Menu

Ano 3 – nº 077 / sexta-feira, 10 de abril de 2015

EDITORIAL

Maioridade penal e projeto societário

As crianças não pedem para nascer; a natalidade é uma responsabilidade dos adultos  que devem criar as condições para a vida digna das novas gerações que trazemos ao nosso mundo. Esta dimensão de qualquer projeto societário, por mais óbvia que pareça, precisa ser lembrada no momento em que, mais uma vez, um grupo expressivo de adultos quer imputar aos próprios adolescentes e jovens brasileiros a responsabilidade pelos desacertos de nossa sociedade. Continue lendo.

NAS ONDAS DA EDUCAÇÃO

Fique atento às atrações do programa de rádio “Pensar a Educação, Pensar o Brasil” do dia 13 de abril de 2015

O programa de rádio “Pensar a Educação, Pensar o Brasil” do dia 13 de abril de 2015 faz a sua primeira visita do ano à uma escola. Nós vamos transmitir diretamente da Escola Municipal Zilda Arns, no bairro Visconde de Rio Branco. Nesta edição especial, os alunos e professores fazem o programa com a gente, participando da entrevista, programação musical e muito mais.

Todas as segundas-feiras, das 20h00 às 22h00, o programa Pensar a Educação Pensar o Brasil vai ao ar pela rádio UFMG Educativa 104,5FM.

ENTREVISTAS

Dissertação do Mês: “Atividades lúdicas em Ciências no ensino fundamental II na temática do controle da dengue” – Bárbara Carvalho – EXCLUSIVO

A primeira edição da Tese do Mês de 2015 foi com o trabalho de conclusão de mestrado em educação de Bárbara Carvalho. O objetivo da pesquisa foi investigar como as atividades lúdicas sobre a dengue estão recontextualizadas pelos livros didáticos de ciências do Ensino Fundamental II. A mestre que atua como professora de ciências na rde municipal de Contagem delimita um conceito de atividades lúdicas e discute os resultados de sua análise.

Série de entrevistas: “O Inep que a sociedade precisa”

Iniciamos um diálogo com diferentes representantes da comunidade acadêmico-científica, do mundo da escola, da gestão pública e da sociedade em geral para discutirmos a missão do Inep, sua atuação no campo da pesquisa educacional, seu papel na implementação do Plano Nacional de Educação etc.

CONVITE À LEITURA 

Leitura: modo de usar IV – Eliane Marta Teixeira Lopes – EXCLUSIVO

Vou ao tradutor do Google (pronto, falei!), que por sinal está muito bem estruturado, e acho, KINDLE: acender; entusiasmar; arder; estimular; excitar; incendiar etc. Nada mal, hein? Atendendo às recomendações de UE conferi com o Webster: tudo corretíssimo!

EDUCAÇÃO EM DEBATE

Cotas como pretexto (1) – Juca Gil – EXCLUSIVO

Então, apesar de não ter o poder magnânimo de equacionar nenhum dos problemas citados, me parece que as ações afirmativas têm potencial de incidir sobre todos eles, e servem de pretexto para repensarmos vários assuntos essenciais dos mesmos. 

A indisciplina no contexto escolar e a prática docente – Tiago Tristão Artero  EXCLUSIVO

Em relatos de professores diversos em relação à mesma turma, notaremos que um se refere a uma turma indisciplinada e outro poderá apontar uma turma possuidora de energia incrível, bem como uma ótima capacidade de criação.

Antônio Cândido elogia nomeação de Janine para Educação – Brasileiros

No vídeo, Cândido explica historicamente a importância da convergência entre o Ministério e o titular da pasta desde que ela foi fundada, em 1930, pouco depois da vitória do movimento armado que colocou Getúlio Vargas no poder.

A redução da mairoridade penal – Educação em Pauta – Marcus Taborda

Na ultima semana, a comissão de Constituição e Justiça aprovou a formação de uma comissão para discutir o Projeto de Emenda Constitucional 171. O projeto passa a maioridade penal de 18 para 16 anos. Na coluna Educação em Pauta o professor Marcus Taborda conversou com o jornalista Vinicius Luiz sobre esta primeira faze do projeto e o que significa a mudança da idade mínima para imputar criminalmente os adolescentes.

Leia mais… 

CIÊNCIA E TECNOLOGIA 

GT do CNPq solicita propostas para elaboração de política de CT&I em Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas – Jornal da Ciência

O grupo de trabalho é composto por Carmen Rial, coordenadora do GT do CNPq. Pelos pesquisadores Eduardo Morettin (relator); Fernanda Sobral; José Gondra; José Ricardo Ramalho (em substituição a Gustavo Lins Ribeiro); Luciano Mendes (relator). Também compõem o grupo Maria Ângela Cunico; Selma Leitão Santos e Virginia Pontual.

Leia mais notícias

EDUCAÇÃO PELO BRASIL

Entrevista com Renato Janine Ribeiro – Observatório da Imprensa 

Alberto Dines entrevista o ministro da educação, Renato Janine Ribeiro. No programa, Janine falou sobre as suas expectativas em relação ao Ministério da Educação e fez uma reflexão sobre as recentes manifestações e a polarização política no país.

A íntegra da carta aberta da presidente da Apeoesp a Reinaldo Azevedo – Diário do Centro do Mundo

Da presidenta do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp), Maria Izabel de Azevedo Noronha, para o blogueiro da Veja Reinaldo Azevedo.

PUC-Campinas vai apurar episódio de racismo em curso de Direito – Diário do Centro do Mundo

A Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas) vai investigar o caso de um estudante do 1º ano de Direito que teria sofrido ofensas racistas no Facebook, na página “Direito Puc Campinas”, administrada por alunos.

Leia mais notícias

AMÉRICA LATINA

Sin evaluación no mejorará el sistema de educación (Clarín, Argentina)

La nota del 26 de marzo del diario Clarín sobre el Operativo Nacional de Educación (ONE) 2013 nos muestra una realidad de nuestro país que causa indignación. 

Leia mais notícias

PESQUISA EDUCACIONAL

DAVIS, NicholasA fiscalização das contas da educação pelos Tribunais de Contas do Ceará. Revista de Educação Pública, n.55(2015) 

O artigo examinou procedimentos do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) e do Tribunal de Contas do Estado do Ceará (TCE) para contabilizar a receita e despesa vinculada à educação, constatando equívocos e inconsistências.

PENSAR INDICA

Biblioteca Nacional possui um acervo com mais de 10 milhões de itens, por isso foi considerada pela UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) como a sétima maior biblioteca nacional do mundo e, também, a maior biblioteca da América Latina. Além do conteúdo que pode ser consultado pessoalmente, muitas obras são disponibilizadas on-line. Além disso, é disponível aos usuários fazer pesquisas documentais utilizando o site da BN. 

INDICAÇÃO DO LEITOR

Eliane Marta Teixeira Lopes – Convite para o lançamento do livro Santo Antônio, de Eliane Marta Teixeira Lopes, da coleção BH. A cidade de cada um.

Participe do nosso boletim enviando sua indicação para o e-mail 

OPINIÃO DO LEITOR

R. Fábio – Oi bom dia prof. Luciano, 

Excelente matéria sobre os desafios do novo Ministro da Educação, prof. Renato Ribeiro….. A educação deve ser pensada em todo o conjunto, da Educação Básica as Universidades, bem lembrado os repasses para a rede particular sem a cobrança da qualidade no ensino, por exemplo, temos alguns casos de escolas técnicas que ao oferecer curso em parceria com o Estado, apresente a falta de módulos extremamente essenciais para a conclusão do curso, como pode? Enfim são os desafios da Educação…. Que o novo Ministro tenha sabedoria para equacionar estes graves problemas. Parabéns pelo Pensar a Educação. Abçs. 

Comentários pelo Facebook:

Aleluia Heringer em 02/04/2015 (EDITORIAL – Edição 076 – 02/04/2015 – Educação Brasileira: os desafios do novo Ministro)

Como brasileira desejo ao novo Ministro Renato Janine, sabedoria e o discernimento. Como exposto acima, os desafios não são poucos.

Clélia Aurélio Silva em 03/04/2015 (EDITORIAL – Edição 076 – 02/04/2015 – Educação Brasileira: os desafios do novo Ministro)

“Quando uma criatura humana desperta para um grande sonho e sobre ele lança toda a força de sua alma, todo o universo conspira a seu favor.”(Goethe) Por favor Ministro Renato Janine Ribeiro, priorize os programas da educação básica, pois vejo como prioridade os recursos do Fies, até na propaganda da Presidente e do MEC, julgo que antes de investir na educação superior privada, penso antes na educação básica , esta muito mais importante. Vejo congressistas agindo pelo lobby das escolar particular e quem fará lobby pelas publicas?

Maria Beatriz Luce em 03/04/2015 (EDITORIAL – Edição 076 – 02/04/2015 – Educação Brasileira: os desafios do novo Ministro)

Subscrevo inteiramente, com confiança na disposição do Professor Renato Janine Ribeiro para prestigiar o diálogo com os professores, os dirigentes de órgãos de Estado e os movimentos sociais comprometidos com a qualidade da escola pública como direito de todo/as e fundamento da democracia.

Sonia Soares em 06/04/2015 (EDITORIAL – Edição 076 – 02/04/2015 – Educação Brasileira: os desafios do novo Ministro)

Escola pública de qualidade como um direito social…a carreira única das professoras e dos professores da educação básica fazem parte de uma escola publica de qualidade. Espero que o professor Renato Janine Ribeiro perceba essa importância de garantir esse direito social de uma escola publica de qualidade

Otávio Henrique em 02/04/2015 (EDUCAÇÃO EM DEBATE – Edição 076 – 02/04/2015 – O programa Primeira Escola e as transformações ao longo de sua existência/Sandro Vinicius Sales dos Santos)

Realmente se ter escolas de educação infantil com 450 crianças é um grande exagero, acredito que a pressão pela demanda de vagas é um pressuposto para haver nos projetos tamanha grandeza física de escola. Uma unidade de educação infantil com três ou quatro andares não entraria em conflito com as diretrizes da educação infantil? Será que as propostas pedagógicas destas Umeis contemplam está verticalidade física dos prédios escolares?

Lívia Tripoli em 03/04/2015 (EDUCAÇÃO EM DEBATE – Edição 076 – 02/04/2015 – A violência no contexto escolar e o corpo que fala/Tiago Tristão Artero)

Super válidas suas colocações, difícil conciliar o que a sociedade de fato espera do aprendizado escolar.

Ana Tereza Landolfi Toledo em 04/04/2015 (EDUCAÇÃO EM DEBATE – Edição 076 – 02/04/2015 – Afinal, o que é o D.A. da FaFICH?/Igor Rocha)

Ótimo texto, traduz muito a atmosfera da fafich atual, além de apontar caminhos que realmente podem trazer significativas mudanças, como: diálogo e respeito

Participe do nosso boletim enviando sua opinião ou comentário para o e-mail 

É permitida a reprodução dos textos exclusivos, desde que seja citada a fonte.

Projeto Pensar a Educação, Pensar o Brasil 1822/2022
Coordenação Geral – Luciano Mendes de Faria Filho e Tarcísio Mauro Vago

Pensar a Educação em Pauta
Coordenação Geral – Priscilla Bahiense e Luciano Mendes
Coordenação de Pesquisa e Diagramação: Sandra Ribas

Av. Antônio Carlos, 6627 – Belo Horizonte – MG – CEP: 31270-901
E-mail: – Telefone: (31) 3409-5313

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *