Menu

Ano 3 – nº 102 / sexta-feira, 23 de outubro de 2015

EDITORIAL

Ciência e Tecnologia: qual é a nossa pauta?

Ao longo dessa semana, de norte a sul do país, as instituições de pesquisa, seus pesquisadores e alunos, realizaram a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, iniciativa coordenada nacionalmente pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), com a ativa participação das Fundações Estaduais e Amparo à Pesquisa e das universidades e demais instituições de pesquisa brasileiras. Continue lendo.

Conferência do projeto Pensar a Educação recebe e homenageia o Prof.Carlos Roberto Jamil Cury

No dia 29 de outubro, o seminário anual do projeto Pensar a Educação Pensar o Brasil tem como conferencista o professor da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais e professor emérito da UFMG, Carlos Roberto Jamil Cury. O professor continua o debate sobre os 180 anos de formação de professores no Brasil. O professor Cury sempre esteve à frente do debate pelo direito à educação integrando câmaras, comissões e conselhos da área, além de contribuir com pesquisas no campo da Política Educacional. O professor também é importante nome no campo da pós graduação em Educação no país.

Antes da Conferência, a professora Cynthia Greive Veiga fará, a pedido do Projeto Pensar a Educação, uma saudação ao professor Cury pelos seus 50 anos de magistério e por suas colaborações no campo da Educação.

A conferência começará às 19 horas no Auditório Neidson Rodrigues, na Faculdade de Educação da UFMG. Também será possível acompanhar pela rádio Web FaE (http://www.radio.fae.ufmg.br/) ou pela a transmissão ao vivo no canal do Projeto Pensar a Educação Pensar o Brasil no You Tube:www.youtube/PensarEdu. Outras informações emwww.pensaraeducacao.com.br

NAS ONDAS DA EDUCAÇÃO 

No Pensar a Educação Pensar o Brasil do dia 26 de outubro, vamos realizar uma transmissão especial da Escola Estadual Tito fulgêncio. Vamos conversar com estudantes, professores e funcionários sobre a difusão da arte na escola.

Todas as segundas-feiras, das 20h00 às 22h00, o programa Pensar a Educação Pensar o Brasil vai ao ar pela Rádio UFMG Educativa 104,5FM.

ENTREVISTA

“Pesquisa em foco” – Encontro de Pesquisa em Educação da FaE/UFMG

No ultimo Pensar a Educação Pensar o Brasil, conversamos sobre o XI Encontro de Pesquisa em Educação. O evento reúne mesas e conferencias sobre vários assuntos, entre eles a educação infantil, as políticas públicas voltadas para os docentes e a formação de professores. Ele faz parte da programação da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia.

CONVITE À LEITURA

De como uma coisa leva a outra… II – Eliane Marta Teixeira Lopes – EXCLUSIVO
Considera-se que Edgar Allan Poe (Boston, 19 de janeiro de 1809 — Baltimore, 7 de outubro de 1849 escritor, poeta, romancista, crítico literário) foi o primeiro escritor do gênero com seu Assassinatos (ou Os Crimes) da rua Morgue em 1841. Nos anos seguintes, mais duas histórias policiais do mesmo autor foram publicadas, “O mistério de Marie Roget” (1842-1843) e “A Carta Roubada” (1845).

EDUCAÇÃO EM DEBATE

Políticas de estado para a Educação, Ciência, Tecnologia e Inovação – Isaac Roitman – EXCLUSIVO

Uma educação de qualidade e o pleno desenvolvimento científico e tecnológico são prioridades para que possamos atravessar o século XXI visando um bem estar para todos os brasileiros. Iniciativas de natureza populista não têm vida longa e não desempenham um papel importante para as transformações que o País demanda.

Em meio à crise na educação, celebrar a história humana que “morrendo nasce e rompendo cria” – Ana Luiza Jesus da Costa – EXCLUSIVO

Os estudantes da Faculdade de Educação da Usp caracterizaram o cenário atual como “crise na educação” e perguntaram-se: o que nós temos com isso? Preocupados com o mundo em que vivem, para além de suas carreiras e currículos, estes jovens convidaram professores das creches universitárias, da rede estadual, da própria universidade, além de técnicos e estudantes para debater a questão.

Pensar no interior da experiência histórica, como em Vio.ME -ocupar, resistir, produzir! Uma ocupação de fábrica na Grécia – Alexandre Fernandez Vaz EXCLUSIVO

A autogestão dos operários da Vio.Me recoloca em pauta a identidade pelo trabalho e seu lugar nos processos econômicos e produtivos, a solidariedade entre trabalhadores, o internacionalismo deste movimento – há uma clara exortação a que o processo se dê também em outros lugares – e a força da oposição extraparlamentar, dada a falência dos velhos modelos de representação política.

Diretrizes e bases da educação nacional: nem tudo são flores – Tiago Tristão Artero – EXCLUSIVO
No texto da LDB consta que a lei disciplina a educação escolar, que se desenvolve, predominantemente, por meio do ensino, em instituições próprias. Mas de quais instituições estamos falando? Quais ideologias existem por trás das instituições públicas e privadas?

Câmara aprova PEC que permite universidades públicas a cobrarem cursos –Jornal GGN
Foi aprovado por 318 votos contra 129, pelo Plenário da Câmara, a PEC 395/14, que legaliza a cobrança de mensalidade por Universidades e escolas públicas para os cursos de pós-graduação, extensão e mestrado profissional, nesta quarta (21). A votação ainda precisa passar pelo segundo turno.

Leia mais.

ENTREMEMÓRIAS

Do político ao educador: memórias de Antônio Borges Sampaio – Mauro Lúcio Batista Cazarotti – EXCLUSIVO

O “Velho Sampaio”, como era conhecido pelos amigos, nasceu em Quinta doPego, na freguesia de Valença do Douro, em Portugal, atualmente chamada de Valença do Ouro. Um português que contribuiu para o intitulada Desemboque, mais tarde Vila Uberabinha, e, posteriormente, cidade de Uberaba. Destacou-se como intelectual, médico, advogado, prefeito e o primeiro historiador da região “da farinha podre” no Triângulo Mineiro.

Lembranças do professor Carlos Afonso – Tomaz Aroldo da Mota Santos

Carlos Afonso foi pró-reitor adjunto de graduação de 1994 a 1997, no meu Reitorado. Com seu olhar especial para as licenciaturas, propôs-me que, à semelhança das bolsas de iniciação científica, criássemos uma bolsa para os estudantes de licenciatura como forma de estímulo à docência. E assim surgiu a bolsa de iniciação à docência na UFMG, hoje, o programa Pibid.

PESQUISA EDUCACIONAL

BACCON, Ana Lúcia Pereira; ARRUDA, Sérgio de Mello. Estilos de gestão da sala de aula: uma análise a partir da ação docentePráxis Educativa, Ponta Grossa, v.10, n.2, p.463-487, jul.-dez 2015.

O presente trabalho analisa e interpreta a ação de professores de Física do Ensino Médio em sala de aula. Tendo por base as definições apresentadas por Gauthier (1998) e por Tardif (2002), elaboramos relatos sobre a ação de professores, procurando descrever como eles realizavam a gestão da classe e a gestão do conteúdo em suas aulas. Cada relato foi construído a partir de entrevistas e gravações de aulas de três professores de Física de escolas da rede pública da cidade de Londrina no Estado do Paraná.

Pesquisa em Andamento – Mídias digitais no ensino médio de Minas Gerais – Priscila Moreira – EXCLUSIVO

O presente projeto de pesquisa de Doutorado propõe analisar o uso das mídias digitais pelos professores do Ensino Médio da rede estadual de educação de Minas Gerais, como auxílio às práticas de ensino-aprendizagem nas suas aulas.

CIÊNCIA E TECNOLOGIA

IES mineiras criam Rede de Comunicação Científica – Cibele Aguiar  EXCLUSIVO

Quando um grupo de pessoas se reúne para fortalecer um objetivo comum, as ideias ganham força e amplificam o potencial de alcance na sociedade. Essa é a ideia da Rede Mineira de Comunicação Científica, formada a partir da necessidade de fortalecer os esforços relacionados à popularização da ciência no Estado.

Relatório sobre o processo de elaboração da Resolução da Ética em Pesquisa nas Ciências Humanas e Sociais (CHS), prevista na Res. 466/2012 do Conselho Nacional de Saúde (CNS), com ênfase na conseqüente “consulta à sociedade”– FCHSSA

Em julho de 2013, a Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (CONEP) atendeu finalmente, e de modo parcial, às antigas e recorrentes reivindicações, feitas por pesquisadores e associações científicas das CHS, e reiteradas, mais recentemente, pelo Fórum de Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas (FCHSSA), de reconhecer a especificidade da avaliação da ética em pesquisa nessas áreas de conhecimento. A primeira reunião do Grupo de Trabalho realizou-se em 14 de agosto de 2013 e, desde esse encontro até outubro de 2015, foram realizadas 24 reuniões. A minuta de CHS foi apresentada ao 4o ENCEP, que se realizou entre 15 e 16 de outubro de 2015, e, em seguida, submetida ao CNS, em sua reunião regular de 11-12 de novembro deste ano. O GT CHS tem programada uma reunião no dia 23/11/2015, para avaliar o resultado da deliberação do CNS e, no caso de um encaminhamento positivo, retomar o processo de elaboração do novo formulário da Plataforma Brasil, adequado à nova resolução.

Desigualdades marcam o sistema público de educação – Rádio UFMG Educativa

Diferença nas notas da Prova Brasil foi tema da conferência da Semana do Conhecimento da UFMG, que começou hoje. O presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), Francisco Soares, concedeu entrevista sobre o assunto.

Leia mais.

EDUCAÇÃO PELO BRASIL

Pesquisa alerta para privatização da educação na América Latina – Jornal GGN

Países da América Latina e Caribe vivenciam o avanço de diferentes tendências de privatização da educação básica, processo que prejudica o acesso da sociedade a esse direito fundamental. A constatação faz parte da pesquisa intitulada “Tendências da privatização da educação na América Latina e no Caribe”, coordenada pela Campanha Latino-Americana pelo Direito à Educação (CLADE), rede que articula diversos grupos e entidades em defesa da educação.

Leia mais.

AMÉRICA LATINA

Infancia: el 25% de los chicos, sin protección social (Clarín, Argentina)
A una semana de las elecciones presidenciales, el futuro parece más cercano y si hay una población que marca lo que vendrá en el país es la infancia y la adolescencia.

Leia mais.

PENSAR INDICA

A edição 2015 da Semana do Conhecimento UFMG está sendo marcada por grandes novidades. Entre elas, a Mostra Virtual de Pesquisa e Extensão, organizada pela Rede de Museus da Universidade, ganha destaque por garantir fácil acesso da comunidade interna e externa aos pôsteres de projetos extensão vinculados à Rede que foram apresentados no XVIII Encontro de Extensão da UFMG. A Mostra Virtual é uma ótima oportunidade para aqueles que não podem comparecer nas exposições presenciais promovidas pelo Encontro manterem-se por dentro dos projetos desenvolvidos na Universidade e compartilharem com os alunos as experiências de atuação na Extensão.

INDICAÇÃO DO LEITOR

Tarcisio Mauro Vago – Uma lista de 10 filmes sobre professores e a arte de educar‏.

Bruna Prado – Ciclo de debates “Desconstruções” (Núcleo Estudos Organizacionais e Sociedade)

Chico Soares – Consulta pública sobre os indicadores selecionados para o monitoramento e avaliação do PNE

Participe do nosso boletim enviando sua indicação para o e-mail 

OPINIÃO DO LEITOR

Eliane Maciel em 16/10/2015 (EDITORIAL – Edição 101 – 16/10/2015 – Dia do(a) professor(a): há o que comemorar!)

UMA BOA REFLEXÃO!!!

Martina Rodrigues em 16/10/2015 (EDITORIAL – Edição 101 – 16/10/2015 –Dia do(a) professor(a): há o que comemorar!)

Ótimo texto!!!
E excelente pergunta!!!

Wildes Mariléia em 18/10/2015 (EDUCAÇÃO EM DEBATE – Edição 101 – 16/10/2015 – Conta da Educação Infantil/Marcelo Silva de Souza Ribeiro)

É ISSO MESMO! Não só esse rebaixamento, a que me contraponho, como também aos discursos vazios de valorização, qual não cede espaço formativo, suga as “almas”, o tempo do “reflexivo” deste profissional, restringe sua tarefa e limita suas possibilidades. Se respeitassem os professores todos os dias, este dia talvez não existisse para limpar a consciência com parabenizações, mas seria uma celebração de conquistas. Porém no cotidiano, relega o papel que é central – à secundário. Mas eu resisto e direi: quero um presente, neste presente, e sei que ninguém me oferecerá, por isso saio da zona de conforto e vou ao conflito conquistar o que nos é de direito. Conquistar meu tempo, meu direito de pensamento, o meu relacionamento e por consequência meu contento.

Meirisvalda Santos em 17/10/2015 (EDUCAÇÃO EM DEBATE – Edição 101 – 16/10/2015 – Conta da Educação Infantil/Marcelo Silva de Souza Ribeiro)

Pura verdade professor Marcelo, ainda tem a prática de retirar o professor que sobressai na educação infantil para o fundamental porque ,segundo algumas secretarias municipais, é um excelente professor e não pode ser desperdiçado com crianças tão pequenas. Ledo engano ,todo professor precisa ser bem preparado, principalmente quem trabalha com educação Infantil porque é responsável pelo alicerce do conhecimento da criança.

Participe do nosso boletim enviando sua opinião ou comentário para o e-mail 

TIRINHA

Por Vi-Venes 

É permitida a reprodução dos textos exclusivos, desde que seja citada a fonte.

O conteúdo dos textos publicados pelo Pensar a Educação em Pauta é de inteira responsabilidade de seus respectivos autores e não expressa necessariamente as opiniões de seus editores.

Projeto Pensar a Educação, Pensar o Brasil 1822/2022

Coordenação Geral – Luciano Mendes de Faria Filho e Tarcísio Mauro Vago

Pensar a Educação em Pauta
Coordenação Geral – Priscilla Bahiense e Luciano Mendes
Coordenação de Pesquisa e Diagramação: Sandra Ribas

Av. Antônio Carlos, 6627 – Belo Horizonte – MG – CEP: 31270-901
E-mail:  – Telefone: (31) 3409-5313

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *