Ano 5 – Nº 164 / quarta-feira, 14 de junho de 2017

EDITORIAL

A autoria das professoras

No mundo da escola básica, circulam muitos autores e autoras. São encontrados, sobretudo, nos livros, mas, cada vez mais, não apenas. Professoras e alunos(as) lidam no cotidiano das salas de aula, bibliotecas, videotecas e de outros espaços pedagógicos, com dezenas, às vezes centenas, de obras autorais que lhes abrem (ou fecham!) caminhos, sendas e veredas, para lembrar um dos nossos autores maiores. Leia mais.

NAS ONDAS DA EDUCAÇÃO

No Programa de Rádio Pensar a Educação, Pensar o Brasil do dia 19 de junho, vamos receber a professora Silvania Nascimento, da Diretoria de Divulgação Científica da UFMG, para falar sobre a SBPC Jovem, parte da programação da 69ª Reunião Anual da SBPC destinada a estudantes do Ensino Básico. 

Segunda também tem a Agenda da Educação, as colunas Educação em Pauta e Pensando Bem e a Sessão Especial Jovem Protagonista.

Todas as segundas-feiras, das 20h00 às 22h00, o programa Pensar a Educação, Pensar o Brasil vai ao ar pela Rádio UFMG Educativa 104,5 FM

ENTREVISTA

SBPC Educação 2017 – Professora Maria Isabel Antunes 

No Programa de Rádio Pensar a Educação, Pensar o Brasil do dia 12 de junho, realizamos a segunda entrevista da série de conversas sobre a 69ª Reunião da SBPC. Nós recebemos a professora Maria Isabel Antunes, uma das representantes da SBPC Educação.  

CONVITE À LEITURA

História, Educação e Resistência: a USP nos anos iniciais da Ditadura Militar – Thiago Henrique Sampaio

Marcha contra o saber, título mais eloquente não poderia ser dado para uma obra cujo foco é entender os impactos causados pelo regime militar no sistema universitário brasileiro.

EDUCAÇÃO EM DEBATE

A Universidade no cenário brasileiro atual  Entrevista com Roberto Leher (UFRJ) – EXCLUSIVO

Em entrevista concedida ao Pensar a Educação, Pensar o Brasil, o reitor da UFRJ fala do papel na universidade na crise que o Brasil enfrenta.

Biodiversidade e Humanidade nos caminhos de BH – Vagner Luciano de Andrade – EXCLUSIVO

A educação visa inserir o homem no espaço que ele próprio ajudará a moldar através de sua história, crítica, reflexão e ação.

Tortura não é justiça – Roberta Poltronieri  – EXCLUSIVO

O cuidado que podemos ter nestes momentos é não nos curvar rapidamente a ideias intolerantes, rápidas e compartilhadas a todo momento pelas redes sociais 

Para quê serve um conselho municipal de educação? – Dalvit Greiner EXCLUSIVO

Chegamos a mais uma eleição para conselheiros. A cidade possui vários conselhos, mas o que nos interessa aqui, neste momento é o Conselho Municipal de Educação. A notícia não chegou às escolas com a importância que deveria.

Lição das crianças: não ser ingênuo, mas não perder a inocência – Marcelo Silva de Souza Ribeiro – EXCLUSIVO

Sob certos aspectos a criança apresenta sensibilidade, sagacidade e poder criativo superior ao modo dos adultos serem. 

Recolhimento de livros pelo MEC – Educação em Pauta – Marcus Taborda 

O MEC mandou recolher os 93 mil exemplares do livro “Enquanto o sono não vem” distribuídos para alunos de primeiro, segundo e terceiro anos do ensino fundamental das escolas públicas. A decisão é respaldada em parecer técnico da Secretaria de Educação Básica, que considera a obra não adequada para as crianças de sete a oito anos, pela abordagem do tema incesto. Em conversa com o jornalista Vinicius Luiz, o professor Marcus Taborda comenta o assunto. A coluna Educação em Pauta é produzida pelo Núcleo de Jornalismo da Rádio UFMG Educativa

Um ano de governo Temer – Pensando Bem – Beatriz Cerqueira (Sind-UTE/MG) 

Na coluna dessa semana, a coordenadora geral do Sind-UTE, Beatriz Cerqueira, comenta os caminhos do Brasil desde que Michel Temer assumiu a presidência.

Leia mais.

PLANOS DE VISTA

Viva o Fórum Nacional Popular de Educação! – Carlos Henrique Tretel EXCLUSIVO

“Não aceitamos um Fórum Nacional de Educação definido e controlado pelo MEC” é o manifesto que foi entregue a deputados e senadores das Comissões de Educação de ambas as Casas Legislativas na semana passada.

PESQUISA EDUCACIONAL

CRUZ, Rosana Evangelista – Financiamento federal para a educação básica pública: relações entre MEC e FNDE na gestão da política educacional – Revista Textura-ULBRA

O artigo problematiza a relação estabelecida entre o Ministério da Educação (MEC) e o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) no processo de elaboração e implementação de políticas educacionais. A dinâmica de relação entre MEC e FNDE envolve relações de poder e processos de negociação que influenciam na eficácia e na efetividade de ações federais voltadas à educação básica ofertadas por estados e municípios.

CIÊNCIA E TECNOLOGIA

“A tendência é o crescimento da participação da química no PIB global. Não tem como ficar de fora”, ressalta pesquisador – Jornal da Ciência 

O setor ainda não é tão inovador quanto poderia no País,  conforme comentou Fernando Figueiredo, presidente da Abiquim. 

Leia mais.

EDUCAÇÃO PELO BRASIL

O produtivismo acadêmico e o adoecimento dos servidores – Maria Gabriela Lara – EXCLUSIVO

É preciso desnaturalizar o stress e o desconforto como condições de trabalho e responsabilizar a Academia pela culpa que lhe cabe. Até que ponto vamos relevar as causas do adoecimento mental de nossos servidores?

É fundamental trazer a política para dentro das salas de aula – Carta Educação 

Jogo da Política permite simular a atuação de um juiz, prefeito ou deputado; a metodologia apoia o debate político em sala de aula.

Leia mais.

AMÉRICA LATINA

Mineducación pide mediador para levantar el paro de los maestros – El Colombiano, Colombia

Este martes se iniciaron los trámites para que el Ministerio de Trabajo nombre, a la mayor brevedad posible, un mediador en las conversaciones entre el Ministerio de Educación y Fecode.

Leia mais.

PENSAR INDICA

Fórum Mineiro de Educação Infantil (FMEI) foi criado em 1998 por setores da sociedade civil, organismos governamentais e não governamentais, conselhos e outros agentes sociais que reconheceram a importância de se constituir um espaço de mobilização, de veiculação de informações e de reivindicações no qual pudessem protagonizar políticas comprometidas com a infância e seu direito à educação de qualidade. São três frentes de ação: Mobilização, Informação e Formação.

INDICAÇÃO DO LEITOR

Sandra Ribas – 6º colóquio sobre relações entre linguagem e poder no ambiente educacional na Faculdade de Educação (FaE) UFMG nos dia 30, 31 de julho e 1º de agosto. 

Participe do nosso jornal enviando sua indicação para o e-mail:

OPINIÃO DO LEITOR

Daniel Borges Rodrigues da Silva – em 10/06/2017 (EDUCAÇÃO EM DEBATE– Edição 163 – 09/06/2017 –  Dividir: um valor necessário para a vida em sociedade)

Bela percepção professor, contextualizar as relações humanas, a formação do individuo e questionar as ações do educador em suas práticas educativas, mostra como o trabalho do educador não se limita a uma sala de aula… 

Marília Arreguy – em 12/06/2017 (EDUCAÇÃO EM DEBATE– Edição 163 – 09/06/2017 –  Pais não têm o hábito de conversar com as escolas)

Uma sociedade fundada na corrupção e na divisão de classes, como é o Brasil, dificilmente sai do imbróglio da violência. Pior: enquanto houver a divisão entre ensino público e ensino privado, teremos essa violência de base, mais que simbólica, objetiva e real, que escalona a todos. Acrescentou-se a esse “evento” colonial compulsivo em nossa cultura, o neoliberalismo de consumo e espetáculo, a sociedade narcísica e individualista… No lugar da mediação de pais e mestres pela via da palavra afetivamente endereçada, temos a imediação via telas: TV, smartphone, computador… A educação fria e calculista de uma sociedade praticamente sem vínculo entre pais e filhos, professores e estudantes, menos ainda entre professores, educadores e famílias… Não há como falar em “limites”, que deveriam ser co-construídos. O que temos, enquanto povo, sociedade, cultura e pessoas são limitações. Enfim, faltam limites, sobram limitações…

Participe do nosso jornal enviando sua opinião ou comentário para o e-mail:

TIRINHA

Armandinho

É permitida a reprodução dos textos exclusivos, desde que seja citada a fonte.

O conteúdo dos textos publicados pelo Pensar a Educação em Pauta é de inteira responsabilidade de seus respectivos autores e não expressa necessariamente as opiniões de seus editores.

Projeto Pensar a Educação, Pensar o Brasil 1822/2022

Coordenação Geral – Luciano Mendes de Faria Filho e Tarcísio Mauro Vago

Pensar a Educação em Pauta
Coordenação Geral – Priscilla Bahiense e Luciano Mendes
Coordenação de Pesquisa e Diagramação: Sandra Ribas

Av. Antônio Carlos, 6627 – Belo Horizonte – MG – CEP: 31270-901
E-mail: jornalpepb@gmail.com – Telefone: (31) 3409-5355

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *