Menu

Imagem Atual

Carlos Henrique Tretel

Bom, ai que bom é ter vocês
E cada vez que eu volto é pra dizer
Que sem ter vocês
Sem ter vocês
Não sou ninguém

Canta, que a vida passa
E se ela passa
Melhor cantar

É de vocês o meu cantar
É só pra vocês nosso cantar

Enquanto a nossa meta não for atingida
Continuamos gritando o nosso canto
Enquanto nossa música não voltar ao
que é
Nós lutamos, faz escuro mas nós
cantamos

O amanhã tá breve
Vamos cantar logo, logo o que é nosso
Porque mais que nunca
É preciso cantar o que é nosso

  (Imagem   https://www.vagalume.com.br/elisregina/iagem.html

Composição de Luiz Eça e Aloysio de Oliveira)

Fernanda Aparecida Oliveira Silva, Fernando Henrique dos Santos e car@s leitor@s, hoje é dia em que passo para desejar a tod@s Boas Festas. Que em 2017, enquanto a nossa meta não for atingida, PNE PRÁ VALER, continuemos gritando o nosso canto.  

Estudamos em 2016 por diversos ângulos, ainda que certamente alguns tenham nos escapado, a atuação de Ministérios e Tribunais de Contas, do MEC e Secretarias de Educação, de Comissões de Educação e até de outras instâncias/órgãos implicados com o sucesso de nossos planos de educação.  

Você nos desafia, Fernando, a que apoiemos a criação e manutenção de Conselhos e Fóruns de Educação. E isso é necessário mesmo. Alguns territórios já constituíram seus fóruns de educação mas a imensa maioria dos estados e municípios não conta com fóruns de educação atuantes, assim considerados por mim para os fins desta análise aqueles que divulgam regularmente seus trabalhos através de sites, atestados, poderíamos assim dizer, de existência.  

Para que tenhamos uma ideia, aproximemos nosso olhar do site do FNE. Para além do fato de não ser alimentado com notícias próprias há meses, mal sinal de todo modo, ainda nos é útil com o acesso que propicia, entre outros, ao site   do  Fórum Estadual de Educação  (FEE) de Mato Grosso, um dos poucos que conheço (vocês conhecem mais algum?)  a serviço da congregação d@s que acreditam em nosso PNE PRÁ VALER. Vale a pena acessá-lo http://fne.mec.gov.br/mt .  Já os FEE-MG e FEE-SP ainda não conseguem colocar no ar seus sites. Ou não se importam com isso? 

Complicado assim… em nossa região sudeste…  

Por seu turno, Fernanda,  você nos provoca sobre a tocante, inquietante mesmo, questão da formação dos professores. Em MG e SP, até em razão da inexistência desses sites a que me refiro, ficamos tal baratas tontas quando queremos saber o que pensam e  fazem as instâncias implicadas com o cumprimento (também) dessa importantíssima meta. A página online do FEE-MT, por seu turno, divulga convite aos que queiram se inscrever em congresso que discutirá a formação e o desenvolvimento profissional de professores. 

E mais. A quem queira conhecer o plano estratégico para elevar índices da educação de Mato Grosso elaborado a partir de Termo de Cooperação firmado com o Tribunal de Contas, dá também a conhecer. Os planos municipais? Também estão por lá  disponíveis. Tudo sobre tudo em um local só. Sem matérias e materiais dispersos.  

Simples assim … em Mato Grosso… 

Soltemos nossa voz em 2017, pois, para induzir a multiplicação de mais sites mobilizadores de fóruns de educação. Até a revitalização do próprio site do FNE. Porque mais que nunca é preciso cantar o que é nosso: PNE PRÁ VALER!  

Faz escuro mas nós cantamos.  

Boas Festas!