A hora do Ensino Médio, mais uma vez!

[Editorial do Jornal Pensar a Educação em Pauta n. 132[]

Virou lugar comum entre os políticos, profissionais da imprensa, ativistas, pesquisadores e movimentos sociais que lidam com a educação, a afirmação de que o Ensino Médio, quando comparado com o Ensino Fundamental e o Ensino Superior, é o nível de mais difícil definição quanto à sua estrutura e suas finalidades. Essa é, na verdade, uma forma de escamotear as grandes disputas e jogos de interesses presentes nessa discussão.

Se, por um lado, o Ensino Médio é o coroamento da Educação Básica e, por suposto, da formação considerada básica para os cidadãos brasileiros se inserirem, com certa autonomia, nas várias dimensões da vida social, por outro lado, ele é também lugar e momento de preparação para a continuidade de estudos. E tudo isso está explícito na legislação que rege a matéria, seja na Constituição da República seja na LDB. Onde então, estaria a controvérsia?

Continue lendo aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *