na coluna Educação em Pauta, o jornalista Vinicius Luis e o professor Luciano Mendes conversaram sobre a pouca qualificação dos professores da educação básica brasileira e a fqalta de uma carreira atrativa.

A distância que nos falta – Aleluia Heringer Lisboa
Para falar algo como comunicar um nascimento, morte, receber os parabéns de aniversário, havia alguns caminhos. Um deles era o telefone fixo que ficava na sala onde todos escutavam o que você falava. Muitos desses aparelhos tinham um cadeado pequeno e somente o pai ou a mãe, como era na minha casa, sabiam onde ficava a chave. Era preciso autorização e, nem é preciso dizer, dada somente para assuntos de alta relevância.

39ª Nota do Fórum Nacional de Educação – Em Defesa da Educação Pública, da Democracia e do Estado de Direito – FNE
Nota do Fórum Nacional de Educação declara que impeachment sem crime de responsabilidade é golpe e implicará em risco à consagração dos direitos sociais.

Relatório revela privatização da educação pública no País – Jornal da Ciência
Estudo aponta que é cada vez maior a atuação de sistemas privados no ensino fundamental nos municípios brasileiros.

ENTREMEMÓRIAS
O legado do padre Ibiapina nos sertões do nordeste: Da Casa de Caridade do Assú ao Instituto Padre Ibiapina – Gilson Lopes da Silva – EXCLUSIVO
Suas missões mobilizavam as populações através dos rituais religiosos e dos mutirões de trabalho organizados para a execução das construções. Essas ações se caracterizam por uma religiosidade plural, dado que ele socorria os sertanejos através da caridade cristã, ao mesmo tempo em que executava ideais de civismo e produtividade.

PESQUISA EDUCACIONAL
SALES, José Albio Moreira de; FIALHO, Lia Machado Fiuza; LIMA, Maria Socorro Lucena. A história da arte em blogs do Brasil. Atos de Pesquisa em Educação.
Objetiva-se compreender o ensino de Arte em processos de formação artística e estética em blogs brasileiros, desde a identificação dos conteúdos de história da Arte veiculados nesses ambientes virtuais. O escopo desvela quais os blogs nacionais e conteúdos neles inseridos acerca da História da Arte, e, como os conhecimentos disseminados nesse ambiente virtual podem possibilitar aprendizagens no conceito da educação.

CASTIONI, Remi. Formação de pesquisadores em educação no Brasil, o papel das agências e a educação básica. Ensaio: aval.pol.públ.Educ..
Este texto contempla uma discussão sobre o processo de distribuição das Bolsas de Produtividade em Pesquisa do CNPq e se sustenta em uma descrição sobre a evolução dos programas de pós-graduação no país, em particular, na área de educação. Com isso, problematiza a contribuição desses programas para a educação básica e identifica que uma das formas de estimular essa relação é o sistema de Bolsas de Produtividade.

CIÊNCIA E TECNOLOGIA
Os caminhos da Ciência – Yolanda de Freitas Assunção – EXCLUSIVO
Como o caso da Fosfoetalonamina explicita as carências da cultura científica no Brasil e os impactos disso no desenvolvimento de novos medicamentos e tecnologias. 

Ministério cria grupo para avaliar desempenho de políticas públicas em CT&I –Agência Gestão C&T
A Secretaria Executiva do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (Sexec/MCTI) formou uma comissão para avaliar o desempenho, eficiência, eficácia e efetividade das políticas públicas comandadas pela pasta. A presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, Helena Nader, integra a comissão.

Leia mais.

EDUCAÇÃO PELO BRASIL
Ministra Nilma Lino Gomes recebe homenagem na Câmara Municipal de Belo Horizonte – Priscilla Bahiense  EXCLUSIVO
Na última terça feira, dia 5, a Câmara Municipal de Belo Horizonte concedeu à Ministra Nilma Lino Gomes o título da Honra ao Mérito.  O autor da iniciativa, o Vereador Arnaldo Godoy, acredita que a homenagem consagra o que a ministra simboliza: um país democrático, com políticas de afirmação de gênero, de igualdade racial e de inclusão. Segundo o Vereador, a trajetória da Ministra foi um dos motivos para a entrega do diploma de Honra ao Mérito.

Senado aprova dança, artes visuais e teatro no currículo do ensino básico – Portal G1
A medida, que altera a Lei de Diretrizes e Base da Educação Nacional, já havia sido aprovada pela Câmara dos Deputados e segue agora para sanção presidencial.

Leia mais.

AMÉRICA LATINA
Sin clases en escuelas públicas y privadas (Página 12, Argentina)
A nueve años del asesinato de Carlos Fuentealba, los docentes estatales y privados de todo el país realizan hoy un paro de 24 horas, para reclamar contra el cierre de la causa judicial. “No se puede pretender una sociedad democrática si no hay justicia frente al asesinato de un maestro”, advirtió la titular de Ctera, Sonia Alesso. La huelga también apunta a que continúan abiertos conflictos docentes en varias provincias –por lo que los gremios piden a la Nación que intervenga– y a rechazar los despidos en programas socioeducativos como el plan Conectar Igualdad, las orquestas juveniles y el plan Fines, de terminalidad de la escuela primaria y secundaria.

Leia mais.

PENSAR INDICA
Universidade Aberta e Integrada de Minas Gerais (UAITEC) está com as inscrições abertas para 6 cursos profissionalizantes e 2 de idiomas, do dia 4 até 29 de abril. Apesar do sistema da Rede UAITEC ser focada em transmissões por videoconferência, as aulas serão ministradas na modalidade semipresencial: online e encontros nas unidades, com auxílio de tutores. O material didático com conteúdo específico será distribuído no começo das aulas, em maio. Os interessados devem se inscrever pelo site da UAITEC no endereço uaitec.mg.gov.br. A carga horária final é de 160 horas e todos os cursos são gratuitos. Acesse o site e saiba mais.

INDICAÇÃO DO LEITOR
Instituto de Estudos Avançados Transdisciplinares – IEAT/UFMG –Grande Conferência: Regulação transnacional e mútua-vigilância no governo da Educação, Professor Luis Miguel/Universidade de Lisboa‏ 

Participe do nosso jornal enviando sua indicação para o e-mail:

OPINIÃO DO LEITOR
Antonio Julio em 01/04/2014 (EDITORIAL – Nº 115 – 1º/04/2016 – Os cientistas e a política)
Que decepção. Pensei que os cientistas iriam se posicionar politicamente em relação a situação caótica das universidades.

Paco Soares em 03/04/2016 (EDUCAÇÃO EM DEBATE – Edição 115 – 1º/04/2016 – O que a educação infantil tem a ver com a democracia? O que a educação infantil tem a ver com partidos de esquerda no Brasil?/Otávio Henrique Ferreira da Silva)
Brilhante Otávio.
É preciso colocar os pingos nos ís…
Podemos discordar muito do PT, de suas práticas e de suas políticas, mas temos que defender muito as políticas públicas conquistadas, implementadas e efetivadas durante os governos do PT.
Dentre essas políticas encontram-se a construção de uma Política Nacional para a Educação Infantil liderada por Rita Coelho no âmbito da Coordenação Nacional para a Educação Infantil – a COEDI.
Os esquerdistas que se esquecem disso estão dando um tiro no próprio pé.
Abç.

Participe do nosso jornal enviando sua opinião ou comentário para o e-mail:

TIRINHA

Por Armandinho

É permitida a reprodução dos textos exclusivos, desde que seja citada a fonte.

O conteúdo dos textos publicados pelo Pensar a Educação em Pauta é de inteira responsabilidade de seus respectivos autores e não expressa necessariamente as opiniões de seus editores.

Projeto Pensar a Educação, Pensar o Brasil 1822/2022

Coordenação Geral – Luciano Mendes de Faria Filho e Tarcísio Mauro Vago

Pensar a Educação em Pauta
Coordenação Geral – Priscilla Bahiense e Luciano Mendes
Coordenação de Pesquisa e Diagramação: Sandra Ribas

Av. Antônio Carlos, 6627 – Belo Horizonte – MG – CEP: 31270-901
E-mail:  – Telefone: (31) 3409-6167

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *