Menu

Ano 4 – Nº 143 / sexta-feira, 04 de novembro de 2016

EDITORIAL

A educação em tempos sombrios

Temos acompanhando com interesse e grande preocupação os investimentos do governo Temer e de seus aliados nos órgãos de governo das três esferas administrativas (Federal, Estaduais e Municipais) e na sociedade civil, contra a educação pública. Conforme já salientamos, esse ataque à escola pública é, na verdade, a outra face do Golpe de Estado que ora se consolida no país.Continue lendo.

NAS ONDAS DA EDUCAÇÃO

Fique atento às atrações do programa de rádio “Pensar a Educação, Pensar o Brasil” do dia 07 de novembro de 2016.

Na próxima segunda iremos conversar sobre o Instituto Federal de Minas Gerais, em Ribeirão das Neves. Educadores da instituição irão falar sobre o valor da instituição no município e dos efeitos da reordenação do Ensino Médio e da crise econômica e política atual no instituto.

Segunda também tem Educação em Pauta com o professor Luciano Mendes, a Agenda da Educação, a coluna Pensando Bem e a Sessão Especial Belim Beleza com Libéria Neves.

Todas as segundas-feiras, das 20h00 às 22h00, o programa Pensar a Educação, Pensar o Brasil vai ao ar pela Rádio UFMG Educativa 104,5 FM. Você também pode conferir os últimos programas aqui.

ENTREVISTA

Série Cidades: O que vemos – Nilo Zack

Encerrando a série de entrevistas sobre a cidade, o programa de rádio Pensar a Educação, Pensar o Brasil recebeu, no dia 31 de outubro, o artista visual Nilo Zack. O artista que está presente em muros e galerias de Belo Horizonte conversou com a equipe sobre a ocupação visual da cidade, o grafite, o pixo e as artes plásticas.

CONVITE À LEITURA

O ensino de História de Educação na Escola Normal. Entre o prescrito e a realidade escolar – Antón Costa Rico

El presente estudio, situado, pues, en el campo de la historia currícular, que se concentra en una concreta geografía brasileña (que podemos observar en sus segunda y tercera parte) contiene igualmente una primera parte que nos traslada a un debate más general: «Los inicios de la institucionalización y las prescripciones para la enseñanza de la Hª de la Educación».

EDUCAÇÃO EM DEBATE

Blog Pensar a Educação

Em mais uma semana em que muito se discute as medidas de cortes adotadas pelo Governo Federal, o Blog do Pensar continua a compartilhar debates e opiniões sobre o assunto. Exemplo disso é o texto da professora da UFMG, Renata Aspis, sobre minorias, territórios e a forma como as ocupações são determinantes neste momento. O Blog divulgou, ainda, uma nota elaborada pelo Observatório da Juventude da UFMG em apoio aos estudantes do Colégio Estadual Central e das ocupações das escolas mineiras. E para encerrar, o professor Luciano Mendes de Faria Filho publicou um apelo à sociedade internacional contra a tortura de estudantes brasileiros. O texto, que pode ser lido em português, inglês e espanhol, denuncia a autorização do uso de tortura como forma de combater as ocupações.

Educação e Catolicismo, tema da nova edição do Pensar a Educação em Revista– Evelyn de Almeida Orlando e Alexandra Lima da Silva – EXCLUSIVO

Acaba de ser lançado mais um número do periódico de revisão bibliográfica Pensar a Educação em Revista sobre o tema Educação e Catolicismo. Este número nos provoca a refletir sobre a presença da Igreja Católica na educação brasileira e seus desdobramentos nos processos de escolarização da sociedade em diferentes momentos da história.

Um poder legislativo sem ideologia nem convicção – Dalvit Greiner – EXCLUSIVO

Comecemos pelo lado que considero positivo: a eleição de quatro mulheres vereadoras. Sai uma totalmente alinhada com a direita e entram duas mulheres de esquerda, Áurea Carolina e Cida Falabella, ambas do PSOL. Isso é muito bom, porém significa uma luta bastante renhida contra 37 machos num espaço que deveria ser, no mínimo, meio a meio.

Parceria Universidade-Escola Básica: Olhares sobre a Educação Infantil – Isabel de Oliveira e Silva – EXCLUSIVO

Ao nos associarmos a esse projeto, tínhamos em vista o fortalecimento de ações que já vinham sendo desenvolvidas naquele território e, em especial, nas UMEIs Grajaú e Silva Lobo. E esse fortalecimento ocorreu naquilo que é competência e dever da universidade: construir conhecimentos sobre a realidade com compromisso com a transformação da realidade e com a construção de uma sociedade mais justa.

“As expectativas para a prefeitura de Alexandre Kalil” – Educação em Pauta – Luciano Mendes de Faria Filho

A eleição do empresário Alexandre Kalil para a prefeitura de belo Horizonte deixa algumas dúvidas sobre o futuro da educação na capital mineira. Em conversa com o Jornalista Vinicius Luiz, o professor Luciano Mendes avalia as propostas feitas durante a campanha do então candidato do PHS. A coluna foi ao ar no Jornal UFMG do dia 31 de outubro pela Rádio UFMG Educativa .

Leia mais.

OCUPAÇÕES

Ocupações de Belo Horizonte mantém cronograma intenso de atividades – Yolanda Assunção – EXCLUSIVO

Instituições ocupadas em Belo Horizonte realizam programação de atividades extensa e diversificada durante as ocupações contra a PEC 55

Corpo na sociedade: empatia e empoderamento – Tiago Tristão Artero -EXCLUSIVO

Os jovens que ocupam as escolas estão exercendo sua cidadania da maneira mais difícil, por meio da resistência. Urge a discussão, a aceitação e a reflexão sobre o corpo. Este está na política; transita pela arquitetura projetada nas escolas, instituições e por toda a cidade; se relaciona; manifesta sua aparência, sexualidade, raça; sofre assédio, violência e aprisionamento de sentimentos; recolhe-se ou se expande, a partir da educação recebida; é vítima das representações sociais e das convenções, mas também é algoz.

Ocupar, resistir e transformar: o recado dos estudantes da UPE – Virgínia Pereira da Silva de Ávila – EXCLUSIVO

A paralisação das atividades da Universidade de Pernambuco – campus Petrolina ocorreu no dia 10 e 11 de outubro por meio de duas Assembleias Gerais Estudantis lotadas com cerca de 900 estudantes. A decisão foi tomada devido aos problemas que vêm se agravando ao longo dos últimos cinco anos. Essas são as consequências de uma política de sucateamento da educação pública e saúde, em especial, com os cortes orçamentários tanto para o Ensino Superior quanto para a Educação Básica.

Passar ou agir? – Clifton Arllen – (FAE/UEMG – CBH) – EXCLUSIVO

Não há a possibilidade de evitar ou invalidar a luta de quem escolhe se envolver, pertencer, ocupar e lutar por um espaço público digno e de qualidade. PASSAR não nos traz reflexão, sentimento de pertencimento. AGIR…palavra que é carregada de história. O estado inicial jamais voltará a ser o mesmo.

Não se cale! Chamada para envio de textos das ocupações – Coletivo FALE não se cale 

Todos os estudantes, professores e membros das comunidades de escolas e universidades ocupadas podem enviar seus textos.

Ocupações Estudantis – Glaucio Santos – Rádio UFOP

Universitários e secundaristas de diversas regiões do país ocupam as instituições de ensino contra o congelamento de investimentos e mudanças no campo da educação e em outras áreas sociais. Nas últimas horas, as instituições públicas ganharam o apoio de estudantes da PUC Minas.

O informe dos advogados sobre o movimento secundarista do DF – Jornal GGN 

Diante de tantas arbitrariedades, a comissão jurídica de assessoria às ocupações recorre das decisões, tentando suspender o uso da violência contra um direito constitucional, que é o direito de reunião, manifestação e organização daqueles que se sentem ameaçados por retrocessos de direitos fundamentais, como o direito à educação. 

Leia mais.

PLANOS DE VISTA

O PNE e os Tribunais de Contas – Carlos Henrique Tretel – EXCLUSIVO

Nunca é demais lembrar, embora do conhecimento de todos, que para cada real investido em educação pública em nosso país os municípios contribuem com R$ 0,42, os estados com R$ 0,40 e a União com R$ 0,18. Sendo assim, a luta dos Ministérios Públicos de Contas é luta de tod@s nós que acreditamos em um PNE PRÁ VALER.

ENTREMEMÓRIAS

Escola de administração de empresas de Ituiutaba – Maria Aureliana  -EXCLUSIVO

É certo que essa instituição, atuante por mais de quarenta anos na região, contribuiu, sobretudo, para o desenvolvimento do mundo dos negócios no Pontal Mineiro, marcando a história de Ituiutaba e região.

PESQUISA EDUCACIONAL

ALCÂNTARA, Cláudia Sales de; BEZERRA, Jose Arimatea Barros. O lúdico, a escola e a saúde: a educação alimentar no gibi. Trabalho, Educação e Saúde, Rio de Janeiro, v.14, n.3, set./dez. 2016.

Este artigo objetiva investigar o livro Almanaque Maluquinho: Julieta no mundo da culinária, reconhecendo o papel pedagógico das histórias em quadrinhos, a fim de perceber se essa publicação possibilita discussões que explorem diferentes áreas pertinentes à educação alimentar, podendo tornar-se uma estratégia para a sensibilização do tema com o público infantil.

CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Blog FCHSSA

Blog do Fórum de Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas reúne notícias, documentos e opiniões da comunidade científica e os temas e acontecimentos que à afetam.  Esta semana o site publicou Carta do Fórum de CHSSA contra a reforma do MCTIC. No documento a associação protesta contra  reforma do Ministério e defende a manutenção do status institucional do CNPq e da FINEP. Além disso, o blog também reproduziu a Nota dos Pró Reitores das  Universidades do Rio de Janeiro em defesa do Orçamento do CNPq.

Tecnologia:  a nova tradição mineira – Minas Faz Ciência/FAPEMIG

A Feira Tecnológica do Inatel acontece anualmente com a exposição de projetos dos alunos de Engenharia e Tecnologia do Inatel. O desafio é que eles desenvolvam soluções inovadoras e aplicáveis para o mercado atual ou futuro. 

Leia mais.

EDUCAÇÃO PELO BRASIL

“Aqueles que votarem contra a educação estarão com suas mãos sujas por 20 anos” – Centro de Referência em Educação Integral

A irracionalidade dita pelo governo Temer foi a expansão das universidades federais como nunca aconteceu no Brasil, a expansão dos institutos federais de educação técnica, a expansão de creches e pré-escola – ou seja, a constituição do Fundeb.  A PEC 55, na realidade, vai fazer com que o direito à educação seja secundarizado no Brasil”, resume Daniel Cara.

Leia mais.

AMERICA LATINA

Unión de Padres quiere estar en clases de sexualidad – Milenio, México

La Unión Nacional de Padres de Familia argumenta que varios tratados internacionales protegen el derecho de los padres a escoger el tipo de educación para sus hijos.

Leia mais.

PENSAR INDICA

O Travessia – Grupo de Estudos e Pesquisa em Ensino de História da UFMG, convida para o II Seminário “Temas Contemporâneos em Ensino de História”, que acontecerá no dia 11 de novembro, na Escola Estadual Dom Pedro II (Avenida Professor Balena, 523 – Centro), entre às 13:30 e 19h. As oficinas terão um número limitado de participantes, sendo 25 pessoas para cada, portanto, é necessário se inscrever, gratuitamente, através do formulário. Para a participação na mesa e na conferência é necessário o preenchimento do seguinte formulário. As inscrições serão encerradas no dia 08 de novembro. Haverá certificado para os participantes.

INDICAÇÃO DO LEITOR

PROEX UFMG – Convite “Um ano de contaminação do Rio Doce & um século de luta Krenak” – 07/11/2016

Otávio Henrique – Livro: “Fóruns de Educação no Brasil”

Participe do nosso jornal enviando sua indicação para o e-mail:

OPINIÃO DO LEITOR

Marriene Freitas em 29/10/2016 (EDITORIAL – Edição 142 – 28/10/2016 – As lições que as(os) alunas(os) nos dão!

Muito bom!

Ribamar Júnior em 29/10/2016 (EDUCAÇÃO EM DEBATE – Edição 142 – 28/10/2016 – As Razões Pedagógicas para a MP 746/2016/Dalvit Greiner)

Caro Dalvit, ótima reflexão… parabéns!

Patrícia Rocha em 30/10/2016 (EDUCAÇÃO EM DEBATE – Edição 142 – 28/10/2016 – Era uma escola muito engraçada…/Aleluia Heringer Lisboa)

Ótimo texto. Parabéns!!!

Participe do nosso jornal enviando sua opinião ou comentário para o e-mail:

TIRINHA

Por Ribs

É permitida a reprodução dos textos exclusivos, desde que seja citada a fonte.

O conteúdo dos textos publicados pelo Pensar a Educação em Pauta é de inteira responsabilidade de seus respectivos autores e não expressa necessariamente as opiniões de seus editores.

Projeto Pensar a Educação, Pensar o Brasil 1822/2022

Coordenação Geral – Luciano Mendes de Faria Filho e Tarcísio Mauro Vago

Pensar a Educação em Pauta
Coordenação Geral – Priscilla Bahiense e Luciano Mendes
Coordenação de Pesquisa e Diagramação: Sandra Ribas

Av. Antônio Carlos, 6627 – Belo Horizonte – MG – CEP: 31270-901
E-mail:  – Telefone: (31) 3409-5355

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *