Educação em debate, edição 256

Problematizações curriculares III – protagonismo juvenil – Roberto Rafael Dias da Silva – EXCLUSIVO
Antes disso, reivindicamos uma retomada do potencial político da noção de protagonismo juvenil.

Universidade, Ciência e Barbárie – Um pouco de autocrítica – Alexandre Fernandez Vaz – EXCLUSIVO
Fico pensando o quanto nós, protegidos pelos muros da institucionalidade acadêmica, de fato valorizamos a ciência e, mais que isso, operamos com ela no espírito público que seria necessário.

Distúrbios sexuais na capital federal – “Tudo pequeno aí?” – Joaquim Ramos – EXCLUSIVO
Depreendi de minha pesquisa que em nenhum outro momento da nossa história, a sexualidade de homens e mulheres brasileiros serviu para escamotear de modo tão grosseiro os assuntos mais sérios da nação.

A Arte e a Educação: inimigas do governo – Tiago Tristão Artero – EXCLUSIVO
Quem define o que é “certo” na Arte? Quem aponta o que, supostamente, é errado na Arte, por certo, não pretende se beneficiar ao indicar o que pode ou não nas mais diversas manifestações artísticas?

Educação em movimentos, projetos e rankings: FaE e UFMG em primeiro lugar – Eugênio Magno – EXCLUSIVO
Dizer o óbvio é relativamente fácil. Entretanto, a afirmação de obviedades baseada em ações concretas é outro papo.

Nota de alunos(as) e ex-alunos(as)do Colégio Loyola sobre criticas feitas à professora de português
Nós, enquanto alunos e antigos alunos do Colégio Loyola, ressaltamos o nosso compromisso com a pluralidade de ensino, com a autonomia dos professores e com a defesa da liberdade de expressão.

Nota de repúdio Escola sem partido – REDE ESTRADO
Como educadores, nos recusamos a aceitar mordaças nas escolas e defendemos a escola democrática, laica, gratuita e de qualidade para todos.

Professora defende retomar parecer de diretrizes curriculares de 2015 – Trem das Letras
Helena de Freitas, uma das vozes mais fortes da Anfope, avalia que atual parecer das DCNs da formação docente caminha na direção da restrição da autonomia do professor.

 Programa Future-se – Uma proposta nebulosa para o futuro das universidades federais – Ricardo Bomfim Machado, Ludmilla Moura de Souza Aguiar e Mercedes Bustamante, subscrito pela Coalizão Ciência e Sociedade (via Jornal da Ciência)
As manifestações das universidades indicam uma baixa, se alguma, aceitação da proposta do MEC. A maioria delas acredita que antes do Future-se deveria vir o Presente-se para resolver a crise atual das universidades públicas.

Mais aprendizagem e menos desigualdade – Antônio Goes (via O Globo)
Análise feita por Erica Castilho Rodrigues (UFOP), José Francisco Soares (UFMG) e Mauricio Ernica (Unicamp) considera o desempenho escolar de alunos e suas condições socioeconômicas.

Mais uma reforma “milagrosa” se desfaz: New Orleans – Avaliação Educacional
Os reformadores empresariais de Nova Orleans têm feito uma incessante propaganda sobre os “resultados positivos” da privatização, os quais não correspondem à realidade.

A luta dos professores – Denise Romano
Na coluna desta semana a coordenadora do SindiUTE-Minas, Denise Romano, fala sobre a necessidade de mobilização da categoria para que o governador pague o Piso Salarial Profissional.

Guedes monta armadilha para tirar a escola pública dos pobres; saiba como – Ergon Cugler (via Vi o Mundo)
Em meio à tramitação da Reforma da Previdência e do debate da Reforma Tributária, o prazo para rediscussão do Fundeb se acirra, quando nem mesmo as metas estabelecidas pelo PNE estão sendo cumpridas em sua totalidade e a desvinculação do orçamento da União para a educação é anunciada aos quatro ventos por Guedes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *