Menu

Ano 3 – nº 079 / sexta-feira, 24 de abril de 2015

EDITORIAL

Pesquisa em educação: as sínteses necessárias

Todos os indicadores utilizados para avaliar a pesquisa em educação no país atestam que, na última década, houve um expressivo crescimento da produção do conhecimento na área. O número de programas de pós-graduação mais que dobrou na última década, chegando a quase 200 atualmente; a área de educação é a maior área acadêmica do sistema nacional de ciência e tecnologia, somando, em 2010,  mais de 14 mil pesquisadores, excluídos os estudantes, inscritos no diretório de pesquisa do CNPq; temos mais de uma centena de  revistas acadêmicas, centenas de encontros acadêmicos anuais e dezenas de editoras especializadas em todo o Brasil. Continue lendo.

NAS ONDAS DA EDUCAÇÃO

Fique atento às atrações do programa de rádio “Pensar a Educação, Pensar o Brasil” do dia 27 de abril de 2015

No programa de rádio “Pensar a Educação, Pensar o Brasil”  do dia 27 de abril, transmitiremos uma entrevista com Magda Becker Soares, professora emérita da Faculdade de Educação da UFMG . A professora,  que é referencia no ensino de línguas e nas discussões sobre  alfabetização e letramento,  fala  sobre sua trajetória, sobre o que significa ser professora e sobre sua relação com o conhecimento. No Programa haverá,  também,  a Reportagem Especial, a agenda da educação com os principais eventos da semana e a coluna Educação em Pauta.

Todas as segundas-feiras, das 20h00 às 22h00, o programa Pensar a Educação Pensar o Brasil vai ao ar pela rádio UFMG Educativa 104,5FM.

ENTREVISTA

“Tiradentes, a Construção do Mito” – Thais Nivia de Lima e Fonseca

No dia 20 de abril o Pensar a Educação, Pensar o Brasil reprisou a entrevista com a professora Thais Nivia de Lima e Fonseca, que foi ao ar no dia 21 de abril de 2008. A professora fala de como foi formado o mito de Tiradentes celebrado hoje em dia.

CONVITE À LEITURA 

Memórias da Escola 2 – Cleide Maria Maciel de Melo – EXCLUSIVO

Se as atividades e materiais para ensinar/aprender a leitura não se colocavam para mim como um problema, não posso dizer a mesma coisa da escrita. Não me esqueço do esforço do sô João para escrever.

EDUCAÇÃO EM DEBATE

Concepções de gestão escolar e as consequências no processo de ensino-aprendizagem – Tiago Tristão Artero – EXCLUSIVO

As conduções que o processo de gestão provoca nas mediações existentes, devem ser analisadas desde a elaboração do projeto político da escola, até a repercussão desse projeto no trato com o aluno e na relação docente/dicente.

Diálogos entre Universidade e Escola Básica: aproximação entre espaços de atuação – Elaine Teixeira Pereira – EXCLUSIVO

As inúmeras demandas do cotidiano escolar, na maioria das vezes, não permitem que reservemos um tempo para estudos e aprofundamentos, tão caros ao trabalho docente. Isso se agrava se estiverem em pauta os conhecimentos advindos das ciências que embasam a educação, como é o caso da História e da Sociologia.

Eduardo Galeano y América Latina – Felipe Zurita Garrido – EXCLUSIVO

Eduardo Galeano, aquel entrañable periodista y escritor uruguayo, se nos fue el pasado. 

Rodas de Conversa: interesse público, acolhimento ético, ação formativa – Marcus Vinícius Carvalho – EXCLUSIVO

Ações e discursos políticos, na medida em que permaneçam fora da esfera da violência, são realizados por meio de palavras, constituindo ação decisiva o ato de encontrar as palavras certas no momento certo a fim de que tudo possa ser decidido mediante palavras e persuasão, e não por força e violência.

Ensinar arte para quê? – Iriana Nunes Vezzani – EXCLUSIVO

A palavra mediador significa “entre”, “entre as coisas”. Entre a arte e o aprendiz é possível um encontro rico, instigante e sensível. Mediação é encontro de repertórios, é ir além dos conteúdos, é reflexão, é experiência, é aproximação, é polimento!  E se polimento é uma estranha transação entre o sujeito e o objeto, entre aluno e professor é um desafio!

Carta aberta: educadores se opõem aos ataques contra Paulo Freire – change.org

Suas ideias foram consideradas “perigosas”, no Brasil, durante a ditadura militar, porque desafiavam o autoritarismo. Hoje elas continuam a incomodar e fustigar grupos que, equivocada e deliberadamente, buscam impor e legitimar propostas autoritárias e conservadoras. 

Os desafios da Nova presidência da CAPES – Educação em Pauta – Luciano Mendes de Faria Filho

No dia 15 de abril o Ministro da Educação, professor Renato Janine convidou o professor e pesquisador Carlos Nobre para assumir a presidência da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, a Capes. O órgão é responsável pela expansão e consolidação da pós-graduação pelo país e pelo programa de intercâmbio Ciência sem Fronteiras. Na coluna educação em Pauta de Segunda feira o professor Luciano mendes conversou com o jornalista Vinicius Luiz sobre os desafios que o professor enfrenta à frente do coordenadoria.

Leia mais notícias…

CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Fazer educação no Amazonas é um desafio”, diz reitor do Ifam, Antônio Venâncio  – Jornal da Ciência

Servidor público por mais de 20 anos, egresso da extinta Escola Técnica Federal do Amazonas (Etfam) e professor, o recém-empossado reitor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (Ifam), Antônio Venâncio, expos à Agência FAPEAM quais serão as metas e os principais desafios ao longo da gestão pelos próximos quatro anos.

O papel das universidades nos sistemas nacionais de inovação  – Notícias UFMG
Em consórcio internacional com participação da UFMG, especialistas analisam papel das universidades na construção dos sistemas nacionais de inovação.

Leia mais notícias…

EDUCAÇÃO PELO BRASIL

Seminário Anual do Projeto Pensar a Educação Pensar o Brasil – 1822/2022 discute a formação de professores. 

No dia 30 de abril, quinta-feira, para dar continuidade ao tema de 2015 “Das escolas normais à pós-graduação: 180 anos de formação de professores no Brasil”, a pesquisadora e professora emérita da UFMG e atualmente professora visitante da Universidade Federal de Ouro Preto, Eliane Marta Lopes, trará a conferência intitulada Eu,Escola Normal. O seminário acontece a partir das 19h, no auditório Neidson Rodrigues da Faculdade de Educação da UFMG, no Campus Pampulha. Outras opções para acompanhar o seminário serão a transmissão pela rádio Web FaE, acessando o link a seguir e seguindo às instruções descritas na página: http://www.radio.fae.ufmg.br/ ou, ainda, a transmissão ao vivo por áudio e vídeo pelo canal do Projeto Pensar a Educação Pensar o Brasil – 1822/2022: www.youtube/PensarEdu. A entrada é gratuita e a participação dará direito a certificado. Clique aqui e veja a programação completa.

Educadores no debate – Boletim UFMG

“O boletim é a ação mais recente. Vai ao ar toda sexta-feira à tarde em nosso site, contemplando a divulgação científica na área de educação. É também um espaço de disputa de opiniões repercutido por vários órgãos de pesquisa e publicações do país. Embora tenha começado na UFMG, o projeto ultrapassa as fronteiras da Universidade”, destaca Luciano Mendes.

Leia mais notícias…

AMÉRICA LATINA

Mitos sobre la percepción social de los docentes (Página 12, Argentina)

Hace algunos días, una importante consultora publicó una encuesta que revela, entre otras cosas, el nivel de confianza que los argentinos tienen en las instituciones. 

Leia mais notícias…

PESQUISA EDUCACIONAL

FILGUEIRAS, Juliana MirandaAs políticas para o livro didático durante a ditadura militar: a COLTED e a FENAME. História da Educação, v.19, n.45, 2015.

Neste artigo se analisa a constituição e realizações da Comissão do Livro Técnico e do Livro Didático e da Fundação Nacional do Material Escolar. Os dois órgãos foram criados pelo MEC nos anos 1960, mas possuíam diretrizes diferentes para os livros didáticos. Enquanto a Colted tinha o objetivo de estimular a expansão da indústria do livro, a Fename deveria produzir materiais didáticos para distribuição ou venda a preço de custo. 

PENSAR INDICA

TEIA: Territórios, Educação Integral e Cidadania, criado em 2008, na Faculdade de Educação da UFMG, busca ser um núcleo de articulação entre várias ações de pesquisa, ensino e extensão no campo da educação integral e cidadania. Configura-se como um espaço de reflexão e intervenção voltado para a garantia da educação como um direito individual e coletivo, necessária para a construção de uma sociedade democrática e inclusiva.

INDICAÇÃO DO LEITOR

Raumar Rodríguez Giménez – Gubernamentalidad y educación (Revista Pedagógica/ UdelaR)

Participe do nosso boletim enviando sua indicação para o e-mail 

OPINIÃO DO LEITOR

Comentários pelo Facebook

Ale Shueler em 17/04/2015 (EDUCAÇÃO EM DEBATE – Edição 078 – 17/04/2015 – O lugar dos homens e da profissionalização na Educação Infantil – uma questão para o debate/Sandro V. S. dos Santos e Joaquim Ramos)

Muito bom!!!!

Ale Shueler em 17/04/2015 (CIÊNCIA E TECNOLOGIA – Edição 078 – 17/04/2015 – Pós Graduação e Pesquisa no Brasil: as faces perversas de um projeto exitoso/Luciano Mendes de Faria Filho)

“É preciso libertar a pesquisa da pós-graduação!” Reflexão urgente!

Valter Bracht em 18/04/2015 (CIÊNCIA E TECNOLOGIA – Edição 078 – 17/04/2015 – Pós Graduação e Pesquisa no Brasil: as faces perversas de um projeto exitoso/Luciano Mendes de Faria Filho)

Luciano, parabéns pela reflexão. Tocou em pontos importantíssimos e que são meio tabu no plano da pós-graduação. Gostaria de reforçar a suspeita de que pode vir resistência forte do próprio meio acadêmico, refiro-me aos docentes e pesquisadores da educação, para as necessárias mudanças, principalmente no tocante a mudar a relação da produção acadêmica com a intervenção (superar o academicismo que parece tomar conta da área da educação (e da Educação Física que é a minha praia). Mais uma vez parabéns pela qualidade da reflexão e pela coragem!

TIRINHAS

Armandinho e o dia do Índio – Jornal GGN 

Participe do nosso boletim enviando sua opinião ou comentário para o e-mail 

É permitida a reprodução dos textos exclusivos, desde que seja citada a fonte.

Projeto Pensar a Educação, Pensar o Brasil 1822/2022
Coordenação Geral – Luciano Mendes de Faria Filho e Tarcísio Mauro Vago

Pensar a Educação em Pauta
Coordenação Geral – Priscilla Bahiense e Luciano Mendes
Coordenação de Pesquisa e Diagramação: Sandra Ribas

Av. Antônio Carlos, 6627 – Belo Horizonte – MG – CEP: 31270-901
E-mail:  – Telefone: (31) 3409-5313

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *