Menu

Ano 3 – nº 076 / sexta-feira, 02 de abril de 2015

EDITORIAL

Educação Brasileira: os desafios do novo Ministro

A escolha do prof. Renato Janine Ribeiro para comandar o Ministério da Educação foi uma grata surpresa que ultrapassa em muito o campo educacional. Observador arguto da realidade brasileira, teórico refinado e de reconhecida erudição, Renato Janine transfere ao ministério Dilma certa aura de idoneidade e permite pensar que a época da balcanização da educação pode ter sido superada neste governo. Continue lendo.

NAS ONDAS DA EDUCAÇÃO

Fique atento às atrações do programa de rádio “Pensar a Educação, Pensar o Brasil” do dia 06 de abril de 2015

A primeira segunda feira de março é dia de tese do mês. Bateremos um papo com a Barbara Carvalho sua tese de doutorado “Atividades lúdicas em Ciências no ensino fundamental II na temática do controle da dengue”.

Segunda-feira também tem Educação em Pauta com o professor Marcus Taborda, Reportagem Especial sobre o ensino no Sistema Socioeducativo, a Agenda da Educação com eventos acadêmicos e culturais, além do professor Eugênio Magno com a Seção Especial Cinema Falado.

Todas as segundas-feiras, das 20h00 às 22h00, o programa Pensar a Educação Pensar o Brasil vai ao ar pela rádio UFMG Educativa 104,5FM.

ENTREVISTA DA SEMANA

Manifestações populares, consciência política e cidadania – Professora Mara Telles – EXCLUSIVO

Na segunda feira, dia 30 de março, o Programa Pensar a Educação, Pensar o Brasil recebeu a professora do Departamento de Ciência Política da UFMG, Mara Telles. Na pauta de discussão a atual configuração política do Brasil e as manifestações.

CONVITE À LEITURA 

Autobiografia de todo mundo, uma inspiradora leitura de contexto – Vera Lúcia Gaspar– EXCLUSIVO

Ainda que muitas vezes não seja possível destrinchar o emaranhado de situações e detalhes que envolvem a construção textual e teórica, o exercício continua válido. Nesta tarefa temos alguns aliados e aqui destaco um livro singular, escrito por Gertrude Stein (1874-1946) cujo título já é uma provocação “Autobiografia de todo mundo”.

EDUCAÇÃO EM DEBATE

Basta de Paulo Freire y la barbarie / Chega de Paulo Freire e da barbárie (versão portuguesa – tradução Felipe Zurita Garrido) – Mariano Narodowski  EXCLUSIVO

Basta de Freire. Basta de un pedagogo es basta de todo  pedagogo. Basta de pedagogía: es la dilución  de la educación a un acto irreflexivo, la automatización divorciada de todo pensamiento. En síntesis, basta de Paula Freire es la barbarie.

Tecnologia Digital e a Educação: do choque à esperança – Aleluia Heringuer Lisboa – EXCLUSIVO

O professor não é mais fonte de informação, ou pelo menos a única. Então é preciso compreender o contexto. Não ter a informação não é a mesma coisa de não ter o critério.

O programa Primeira Escola e as transformações ao longo de sua existência– Sandro Vinicius Sales dos Santos – EXCLUSIVO

A construção das Unidades Municipais de Educação Infantil (UMEIs) tem se configurado como um projeto pioneiro que, indubitavelmente, marca historicamente a educação do município, pois, pela primeira vez são edificadas instituições educacionais concebidas a partir das necessidades de desenvolvimento das crianças de até cinco anos e oito meses.

A violência no contexto escolar e o corpo que fala – Tiago Tristão Artero –EXCLUSIVO

Há, impregnado nos movimentos, nas atitudes humanas corporais, a cultura de determinada nação, dos indivíduos. A linguagem do corpo baseia-se no desenvolvimento filogenético e ontogenético e é facilmente observada na natureza. A razão, a emoção, a carga de linguagem presente nos gestos e movimentos, ali está o ser social: nos movimentos.

Aprendizagem de pessoas com deficiência: assunto tabu nas discussões sobre inclusão – Romerito Costa Nascimento – EXCLUSIVO

Nos últimos doze anos, a educação de pessoas com deficiência vem tomando grande destaque nos diversos espaços voltados ao atendimento deste público. Sabemos que são diversas as contribuições neste sentido e que ainda há muita coisa a ser discutida.

O novo ministro da Educação – Educação em Pauta – Marcus Taborda

Na ultima sexta feira a presidenta Dilma Rouseff anunciou o nome do professor Ricardo Janine Ribeiro da USP como novo Ministro a Educação. Ele é indicado para assumir a pasta depois que Cid Gomes se demitiu no dia 18 de março após bater boca com deputados durante uma reunião do congresso. Na coluna Educação em Pauta de segunda feira o professor Marcus Taborda conversou com o jornalista Vinicius Luiz sobre a indicação da presidencia.

Das  Escolas Normais à Pós Graduação: 180 anos de  formação de professores no Brasil – Bernardete Gatti

No dia 26 de março, começou o 9º seminário anual do Pensar a Educação, Pensar o Brasil. Com o tema “Das Escolas Normais á Pós-Graduação: 180 anos de formação de professores no Brasil” o seminário propõe celebrar a data e principalmente pensar, com esta perspectiva histórica, a formação de profissionais da educação atualmente. 

 

Carta Aberta: Obrigado Paulo Freire! – Grupo de Estudos e Pesquisas Paulo Freire (GEPPF) 

Prezados(as),

Vimos à presença de vocês pedindo licença para nos posicionarmos, primeiramente enquanto educadores(as) capixabas e brasileiros, e depois como estudiosos/pesquisadores da educação, frente a algumas manifestações particulares no interior das manifestações do último domingo, dia 15/03/2015.

A escola encantada – Isaac Roitman – Correio Braziliense

Na educação infantil, as brincadeiras são cláusulas pétreas que contribuem para o desenvolvimento das potencialidades para a relação interpessoal virtuosa e para o conhecimento mais amplo da realidade social e cultural. 

Na Finlândia, competência toma lugar do conteúdo – Porvir

Redesenho do sistema educacional coloca projetos transversais à frente de disciplinas. Leia entrevista com secretária de Helsinque.

Para que serve a educação? – Fei Beto – Dom Total

Uma educação libertadora é a que almeja conquistar hegemonia por consenso. Uma educação crítica e cooperativa é capaz de reproduzir as bases materiais e espirituais de uma sociedade baseada na solidariedade.

Carta à Presidenta Dilma Rousseff – Campanha Nacional pelo Direito a Educação

Excelentíssima Senhora Presidenta da República 
A rede da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, a maior e mais plural articulação da sociedade civil brasileira em defesa e promoção dos direitos educacionais, lhe parabeniza pela escolha do lema “Brasil: pátria educadora”. 

Leia mais…

ESPECIAL UFMG

A UFMG em questão – Luciano Mendes de Faria Filho – EXCLUSIVO

A publicação de uma  série de reportagens do jornal Estado de Minas sobre as questões que o próprio jornal identifica por tráfico de drogas,  por insegurança e por vandalismo nas dependências da UFMG, notadamente na Faculdade de  Filosofia e Ciências Humanas  – FAFICH, tem mobilizado a comunidade universitária numa rara reflexão sobre a situação e sobre os rumos da maior universidade federal de Minas e uma das mais importantes do país.

Inclusão sim, preconceito não – Amanda Soares – EXCLUSIVO

Devemos falar sobre o racismo que infelizmente ainda é tão presente em nossas vidas, é preciso derrubar esse estereótipo de que a Universidade não é lugar para os negros, é essencial combater o discurso de que existe uma hierarquia de raças, afinal em diversos momentos cotidianos as pessoas assumem uma postura racista e fortemente preconceituosa. 

Afinal, o que é o D.A. da FaFICH? – Igor Rocha – EXCLUSIVO

A questão mais problemática, que me estarrece quando eu penso na FaFiCH que eu fiz e faço parte e também pensando em sua tradição política é uma enorme indiferença reinante e disseminada diante do fato de que a sala do mesmo diretório acadêmico que, em vários momentos da história, foi um símbolo de resistência política, está (ao menos institucionalmente, segundo medidas anunciadas pela FaFiCH) fechada.

Serie de matérias do jornal Estado de Minas denuncia o tráfico de drogas dentro da UFMG

A denuncia feita pelo jornal da capital mineira destaca o comercio de entorpecentes dentro do Campus Pampulha da UFMG. A serie que inclui matérias escritas e vídeo reportagens destaca o envolvimento de adolescentes e o uso dos espaços universitários.

Nota da Reunião dos Estudantes de História (27/03) aberta à adesão da comunidade da Fafich

Nesse momento, é importante falar sobre a questão do tráfico e do uso de drogas dentro da universidade. Essa não é recente, não é exclusividade da FAFICH, e não foi trazida para a UFMG pela juventude negra. Ela perpassa a atual política antidrogas brasileira, que se fundamenta na repressão e proibição, e faz parte da nossa realidade social e, principalmente, desses jovens.

Congregação da Fafich anuncia medidas para ampliar segurança e inclusão na Unidade – Notícias UFMG

Após reunião extraordinária nesta segunda-feira, 30 de março, a Congregação da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas (Fafich) apresentou uma série de medidas e ações para garantir a segurança na Unidade, combater o tráfico de drogas, o assédio e a depredação do patrimônio público. A Congregação assegurou, ainda, a manutenção do calendário acadêmico para todos os cursos.

CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Elaboração de modelos anatômicos com material de baixo custo financeiro: os desafios do Laboratório de Anatomia da Universidade de Pernambuco – Campus Petrolina – Paulo Adriano Schwingel – EXCLUSIVO

O fato do Laboratório de Anatomia da UPE Campus Petrolina contar com poucas peças anatômicas e apenas um cadáver em seu acervo, fomentou a proposta de um projeto de pesquisa que objetiva avaliar o processo de ensino e aprendizagem da disciplina de anatomia humana a partir da elaboração de modelos anatômicos com material de baixo custo financeiro.

Comissão da ALMG aprova indicação de presidente da FAPEMIG ​ – FAPEMIG

A indicação de Evaldo Ferreira Vilela à FAPEMIG foi analisada e aprovada, na semana passada, pelos deputados da Comissão Especial da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). 

FAPESP integra Plataforma Transatlântica para Ciências Sociais e Humanas –Agência FAPESP

A Plataforma Transatlântica para Ciências Sociais e Humanas (T-AP, na sigla em inglês), formada pela FAPESP e outras 11 agências de fomento das Américas e da Europa, deu início em janeiro a uma série de workshops para identificar oportunidades de cooperação entre os continentes e novas direções para projetos multilaterais.

Acervo aberto – Boletim da UFMG

Digitalizada, coleção da escritora Carolina Maria de Jesus já pode ser consultada por pesquisadores.

Leia mais…

EDUCAÇÃO PELO BRASIL

Governo detalha pagamento do Piso Salarial e propõe Adicional de Valorização da Educação Básica – Secretaria da Educação de Minas Gerais

Iniciando o processo de valorização da carreira do magistério, o governo também apresentou como proposta a criação do Adicional de Valorização da Educação Básica, que consiste em um aumento de 5% a cada cinco anos completos de efetivo exercício na carreira, contados a partir de janeiro de 2012.

Sind-UTE/MG realiza Assembleia Estadual e define Calendário de Luta  Sind-UTE– MG

Os trabalhadores em educação discutiram as propostas apresentadas pelo governo do Estado em relação ao Piso Salarial e Carreira e avaliaram que a proposta do governo não os atende 

Leia mais notícias…

AMÉRICA LATINA

Un ocultamiento que lesiona el derecho a la educación (Clarín, Argentina)

Los resultados del Operativo Nacional de Evaluación (ONE) publicados por el Diario Clarín despertaron un debate por los magros resultados obtenidos y, también, una serie de objeciones respecto a su implementación técnica. Lo que no podemos obviar es que la sociedad toma conocimiento de los mismos por un hallazgo periodístico de un medio de comunicación y no a través de un anuncio oficial. 

Leia mais notícias…

PESQUISA EDUCACIONAL

ALVES, L.; BATISTA. A. A. G.; RIBEIRO, V. M.; ÉRNICA, M. Seleção velada em escolas públicas: práticas, processos e princípios geradores. Educação e Pesquisa, v. 41, n.1 (2015) 

No quadro dos estudos a respeito das relações de interdependência competitiva entre escolas, este artigo apresenta os resultados de uma investigação de natureza exploratória cujos objetivos foram apreender processos e práticas utilizados por escolas comuns públicas – estaduais e municipais –, localizadas em regiões predominantemente periféricas e no contexto de um modo de regulação que inibe tanto a escolha de estabelecimentos de ensino pelas famílias como processos de seleção pelas escolas.

Leia a seguir uma  resenha desse artigo escrita por Natália Gil, editora desta Coluna 

A intensificação, nos últimos tempos, dos debates sobre a inclusão de portadores de necessidades educativas especiais e a circulação da afirmação de que o problema atual da educação no país é a baixa qualidade do ensino não nos deve impedir de ver que a exclusão social ainda é uma questão mal resolvida na escola brasileira. Continue lendo

PENSAR INDICA

Conheça o Projeto Território Brincar, um trabalho de escuta, intercâmbio de saberes, registro e difusão da cultura infantil.Criado pelos documentaristas Renata Meireles e David Reeks que, a partir de visitas á comunidades rurais, indígenas, quilombolas, grandes metrópoles, sertão e litoral, fizeram registros em filmes, fotos, textos e áudios com o objetivo de revelar o país através dos olhos das crianças.

INDICAÇÃO DO LEITOR

Walter Ude – Simpósio de Pós-Graduação do V Congresso Internacional de Pedagogia Social

Os trabalhos selecionados para apresentação no Simpósio de Pós-Graduação do V Congresso Internacional de Pedagogia Social serão classificados em três categorias: a. Comunicação oral; b. Poster; c. Oficinas.

Heber Pereira Neves – Convite: Road Show iTec – Belo Horizonte – 10 de abril 

O iTEC é uma iniciativa da Secretaria de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação – SETEC, do Ministério da Ciência Tecnologia e Inovação – MCTI, que visa ao desenvolvimento da inovação aberta com transferência de tecnologia entre as instituições de pesquisa e os setores empresariais,
com a geração de novos negócios.

Carlos Tretel – Encontram abertas as inscrições para o 7º Prêmio Educar para a Igualdade Racial e de Gênero. Inscrições e acesso aos materiais norteadores pelo http://www.ceert.org.br/premio_educar/

Participe do nosso boletim enviando sua indicação para o e-mail 

OPINIÃO DO LEITOR

Comentários pelo Facebook:

Vera Lima em 27/03/2015 (EDITORIAL – Edição 074 – 20/03/2015 – Da Escola Normal à Pós Graduação: 180 anos de formação de professores no Brasil)

Participei ontem à noite na FaE-UFMG de uma atividade do Projeto Pensar a Educação, Pensar o Brasil da Faculdade de Educação da UFMG. A abertura 9º seminário anual, que tem como tema “Das escolas Normais à Pós-Graduação: 180 anos de formação de professores no Brasil”. Lá estive acompanhando a a diretora de Formação do Sind-UTE/MG, Mônica Souza e a Neuzette também estava presente. Um momento de grande aprendizado.Abrindo a série de encontros mensais, a pesquisadora da Fundação Carlos Chagas, Bernadete Gatti, fez a conferencia “Configuração histórica, cenário atual e perspectivas para a formação de professores”. E muito ela disse a respeito… “Vamos formar professores, vamos dar dignidade ao professor”. Outra anotação interessante que fiz…”pensar a profissão de professor neste país é um grande desafio. Fala-se em educador, pesquisador… porque não dizer “professor”. Para finalizar ela disse: “se não tiver compartilhamento de saberes, de conhecimento, de atitudes, estaremos somente no discurso”. 

Aderbal Xisto em 28/03/2015 (EDUCAÇÃO EM DEBATE – Edição 075 – 27/03/2015 –A Pátria Educadora de Olavo Bilac/Wojciech Andrzej Kulesza)

Ótimo. Eu já estava amadurecendo uma ideia: Olavo Bilac e Cecilia Meireles na Educação brasileira. Já entendendo que a trajetória da segunda é inconfundível em relação ao “príncipe”

Celo M Cord em 30/03/2015 (EDUCAÇÃO EM DEBATE – Edição 075 – 27/03/2015 –Limpeza Total: ação formativa popular, história e educação vistas de baixo/Marcus Vinicius Corrêa Carvalho)

Obrigado pela divulgação e pela generosidade da análise!

Ana Paula Palamartchuk em 31/03/2015 (EDUCAÇÃO EM DEBATE – Edição 075 – 27/03/2015 – Limpeza Total: ação formativa popular, história e educação vistas de baixo/Marcus Vinicius Corrêa Carvalho)

Texto massa, Marcão!!!! Veja o texto do Álvaro… acho que eles conversam!!! 😉 Acho que vcs conversam… A gente conversa!! https://www.academia.edu/11721374/Mil_horas_para_quê_A_prática_como_componente_curricular_na_Licenciatura_em_História

Participe do nosso boletim enviando sua opinião ou comentário para o e-mail 

É permitida a reprodução dos textos exclusivos, desde que seja citada a fonte.

Projeto Pensar a Educação, Pensar o Brasil 1822/2022
Coordenação Geral – Luciano Mendes de Faria Filho e Tarcísio Mauro Vago

Pensar a Educação em Pauta
Coordenação Geral – Priscilla Bahiense e Luciano Mendes
Coordenação de Pesquisa e Diagramação: Sandra Ribas

Av. Antônio Carlos, 6627 – Belo Horizonte – MG – CEP: 31270-901
E-mail:  – Telefone: (31) 3409-5313

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *