Menu

Ano 4 – Nº 115 / sexta-feira, 1 de abril de 2016

EDITORIAL

Os cientistas e a política

Nas últimas semanas, como há muito não se via, um número expressivo de instituições científicas brasileiras veio a público se manifestar em relação à crise política em que vive o país. Da mais tradicional delas, a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, a SBPC, àquelas mais recentemente criadas, todas se posicionaram em defesa do estado de direito, da democracia e das políticas públicas desenvolvidas pelo governo federal nos últimos anos. Leia mais.

NAS ONDAS DA EDUCAÇÃO
No programa Pensar a educação, Pensar o Brasil do dia 04 de abril vamos receber a professora Bianka Andrade para falar sobre o projeto Escolas Mais.
Segunda também tem a Agenda da Educação, a reportagem Especial e a coluna Pensando Bem, com a presidente do Sind-UTE Beatriz Cerqueira. Também tem o professor Luciano Mendes com a Coluna Educação em Pauta e a sessão Especial Educação e Midias.
Todas as segundas-feiras, das 20h00 às 22h00, o programa Pensar a Educação Pensar o Brasil vai ao ar pela Rádio UFMG Educativa 104,5FM.

ENTREVISTA
“Sentidos do Nascer” – Professor Bernardo Oliveira (UFMG)
A humanização do parto e o protagonismo da mulher foram os temas da entrevista do programa Pensar a Educação, Pensar o Brasil do dia 28 de março. Recebemos o curador e coordenador geral do projeto Sentidos do Nascer, Bernardo Jefferson de Oliveira. Ele falou sobre as inspirações e experiências do projeto.

CONVITE À LEITURA
Por onde andou seu coração? – Eliane Marta Teixeira Lopes – EXCLUSIVO
Maria Helena Cardoso, aos sessenta e três anos, a pedido de muitos amigos, decidiu contar suas memórias que couberam em 187 trechos e em 572 páginas: Por onde andou meu coração. Provavelmente, sobraram muitas, memória é coisa sem fim que se confunde com a de outros, com as que nunca aconteceram e com as que ficamos devendo ao vizinho, ao irmão, àquele livro… E às vezes certas lembranças pulam na frente de outros fatos que vieram mais tarde. Ora, memória é assim mesmo.

EDUCAÇÃO EM DEBATE
O erro dos gestores que não conversam com os educadores – Marlos Mello – EXCLUSIVO
No cenário mais geral, há um leque de visões e correntes teóricas que pretensamente colocam e consubstanciam certos modelos de gestão e de qualificação visando uma implementação prática nas escolas públicas e privadas.

A última ditadura Argentina, memórias possíveis – Alexandre Fernandez Vaz – EXCLUSIVO
Há quarenta anos, em 24 de março de 1976, começava na República Argentina sua última ditadura militar, com a deposição de María Estela Martínez de Perón, a Isabelita, presidente que sucedia seu falecido marido, de quem fora vice, desde a morte dele em 1974. Eu estava na Argentina quando Juan Domingo Perón faleceu e lembro-me bem dos dias de luto, da pauta monotemática dos meios de comunicação, da apreensão e do silêncio aflito dos adultos enquanto brincávamos no quintal ou líamos sob as árvores, cuja sombra amainava um inusitado calor nas férias escolares de julho. 

O que a educação infantil tem a ver com a democracia? O que a educação infantil tem a ver com partidos de esquerda no Brasil? – Otavio Henrique F. da Silva – EXCLUSIVO
Essas duas perguntas poderão ser facilmente respondidas se fizermos no mínimo uma breve revisão literária pertinente à história das instituições de atendimento à infância brasileira ao longo dos anos.

“As mulheres e a lama”– Pensando Bem – Beatriz Cerqueira
Fechando o mês de Março, Beatriz Cerqueira nos fala de mulheres afetadas pelo rompimento da Barragem de Fundão em Mariana. Na comunidade de Bento Rodrigues e dos demais distritos e cidades afetadas pela lama, a luta das mulheres chama atenção.

“A Escola Básica interroga a Universidade” – Educação em Pauta – Luciano Mendes de Faria Filho
A relação entre a Academia e a Escola Básica é o tema do Seminário Anual do Pensar a Educação, Pensar o Brasil. Nas oito conferencias representantes da Universidade e da Educação Básica irão conduzir a discussão. Na coluna educação em pauta o jornalista ViniciusLuiz conversou com o professor Luciano Mendes sobre o evento.

O Brasil à beira do abismo, de novo – Rodrigo Patto Sá Motta
Estas são reflexões de alguém que há muitos anos vem se dedicado a estudar e entender a história política brasileira. E que está perplexo com o momento vivido pelo país, situação tanto mais difícil por estar vivendo no exterior desde janeiro de 2016 como professor visitante. Venho acompanhando o noticiário ao mesmo tempo preocupado com os futuros desdobramentos da crise e angustiado pela distância e incapacidade de participar dos eventos. Por isso a vontade de escrever sobre a situação atual e tentar contribuir para a sua compreensão.

MEC anuncia mais de 100 mil vagas para formação de professor da rede pública – Jornal da Ciência
Na tentativa de corrigir falhas e melhorar os indicadores da educação básica, o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, divulgou na tarde desta segunda-feira, 28, 105 mil vagas para professores da rede pública que precisam complementar sua formação em disciplinas específicas.

ENTREMEMÓRIAS
Anísio Teixeira: um breve convite – Regina Aparecida Correa – EXCLUSIVO
Quem foi Anísio Teixeira? Este texto é um convite aos leitores a conhecerem um pouco as ações e a vida deste educador, bem como toda a sua representatividade para a educação brasileira.

PESQUISA EDUCACIONAL
NEVES, Paulo S. C.; FARO, André; SCHMITZ, Heike. As ações afirmativas na Universidade Federal de Sergipe e o reconhecimento social: a face oculta das avaliações. Ensaio: aval. pol. públ. educ.
Neste texto, argumentamos que as avaliações das cotas universitárias precisam incorporar o conceito de reconhecimento social. Se as ações afirmativas que beneficiam alunos de escolas públicas e não brancos nas universidades públicas se tornaram um fenômeno de grande visibilidade, ainda há muito o que se avançar na interpretação dos seus reais efeitos

CIÊNCIA E TECNOLOGIA
A lei n.º 10.639-03 e o uso de documentação sobre escravidão em aulas de história – Virginia Pereira da Silva de Avila e Camila Alves Corrêa  EXCLUSIVO
No ano de 2003 foi promulgada a Lei N.º 10.639-03, que incluiu no currículo oficial da Rede de Ensino a obrigatoriedade da temática ‘História e Cultura Afro-Brasileira’. Resultante das reivindicações dos movimentos negros e diferente instituições de ensino e pesquisa, especialmente na área da educação, a lei originou as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações étnico-raciais para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana.

Marcos Pontes inspirou milhares de jovens, diz cientista brasileiro na Nasa – Agência Brasil
Em entrevista ao Portal EBC, o pesquisador visitante da Nasa, Ivan Paulino Lima, avaliou a importância de Marcos Pontes para a história da astronáutica no Brasil e falou sobre seu trabalho de mapear brasileiros que atuam na agência norteamericana.

Leia mais.

EDUCAÇÃO PELO BRASIL
A Educação Pelo Brasil em março de 2016 – Luísa Marques de Paula – EXCLUSIVO
O presente texto traz um balanço das principais notícias que compuseram a coluna Educação pelo Brasil no mês de março de 2015 com o objetivo de entender os temas principais e mais recorrentes a respeito da educação que tiveram espaço na mídia brasileira em geral, pensados de acordo com o contexto das últimas semanas.

Formação adequada dos professores é desafio em Minas Gerais – Daisy Batista – EXCLUSIVO
Dados do Ministério da Educação mostram que 44,3% dos educadores em atuação não tinham formação adequada para a área em que lecionavam.

Estudantes e funcionários da USP fazem protesto em frente à reitoria – Portal UOL Educação
Funcionários e estudantes da USP fazem ato em frente à reitoria da universidade na manhã desta quinta-feira (31). Eles protestam pela contratação de professores e funcionários, cotas e permanência estudantil. Também são contra a desvinculação dos hospitais universitários, a terceirização dos restaurantes e o fechamento de creches.

Leia mais.

AMÉRICA LATINA
Una maestra que hizo escuela (Página 12, Argentina)
La militante y dirigente histórica del gremio docente María Vicenta “Mary” Sánchez, falleció ayer por la madrugada a los 72 años en la ciudad de Buenos Aires, donde estaba internada luego de sufrir una larga enfermedad.

Leia mais.

PENSAR INDICA
O site Passa Palavra é o jornal on-line do Coletivo Passa Palavra, um grupo de orientação anticapitalista, independente de partidos e demais poderes políticos e econômicos. Formado por colaboradores de Portugal e do Brasil,intuito é construir um , no site lisponíveá dEst unificação prática das lutas sociais. articulação e a comunicacional que contribua para aespaço de produção própria, debates e outros materiais informativos vídeos, áudios, denúncias,artunes, c opinativos,artigos notícias,visando a construção de uma rede de solidariedade e colaboração entre todos.

INDICAÇÃO DO LEITOR
Sinpro/RS – Lançamento do livro Extra Classe – Duas décadas de jornalismo e cidadania

Participe do nosso jornal enviando sua indicação para o e-mail:

OPINIÃO DO LEITOR
Cleide Maciel em 23/03/2016 (EDITORIAL – Edição 114 – 23/03/2016 – Em defesa da democracia e do estado de direito)
Faço minhas suas palavras! Penso que o golpe que “instalou” a república no Brasil em 1889, está, finalmente, “agonizando…” e, estar presente nesse momento, em que o lado da democracia parece fazer descer o pêndulo, é um privilégio…

Lilian Zamboni em 24/03/2016 (EDUCAÇÃO EM DEBATE – Edição 114 – 24/03/2016 – Estudar e aprender/Isaac Roitman)
Os artigos do Professor Isaac sempre despertam múltiplas reflexões. Ao ler este Estudar e Aprender, fico pensando como seria mais real o ensino de língua portuguesa (área em que atuo) ao se levar o aluno a produzir textos de maneira funcional. O aluno não escreveria meras “redações” para o professor ler e dar uma nota… Escreveria relatórios de suas experiências, instruções para os demais colegas, comentários sobre o acerto ou erro de seus “projetos”, indicações de material a ser lido, etc. Escreveria textos com uma finalidade que não se esgotaria na obtenção de uma nota, mas teria uma circulação real e efetiva, mesmo que apenas circunscrita ao âmbito escolar.

Cristopher Castro Perdigão em 24/03/2016 (EDUCAÇÃO PELO BRASIL – Edição 114 – 23/03/2016 – Agora é lei: escolas e clubes têm que combater o bullying/Daisy Silva)
Enfim um texto que fala sobre bullying de forma coerente. Concordo com a professora Sandra Pereira em legitimar a família como parte responsável por tais atos.

Participe do nosso jornal enviando sua opinião ou comentário para o e-mail:

TIRINHA

Por Tiras Armandinho

É permitida a reprodução dos textos exclusivos, desde que seja citada a fonte.

O conteúdo dos textos publicados pelo Pensar a Educação em Pauta é de inteira responsabilidade de seus respectivos autores e não expressa necessariamente as opiniões de seus editores.

Projeto Pensar a Educação, Pensar o Brasil 1822/2022

Coordenação Geral – Luciano Mendes de Faria Filho e Tarcísio Mauro Vago

Pensar a Educação em Pauta
Coordenação Geral – Priscilla Bahiense e Luciano Mendes
Coordenação de Pesquisa e Diagramação: Sandra Ribas

Av. Antônio Carlos, 6627 – Belo Horizonte – MG – CEP: 31270-901
E-mail:  – Telefone: (31) 3409-6167

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *