Ano 3 – nº 101 / sexta-feira, 16 de outubro de 2015

EDITORIAL

Dia do(a) professor(a): há o que comemorar!

Chegamos a mais um dia dos professores. Como sempre, as manifestações de apreço aos professores e professoras de todo o Brasil são muitas, assim como são variadas as análises sobre as suas condições de trabalho, os seus salários e seu status social. Não faltam as afirmações sobre a importância da profissão e os lamentos sobre a recusa dos jovens em escolherem tão nobre carreira, acompanhadas, como sempre, das devidas justificativas, é claro! Continue Lendo.

NAS ONDAS DA EDUCAÇÃO 

No próximo Pensar a Educação Pensar o Brasil, conversamos sobre o XI Encontro de Pesquisa em Educação. O evento, que se estende por toda a semana na Faculdade de Educação, reúne mesas e conferências sobre vários assuntos, entre eles: educação infantil, políticas públicas voltadas para os docentes e formação de professores.

Todas as segundas-feiras, das 20h00 às 22h00, o programa Pensar a Educação Pensar o Brasil vai ao ar pela Rádio UFMG Educativa 104,5FM.

ENTREVISTA

“Ser Professor”

O programa Pensar a Educação Pensar o Brasil do dia 12 de outubro relembramos a série Ser Professor que foi ao ar em 2008.

CONVITE À LEITURA

“Centro di documentazione e ricerca sulla storia del libro scolastico e della letteratura per l’infanzia – CESCO” e “Museo della Scuola Paolo e Ornella Ricca”– Vera Lúcia Gaspar  EXCLUSIVO

Desta vez ocupamo-nos do “Centro di documentazione e ricerca sulla storia del libro scolastico e della letteratura per l’infanzia – CESCO” e do “Museo della Scuola Paolo e Ornella Ricca”, vinculados à Università di Macerata, situados na cidade de mesmo nome, localizada na região de Marche, centro da península no lado do mar Adriático.

EDUCAÇÃO EM DEBATE

Sobre luchas, conflictos e identidad docente – Jorgelina Tallei – EXCLUSIVO
Una de las primeras cuestiones que encontramos cuando ejercemos la profesión docente es afiliarnos o no al sindicato. ¿Por qué nos afiliamos a los sindicatos? Porque el Estado no ofrece las condiciones, porque las provincias tampoco, porque los municipios tampoco, porque la administración universitaria tampoco.

Parabéns professores(as)… por serem alvos de interesses temporais – Tiago Tristão Artero – EXCLUSIVO

Até que ponto a escola está subjugada aos mercadores da educação? Em que termos os(as) professores(as) são alvos de interesses temporais advindos de uma educação subjugada a critérios distantes dos pilares educativos (ressalte-se a dignidade humana e as relevantes práticas sociais).

A formação do gestor democrático precisa ser para além da escola? – Elaine Rodrigues do Carmo e Otavio Henrique Ferreira da Silva – EXCLUSIVO

Se os gestores municipais são os responsáveis pela garantia das políticas públicas e têm se prontificado para a sociedade como incapazes de consolidar uma gestão democrática da educação, a pergunta que se faz necessária para esta reflexão é, o que fazer?

Dia do professor, dia de festa – Nelson Pretto – EXCLUSIVO

Em 24 de agosto de 1974 tive minha primeira carteira assinada como professor. A escola era uma daquelas conhecidas, na Bahia de ontem, como “fábricas” e ficava ali em Nazaré, bem pertinho do tradicional e púbico Colégio Severino Ribeiro. Depois daquela primeira experiência (quase traumática!) como professor dessa “espécie” de escola, não parei mais de atuar na educação.

Conta da Educação Infantil – Marcelo Silva de Souza Ribeiro  EXCLUSIVO

Dia das crianças + dia do professor = educação infantil / professor da educação infantil. Essa espontânea matemática me trouxe de volta um sentido e um vigor para registrar algumas palavras sobre o referido resultado.

“As transferências nas escolas de São Paulo” – Professor Marcus Taborda

Geração de escolas de ciclo único da rede estadual de educação de São Paulo deve transferir mais de um milhão de estudantes. Alunos, pais e professores temem pelo fechamento de escolas. O professor Marcus Tabrda comenta a proposta na educação do estado de São Paulo.

Leia mais.

ENTREMEMÓRIAS

Cultura e formação de professores: a escola normal de Piracicaba – Ana Clara Bortoleto Nery e Tony Honorato – EXCLUSIVO

A Escola Normal Primária de Piracicaba foi fruto da transformação, em 1911, da Escola Complementar de Piracicaba – criada em março de 1896, instalada em 21 de abril de 1897 sob a direção de Antonio Alves Aranha.

PESQUISA EDUCACIONAL

SALLES, Leila Maria Ferreira; MELO, Luciano Plez de; SILVA, Joyce Mary Adam de Paula e; FONSECA, Débora Cristina. Os gestores escolares e a inserção das escolas na comunidade. Educação, Porto Alegre, v.38, n.1, p.113-123, jan.-abr. 2015.

Este trabalho tem por objetivo compreender os modos de inserção de duas escolas na comunidade na qual se situam por meio de depoimentos de gestores escolares. Busca-se investigar as representações dos gestores sobre a comunidade e desvelar os processos de aproximação e/ou distanciamento da escola com o entorno escolar.

Pesquisa Concluída – Sementes do espírito universitário – Maria de Lourdes Amaral Haddad – EXCLUSIVO

A decisão de divulgar este trabalho, em pleno ano de 2015, tem relação direta com a vontade de contribuir para manter viva e acessível a memória de um tempo e de um acontecimento que parece ter se perdido na primeira metade do século XX: o ambiente e as condições que permitiram a criação da Faculdade de Filosofia de Minas Gerais.

CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Abertura da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia em MG

O secretário de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes), Miguel Corrêa, acompanhado do diretor de Ciência, Tecnologia e Inovação da Fapemig, Paulo Sérgio Beirão, irão lançar, na próxima segunda-feira (19), duas chamadas públicas na ordem de R$4 milhões de reais. O anúncio faz parte da abertura oficial da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2015 em Minas Gerais.

Política de Periódicos reúne medidas para assegurar a qualidade das publicações científicas editadas no âmbito da UFMG – Jornal da Ciência
Toda a diversidade de periódicos publicada pela comunidade da UFMG passa a ter diretrizes referenciadas em política institucional que será lançada pelo reitor Jaime Ramírez dia 22 de outubro, às 9h, no auditório da Reitoria, como parte da programação da Semana do Conhecimento UFMG 2015. 

Por que o Brasil não deslancha? – Blog Roberto Amaral

Nosso investimento em CTI em relação ao PIB é de três a cinco vezes menor do o de qualquer país à nossa frente. Há estreita relação entre os investimentos empresariais e o volume de patentes registradas, e esse fato não temos como superar.

Leia mais.

EDUCAÇÃO PELO BRASIL

‘Brasil tem boas práticas na educação, mas tem de compartilhá-las pelo país’ – Portal BBC Brasil

Em tempos de crise econômica e austeridade, é ainda mais importante para o Brasil criar um ambiente em que a educação avance e que boas práticas existentes possam ser compartilhadas, diz o especialista britânico David Albury, que participa de projetos educacionais em diferentes partes do país.

Leia mais.

AMÉRICA LATINA

“En Chile prima la lógica mercantilista” (Página 12, Argentina)
Camila Vallejo no se deja engañar por los indicadores. El último Informe de Desarrollo Humano de Naciones Unidas podrá situar a Chile dentro del grupo de estados con “desarrollo humano muy alto” en el ámbito educativo. 

Leia mais.

PENSAR INDICA

Na próxima semana, a UFMG realiza a 24ª Semana do Conhecimento, com o tema “Luminosidades”, que integra a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, que este ano propõe o tema “Luz, Ciência e Vida”. Esse é um evento anual da UFMG que conta com a participação de toda a comunidade acadêmica em diversas atividades, proporcionando momentos de reflexão, difusão e troca de conhecimentos, favorecendo a interação e compartilhamento de experiências. Acesse o site e veja a programação.

INDICAÇÃO DO LEITOR

Felipe Andres Zurita Garrido – Ciclo de Cinema e Educacao em América Latina – Organizado pelos alunos do Doutorado Latinoamericano da FaE.

Marina Pinto de Andrade – Abertura Oficial da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2015

Participe do nosso boletim enviando sua indicação para o e-mail 

OPINIÃO DO LEITOR

Joaquim Ramos em 10/10/2015 (SEÇÃO ESPECIAL 100 – Edição 100 – 09/10/2015 – Escrever para este boletim. Um pouco do que tem sido/Alexandre Fernandez Vaz)

Isso é que faz a caminhada!

Edith Lotufo em 09/09 /2015 (EDITORIAL – Edição 100 – 09/10/2015 – “Petista bom é petista morto”. E depois?)

Muito bom o alerta deste texto! Eu o compartilhei para dar destaque para cada parabéns pelo dia dos professores que eu vou receber na semana que vem. Temos que assumir nosso papel de educadores! Eu penso também que tudo nos educa, tudo compõe quem somos. Nosso silêncio e nossa omissão são um peso difícil de carregar, ainda mais sendo professores. Continue lendo.

Mina Regen em 10/10/2015 (EDITORIAL – Edição 100 – 09/10/2015 – “Petista bom é petista morto”. E depois?)

Infelizmente civismo e respeito à diversidade anda em falta no país! Até quando calaremos ante às barbáries perpretadas por ambos os lados – policiais e a chamada “elite” de um lado e os pelegos de outro??

Carlos Henrique Tretel em 13/10/2015 (EDITORIAL – Edição 100 – 09/10/2015 – “Petista bom é petista morto”. E depois?)

Preocupante, caro leitor/colaborador do Pensar, o ódio que se destila contra os petistas como se fossem eles os responsáveis por todos os problemas que nos afligiam ontem, nos afligem hoje e nos afligirão amanhã. Continue lendo.

Leia mais.

Participe do nosso boletim enviando sua opinião ou comentário para o e-mail 

TIRINHA

Tiras Armandinho

É permitida a reprodução dos textos exclusivos, desde que seja citada a fonte.

O conteúdo dos textos publicados pelo Pensar a Educação em Pauta é de inteira responsabilidade de seus respectivos autores e não expressa necessariamente as opiniões de seus editores.

Projeto Pensar a Educação, Pensar o Brasil 1822/2022

Coordenação Geral – Luciano Mendes de Faria Filho e Tarcísio Mauro Vago

Pensar a Educação em Pauta
Coordenação Geral – Priscilla Bahiense e Luciano Mendes
Coordenação de Pesquisa e Diagramação: Sandra Ribas

Av. Antônio Carlos, 6627 – Belo Horizonte – MG – CEP: 31270-901
E-mail:  – Telefone: (31) 3409-5313

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *