Menu

Ano 4 – Nº 121 / sexta-feira, 13 de maio de 2016

EDITORIAL

Um país fraturado:

Nossas elites preferem rifar a democracia e o Estado de Direito a diminuir as desigualdades

“…

A noite anoiteceu tudo

o mundo não tem remédio

os suicidas tinham razão.”

….

Havemos de amanhecer! O mundo

se tinge com as tintas de antemanhã

e o sangue que escorre é doce, de tão necessário para colorir tuas pálidas faces, aurora.”

(C.D.A. 1939)

Na noite de quarta para quinta-feira desta semana, o Senado da República deu mais um passo para a consolidação do golpe parlamentar que pretende afastar definitivamente Dilma Rousseff do cargo de Presidente da República. Trata-se do coroamento de um longo processo que se inicia com o questionamento ao resultado das eleições de 2014, feito pelos candidatos derrotados, e teve continuidade nas manobras legislativas que impediram a Presidente de governar; na instalação e condução do processo de impedimento conduzido pelo presidente da Câmara dos Deputados, hoje afastado por corrupção; no espetáculo vergonhoso de votação do processo na Câmara; na recusa do Supremo Tribunal Federal em assumir sua função de defensor da Constituição e, finalmente, na cumplicidade de um Presidente do Senado também ameaçado de afastamento por corrupção. Leia mais.

SEMINÁRIO ANUAL​

Educação de Jovens e Adultos é o foco de conferencia sobre a Educação Básica e a Universidade

O Seminário Anual “A Escola Básica Interroga a Universidade”, do projeto Pensar a Educação, Pensar o Brasil, realiza o terceiro encontro no dia 19 de maio. Na oportunidade recebemos o professor Leôncio Soares, da Faculdade de Educação da UFMG, e a professora Denise Araújo, do Centro Pedagógico da UFMG.

A conferência de maio integra também a programação do “Seminário 30 anos da EJA na UFMG: sujeitos e suas perspectivas”. O seminário celebra três décadas do projeto de Educação de Jovens e Adultos na instituição. Da alfabetização ao Ensino Médio, a luta é para garantir o que é de direito de todo cidadão, de toda cidadã: educação de qualidade em seu processo de escolarização.

A conferência do dia 19 de maio será às 19h no Auditório Neidson Rodrigues, na Faculdade de Educação da UFMG. O debate terá transmissão ao vivo pela Radio Web FaE e também pelo canal do Projeto Pensar a Educação, Pensar o Brasil no YouTube. Outras informações no www.pensaraeducacao.com.br e pelo telefone: 34096167.

NAS ONDAS DA EDUCAÇÃO 

No dia 16 de maio o Pensar a Educação, Pensar o Brasil encerra a série de entrevistas sobre Patrimônio, Memória e Cidade. Neste dia vamos receber a professora Rita Marques, coordenadora da Rede de Museus e Espaço de Ciências e Cultura da UFMG.

Segunda também tem a coluna Pensando Bem, com Beatriz Cerqueira, a Agenda da Educação com os principais eventos da semana, o professor Luciano Mendes, com a Coluna Pensar a Educação em Pauta, e a sessão especial Cinema Falado.

Todas as segundas-feiras, das 20h00 às 22h00, o programa Pensar a Educação Pensar o Brasil vai ao ar pela Rádio UFMG Educativa 104,5FM.

ENTREVISTA

“Educação Museal” – Professora Soraia Dutra (UFMG)

No dia 09 de maio o programa Pensar a Educação, Pensar o Brasil recebeu a professora do Centro Pedagógico da UFMG, Soraia Dutra. A professora discutiu várias questões em torno dos núcleos educativos dos museus e a relação com as escolas.​

CONVITE À LEITURA  

Entre paredes, na escola: Cuatro por Cuatro, de Sara Mesa – Alexandre Fernandez Vaz – EXCLUSIVO

É em um internato misto que as coisas acontecem. Cuatro por cuatro (Barcelona: Alfaguara, 2012), de Sara Mesa, destaque de uma nova geração de ficcionistas espanhóis, é um romance cuja narrativa se assenta em relações enclausuradas de quem não pode, ou não quer, sair de um espaço que certamente oprime, mas que também produz regimes de verdade e naturaliza ritos.

Revista Minas Faz Ciência propõe uma reflexão sobre a produção de alimentos e as Ciências Sociais – Vivian Teixeira – EXCLUSIVO

Este número do Pensar a Educação em Pauta apresenta a edição 64 da Revista Minas Faz Ciência – publicação trimestral da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG). A edição traz como matéria principal o tema que propõe uma reflexão sobre a contribuição da ciência aos enormes desafios da produção alimentar para reduzir a fome no mundo.

O ponto de vista das crianças – Isabel de Oliveira e Silva 

O livro nos revela que, com cuidado e delicadeza, o autor inseriu-se no universo das crianças na escola como pesquisador (pois como professor participa ativamente dele) e deixou-se levar pelos meninos e pelas meninas sem perder de vista suas perguntas e inquietações. Perguntas que procurou responder escutando, observando e sentindo as manifestações e sinalizações das crianças em diferentes situações e por meio de diferentes linguagens: verbal, gestual, plástica, corporal.

EDUCAÇÃO EM DEBATE

Série Avaliação da Pós-Graduação em Educação  Os critérios de avaliação dos Programas: instabilidade e indefinição – Luciano Mendes de Faria Filho – EXCLUSIVO

As razões dessa nossa dificuldade podem ser buscadas em diferentes dimensões do campo educacional. Há, por um lado, o fato de que a institucionalização da pesquisa ocorre muito recentemente e pelas mãos da própria pós-graduação, como já se disse num dos textos desta série. A ausência de uma tradição de pesquisa autônoma em relação à pós-graduação nos fez crer que avaliar a pós-graduação é avaliar a pesquisa.

Caminhos e descaminhos do Pibid no cenário atual – Hélder Eterno da Silveira – EXCLUSIVO

Todavia, mesmo com todos os resultados positivos que o programa vem apresentando nos últimos anos, o Ministério da Educação, em função da crise política e econômica por que passa o Brasil, colocou o Pibid na rota dos cortes orçamentários. Esses cortes, significariam não apenas a redução do programa, mais do que isso, seu redimensionamento pedagógico de modo a se voltar para atividades de “atenção à escola”, assistência à algumas áreas e atendimento à escolas prioritárias.

Não há mistério no ministério do Temer – Luciano Mendes de Faria Filho – EXCLUSIVO

Pois bem, desnuda a farsa, rasgada a fantasia, empreendidos os acordos, põe-se o país à venda! Quem vai comprar as escolas públicas? Quem dará mais pelas universidades? Quantos bônus receberão os professores? Qual a taxa de lucro dos empresários? Num país em que o público foi sempre tido e havido como um bem a ser apropriado pelos mais espertos e pelos privilegiados, em que ser desprivilegiado é um desvalor, o certo não é, justamente, entregar de vez o Estado à matilha ou à quadrilha que sempre assaltou os cofres públicos?

Estranhamento e consternação:sentimentos que perpassam a nação brasileira – Irlen Antônio Goncalves – EXCLUSIVO

Mediante tal situação, quais são os riscos que estão sinalizados para a democracia brasileira nessa situação episódica? Quais lições podem ser tiradas dessa complexa trama de tomada de poder? Que papel tem a educação e os educadores com a crise da democracia?

30 anos de EJA na UFMG: sujeitos e suas perspectivas – Juliana Ferreira de Melo  – EXCLUSIVO

Na segunda-feira, 16/05/2016, começamos nosso Seminário com a Conferência de um convidado muito especial, tendo em vista, sobretudo, seus trabalhos relacionados à Educação Popular, o Professor Titular Emérito da Faculdade de Educação da UFMG, Miguel Gonzalez Arroyo. A sessão de abertura de nossos trabalhos será coordenada pela Professora Maria da Conceição Ferreira Reis Fonseca (FaE/UFMG), Coordenadora do Programa de Educação de Jovens e Adultos na UFMG, continuando seus já longos caminhos de professora e pesquisadora no campo da EJA.

Educação infantil como política pública do Estado de Minas Gerais – Otavio Henrique Ferreira da Silva – EXCLUSIVO

Em audiência pública ocorrida no dia 10 de maio de 2016 na Assembléia Legislativa de Minas Gerais, foi discutida a “Realidade da Educação Infantil no Estado de Minas Gerais”. Essa atividade foi organiza coletivamente pela Deputada Marília Campos, atual presidente da Comissão de Participação Popular da ALMG, pela Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia e pelo Fórum Mineiro de Educação Infantil/FMEI.

Uma mordaça verde nos professores de Belo Horizonte – Dalvit Greiner  – EXCLUSIVO

No início do século XIX, José da Silva Lisboa, o visconde de Cairu pregava o seu projeto de educação. Num seu libelo jornalístico – A Sabatina Familiar – diz, textualmente que a função social da educação é para “que os que mandão, aumentassem os seus conhecimentos sobre o que devem ordenar; e os que obedecem, achassem um novo prazer em ser subordinados”. É admirável a atualidade do pensamento de Cairu, parlamentar que foi, comparável ao pensamento de muitos parlamentares de hoje.

“Um pastor na Ciência?” – Educação em Pauta – Luciano Mendes de Faria Filho

Professor da UFMG Luciano Mendes analisa a possível indicação de Marcos Pereira (PRB) para o Ministério da Ciência e Tecnologia em um eventual governo Michel Temer.

Leia mais.

PESQUISA EDUCACIONAL

CHARTIER, Anne-Marie. Os três modelos da leitura entre os séculos XVI e XXI: como as práticas sociais transformam os métodos de ensino. Revista Brasileira de História da Educação, Maringá/PR, v.16, n.1 (40), p. 275-295, jan./abr. 2016.

Neste artigo, busca-se cruzar duas áreas geralmente dissociadas: o fenômeno sócio-histórico da alfabetização e o ensino escolar da leitura. Recorrendo-se a memórias pessoais e à produção acadêmica, apresentam-se reflexões centrais do debate nessas áreas. Nos anos 1970, as reformas para lutar contra o fracasso escolar provocaram polêmicas sobre os métodos de leitura. Ao mesmo tempo, pesquisas históricas sobre a difusão da escrita colocavam em questão o papel da escola na erradicação do analfabetismo.

CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Projetos compartilham suas experiências na XV Jornada de Extensão da UFMG  – Thayse Carvalho Menezes – EXCLUSIVO
Bolsistas, voluntários e professores se reuniram no campus Pampulha em evento promovido pela Proex no dia 11.

Fapemig comemora 30 anos e homenageia pesquisadores – Yolanda Assunção 

Na cerimônia do dia 19 de maio, a homenagem reconhecida como “Amigo da ciência, amigo da FAPEMIG” será entregue a personalidades com o objetivo de reconhecer o trabalho e o compromisso com a área da CT&I por meio da dedicação, colaboração e/ou trabalhos realizados para a FAPEMIG.

Leia mais.

EDUCAÇÃO PELO BRASIL

Conheça as propostas do PMDB para a Educação – Revista Carta Educação
Bônus para professores e foco na diversificação do Ensino Médio estão entre as medidas anunciadas pelo documento ‘A Travessia Social’.

Leia mais.

AMÉRICA LATINA

Movilizados contra el presupuesto cero (La Nación, Argentina)
“El conflicto arrancó por todo el tema del salario docente. En un principio desde el Ministerio (de Educación) les ofrecieron un cero por ciento de incremento salarial, y luego incrementaron la propuesta a un 15, lo que es insuficiente con respecto a la inflación con la que se vive que es más del 40 por ciento”, explicó a Télam Sofía Rocha, Consejera Estudiantil de FADU-UBA. La dirigente estudiantil informó sobre el corte que se realiza desde las 12 en la avenida Cantilo y Ciudad Universitaria y adelantó que se repetirá a las 19 con la esperanza de “que se solucione este tema, ya que desde que se inició que no hay clases regulares, siempre hay alguna cátedra que se suspende o que se hacen públicas”.


Leia mais.

PENSAR INDICA

14ª SEMANA NACIONAL DE MUSEUS – Museus e paisagens culturais

De 16 a 22 de maio acontece a 14ª Semana Nacional de Museus, temporada cultural promovida pelo Ibram em comemoração ao Dia Internacional de Museus (18 de maio). Nessa edição, 1.236 museus de todo o país oferecem ao público 3.700 atividades especiais, como visitas mediadas, palestras, oficinas, exibição de filmes e muito mais! Confira aqui a programação completa.

INDICAÇÃO DO LEITOR

José Rubens Lima Jardilino –  XI Congresso da Sociedade de História da Educação Latino-Americana (SHELA)

Participe do nosso jornal enviando sua indicação para o e-mail:

OPINIÃO DO LEITOR

Arlete B. Melo em 09/05/2016 (EDITORIAL – Edição 120 – 06/05/2016 – Da formação de professores ao reforço escolar: o ocaso do PIBID)

Parabéns pela matéria!

Renata Telles em 09/05/2016 (EDITORIAL – Edição 120 – 06/05/2016 – Da formação de professores ao reforço escolar: o ocaso do PIBID)

Excelente matéria! Em defesa do Pibid: aqui.

Araminta Resende em 07/05/2016 (EDUCAÇÃO EM DEBATE – Edição 120 – 06/05/2016 – O vento mudou: há algo novo no ar/Aleluia Heringer Lisboa)

Sábias palavras e excelente reflexão!!

Gilmara Souza em 09/05/2016 – (EDUCAÇÃO EM DEBATE – Edição 120 – 06/05/2016 – Escola sem partido: a nova fase do conservadorismo na educação/Christian Lindberg L. do Nascimento)

É ultrajante ter que interromper nossas vidas, nossas pesquisas pra ter que se posicionar diante de um projeto como esse! É cansativo ter que conversar com essa galera que desrespeita a luta dos Movimentos Sociais deste país, a Constituição Brasileira e as demais legislações da Educação.
Dessa forma, venho convidar à todas e todos que estão a favor da democracia e da escola de qualidade deste país para integrar a Frente ESCOLA DXS PLURAIS, que realizará sua próxima reunião dia 11/05, às 19h na sede do Sindi-Rede em Belo Horizonte.
Participe e lute conosco!

Maurício Sousa em 08/05/2016 – (EDUCAÇÃO EM DEBATE – Edição 120 – 06/05/2016 – Escola sem partido: a nova fase do conservadorismo na educação/Christian Lindberg L. do Nascimento)

Excelente reflexão!

Linda Simone em 11/05/2016 – (LIVRE EXPRESSÃO – Edição 120 – 06/05/2016 – Formação de professores: entre o delírio e o tribunal (Notas de um estudante em formação)/João Victor da Fonseca Oliveira)

A “formação delira” qual o compromisso real do professor? formamos, formamos e será que esvaziamos o conhecimento acumulado e colocamos na prática? ou é mais um papel, um diploma dentre outras coisas em meio a pós graduação, cursos de extensão.etc…. Mais praxis por favor e reflexões sobre o próprio trabalho!

Participe do nosso jornal enviando sua opinião ou comentário para o e-mail:

TIRINHA

Por Depósito de Tirinhas

É permitida a reprodução dos textos exclusivos, desde que seja citada a fonte.

O conteúdo dos textos publicados pelo Pensar a Educação em Pauta é de inteira responsabilidade de seus respectivos autores e não expressa necessariamente as opiniões de seus editores.

Projeto Pensar a Educação, Pensar o Brasil 1822/2022

Coordenação Geral – Luciano Mendes de Faria Filho e Tarcísio Mauro Vago

Pensar a Educação em Pauta
Coordenação Geral – Priscilla Bahiense e Luciano Mendes
Coordenação de Pesquisa e Diagramação: Sandra Ribas

Av. Antônio Carlos, 6627 – Belo Horizonte – MG – CEP: 31270-901
E-mail:  – Telefone: (31) 3409-6167

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *