Ano 3 – nº 107 / sexta-feira, 27 de novembro de 2015

EDITORIAL

Desprofissionalização da gestão da educação:

quem ganha com isso?

Desde o século XVIII, pelo menos, a escola é investida de um grande poder político. Seja para fazer a revolução, seja para evitá-la, a escola vem sendo mobilizada pelos Estados Nacionais como uma importante estratégia de governo da população e de formação política dos cidadãos nos mais diversos regimes políticos conhecidos na modernidade. Leia mais.

NAS ONDAS DA EDUCAÇÃO 

No dia 30 de novembro, o programa Pensar a Educação Pensar o Brasil encerra a serie de entrevistas dedicada ao mês da Consciência Negra. Vamos conversar com a autora e cordelista, Jarid Arraes. Ela é autora do livro “As Lendas de Dandara” e escreveu vários cordéis sobre importantes mulheres negras na história e questões de gênero.

Segunda-feira também temos a Agenda da Educação com eventos acadêmicos e culturais, o quadro Jovem Protagonista e a sessão especial Educação e Literatura com o professor Marcus Taborda sobre o livro Cartas perto do Coração de Clarice Lispector e Fernando Sabino.

Todas as segundas-feiras, das 20h00 às 22h00, o programa Pensar a Educação Pensar o Brasil vai ao ar pela Rádio UFMG Educativa 104,5FM.

ENTREVISTA     

Esta semana, devido a uma queda de luz no Campus Pampulha onde fica os estúdios da Radio UFMG Educativa, o programa Pensar a Educação Pensar o Brasil não foi ao ar.

CONVITE À LEITURA    

O branqueamento no magistério no Brasil República – Arthur Leonardo Lemos de Carvalho – EXCLUSIVO

Tive uma sensação curiosa e interessante ao ler a obra de Maria Lúcia Rodrigues Muller, pois além do trabalho investigativo e minucioso nos acervos documentais, fotografias da época e periódicos, obtidos em arquivos públicos, ela faz um mergulho no universo da identidade individual e coletiva de professoras e professores, tornando assim, quase um retrato panorâmico de uma época.

EDUCAÇÃO EM DEBATE

LDB – avançada demais para as nossas escolas! 10 questionamentos urgentes!– Tiago Tristão Artero – EXCLUSIVO

Os problemas encontrados no contexto escolar público e privado podem não ser consequências da LDB, mas de um pensamento atrasado que flui entre as mais diferentes camadas sociais.

A cor da educação – Educação em Pauta – Marcus Taborda

Mais da metade dos jovens negros estão no ensino médio segundo levantamento feito pelo Instituto Unibanco com base nos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad). Os números mostrarem evolução no quadro, contudo a situação ainda é preocupante. Na coluna Educação em pauta o professor Marcus Taborda conversou com o jornalista Vinicius Luiz sobre os dados.

Ocupação de escolas em São Paulo recebe apoio de associações diversas; confira depoimentos de anpedianos – Anped

Para Juarez Dayrell (FAE-UFMG), do Observatório da Juventude da UFMG, “ao protagonizarem este movimento, os jovens estão nos dizendo que querem ser escutados não só agora, mas também depois, se colocando como interlocutores válidos em qualquer proposta de mudança na escola. 

Iniciativas para a Universidade do futuro – Jornal da Ciência

A greve nas instituições federais de ensino superior, que durou 139 dias, provocou um debate nacional sobre a situação da universidade brasileira.

Leia mais.

ENTREMEMÓRIAS

“Memoria de si”: professor Jerônimo Arantes, “Jerominho” – Letycia Silva e Luz EXCLUSIVO

Nascido no dia 23/07/1892 na cidade de Monte Alegre/MG, Jerônimo Arantes, apelidado por “Jerominho”, mudou-se para a cidade de Uberabinha em 1918, Uberlândia depois de 1929.

PESQUISA EDUCACIONAL

LIMA, Francisco Renato; CARVALHO, Maria Angélica Freire de. O cinema e o letramento crítico em sala de aula: o filme Central do Brasil como proposta de reflexão sobre o tema alfabetizaçãoEducação, Cultura e Sociedade, Sinop, v.5, n2, p.167-181, jul.-dez. 2015. 

Neste estudo apresenta-se uma reflexão que realça o cinema como aliado no desenvolvimento do letramento crítico do aluno, tomando como ilustração o filme Central do Brasil, identificando diálogos nos quais se depreende um processo de alfabetização. 

Pesquisa concluída – Perfil profissional docente no Brasil: metodologias e categorias de pesquisas – Reinaldo Matias Fleuri

O estudo compara e analisa as pesquisas sobre o perfil dos docentes de educação básica no Brasil, realizadas na última década (2004-2014), e formula críticas e sugestões para o desenvolvimento de instrumentos de pesquisa sobre o tema. 

CIÊNCIA E TECNOLOGIA

‘Cidadão desconhece importância da ciência para o país’, diz presidente da Fapemig – Hoje em Dia

A ciência trabalha com a natureza e com as pessoas. Ela tem tudo a ver com o dia a dia do cidadão, que vai viver melhor na medida em que fizer mais uso da ciência e da tecnologia.

Evaldo Vilela fala sobre o Inova Minas FAPEMIG – FAPEMIG
O Inova Minas FAPEMIG visa sistematizar e dar visibilidade à informação científica decodificada. É preciso motivar os pesquisadores para o trabalho de levar a informação científica, o conhecimento novo, para o quadro de percepção da sociedade.

Leia mais.

EDUCAÇÃO PELO BRASIL

Pensar a Educação Pensar o Brasil e Sind-UTE MG firmam parceria – EXCLUSIVO

Na última quinta feira (26), o Programa Pensar a Educação Pensar o Brasil oficializou parceria com o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG).   

Justiça determina reintegração de posse de 17 escolas no interior paulista – Portal EBC Agência Brasil

A Justiça paulista concedeu liminar que determina a reintegração de posse de 17 escolas no município de Sorocaba. As unidades de ensino foram ocupadas por estudantes que protestam contra a reorganização escolar que levará ao fechamento de 93 escolas no estado e à divisão dos anos iniciais e finais dos ensinos fundamental e médio em três grupos, conforme o ciclo escolar.

Leia mais.

AMÉRICA LATINA

“Nos preocupa el futuro de la ciencia” (Página 12, Argentina)
Desde la cordillera mendocina, el investigador del Conicet Ricardo Villalba estudia el cambio climático y produce avances que valora el mundo entero: el trabajo que realizó dentro del Grupo Intergubernamental de Expertos sobre el Cambio Climático le valió el Premio Nobel de la Paz. 

Leia mais.

PENSAR INDICA

Revista Minas Faz Ciência  do mês de novembro é totalmente dedicada às crianças. Na edição especial “elaborada por um montão de gente também apaixonada por ciência”, a Revista dialoga diretamente com as crianças, explorando sua curiosidade e propondo muitos questionamentos. Você pode acessar a revista em versão digital ou pedir a versão impressa (revista@fapemig.br). Apesar de dedicada aos pequenos, a revista é, também, de encher os olhos dos adultos! 

INDICAÇÃO DO LEITOR

Boletim da UFMG – Exposição Drummond: alquimia poética

Participe do nosso boletim enviando sua indicação para o e-mail 

OPINIÃO DO LEITOR

Bernardo J Oliveira em 21/11/2015 (EDITORIAL – Edição 106 – 20/11/2015 –Base Nacional Comum Curricular: nó górdio da educação brasileira?)

Denúncias não são apenas informações novas, mas o redirecionamento do foco de nossas atenções: quais serão as implicações do que está sendo colocado? . O editorial da semana passada -“Expansão do Ensino Superior Público” procurava desobstruir a discussão mostrando alguns tabus que funcionam como obstáculos para a discussão. Ousado, o editorial mostrava que nossos modelos não dão conta de resolver nossos problemas. E nos convidava a desobstruir a discussão para avançar na compreensão e buscar saídas. Mas os tabus são mantidos também por que acabamos repercutindo e propagando o que está pautado na mídia e nas redes sociais. A pauta agora é currículo básico? Lá vamos nós. O tema é sem dúvida super importante e o debate é rico. Mas sem deixar de aprofundar o debate, e de nos municiar com boas análises – esse boletim do Pensar nos evita redimensioná-lo. Com uma mirada histórica, nos lembra que nossa atenção tem uma longa tradição, e que talvez que a reforma dos conteúdos curriculares seja sempre recolocada por ser a menos custosa. Em termos práticos isso é uma vantagem indiscutível. Mas, por outro, reforça a nossa desatenção com outros aspectos mais custosos.

Isabel de Oliveira em 21/11/2015 (SEÇÃO ESPECIAL – Edição 106 – 20/11/2015 – Na Educação Infantil a Base Nacional Curricular poderá ser um ganho/Ademilson de Sousa Soares)

Importante reflexão, respondendo à necessidade de ampliarmos os debates para outros grupos que não apenas quem atua e milita na e pela Educação Infantil.

Vânia Noronha em 20/11/2015 (ENTREMEMÓRIAS – Edição 106 – 20/11/2015 – Tributo à profa. Dra. Maria do Carmo Xavier/Luciano Mendes de Faria Filho)

Bela e merecida homenagem Luciano, Carminha era tudo isso!!! Continuemos em luta, por ela, por nós! Abraço fraterno

Bruno Duarte em 23/11/2015 (SEÇÃO ESPECIAL – Edição 106 – 20/11/2015 – Relato sobre a Jornada de História da Anpuh Rio para discussão da BNCC/Diretoria da ANPUH-RJ)

Muito interessante esse relato sobre as discussões e encaminhamentos realizados a respeito da discussão sobre a proposta da BNCC de História.

Leia mais.

Participe do nosso boletim enviando sua opinião ou comentário para o e-mail 

TIRINHA

Por Carol Rossetti

É permitida a reprodução dos textos exclusivos, desde que seja citada a fonte.

O conteúdo dos textos publicados pelo Pensar a Educação em Pauta é de inteira responsabilidade de seus respectivos autores e não expressa necessariamente as opiniões de seus editores.

Projeto Pensar a Educação, Pensar o Brasil 1822/2022
Coordenação Geral – Luciano Mendes de Faria Filho e Tarcísio Mauro Vago

Pensar a Educação em Pauta
Coordenação Geral – Priscilla Bahiense e Luciano Mendes
Coordenação de Pesquisa e Diagramação: Sandra Ribas

Av. Antônio Carlos, 6627 – Belo Horizonte – MG – CEP: 31270-901
E-mail:  – Telefone: (31) 3409-5313

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *