Ano 2 – nº 043 / sexta-feira, 25 de abril de 2014

Fique atento às atrações do programa de rádio “Pensar a Educação, Pensar o Brasil” do dia 28 de abril de 2014

Todas as segundas-feiras, das 20h00 as 22h00, o programa Pensar a Educação Pensar o Brasil vai ao ar pela rádio UFMG Educativa 104,5 FM. O próximo programa, que vai ao ar no dia 28 de abril, será transmitido diretamente do Colégio Imaculada Conceição, situado na região Central de Belo Horizonte. Neste programa vamos contar com a participação da equipe de alunos e professores do projeto de Educação de Jovens e Adultos da escola. Além da agenda educativa, sorteio de livros e muito mais! Você pode ouvir pela internet acessando AQUI.

O desabafo do professor com a crise da Educação em MG – Portal VIOMUNDO

Como professor de Sociologia da rede estadual de Minas Gerais, não posso me calar diante dos métodos pouco pedagógicos e nada democráticos como a Educação tem sido tratada em meu estado nos últimos doze anos e cujos nefastos reflexos todos nós, educadores e educandos, temos sentido na pele.

Para conservadores, ideologia de gênero é marxista e não cabe no Plano de Educação – Jornal GGN

Após quase três anos tramitando no Congresso, a última redação do Plano Nacional de Educação (PNE) chegou para análise, na tarde desta terça (22), na comissão especial que discute o tema na Câmara dos Deputados.

Evolução das políticas públicas e o (não) debate acerca do PNE – Portal UOL

O Plano Nacional de Educação (PNE) está em discussão no Congresso Nacional, e já está muito atrasado. O último PNE foi válido até 2010, e no final do mandato de Lula, o Ministério da Educação (MEC) enviou o projeto para o novo PNE a ser discutido, o qual deve valer até 2020.

Pesquisa do Pisa comprova que meninas leem mais, e meninos são melhores em matemática – Jornal O Globo

De um lado, meninas com melhor desempenho em leitura. Do outro, meninos com performance superior em matemática. O quadro, que muita gente já observou, é comprovado em números numa recente publicação da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) com base em dados do Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa) 2012.

Entrevista: ‘10% do PIB para educação é garantir padrão mínimo’ – Jornal Estadão

O Plano Nacional de Educação (PNE) deve ser votado definitivamente nesta semana. É o que espera Daniel Cara, coordenador da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, principal articuladora da sociedade civil no Congresso.

Pesquisa compara currículos nacionais pelo mundo – Portal Porvir

A pesquisa Desenhos Curriculares em 16 países – Análises de Foco e Contexto de Implementação, coordenada por Maximiliano Moder, especialista em educação pela Universidade de Bristol, na Inglaterra, que estará disponível em breve, compara diferentes currículos nacionais com o intuito de embasar a discussão brasileira.

Bicho de sete cabeças – Revista Gestão Universitária

Depois de dois meses de tentativas, governo não explica divergência nos dados entre MEC e CGU sobre repasses da verba de educação nas cidades-sede da Copa; entenda os limites da transparência.

Lei de Cotas aumenta em 225% vagas para negros e indígenas – Jornal O Globo

A Lei de Cotas, instituída pelo governo federal nas universidades brasileiras em 2012, já reflete, em dois anos, uma realidade completamente nova no que diz respeito à inclusão social nas instituições de ensino superior.

A escola e o lar: como professores e pais estão formando nossas crianças – Portal UOL

Não há maneira melhor de avaliar a situação do país do que visitando escolas. E eu tenho o privilégio de, de vez em quando, transitar por várias delas: públicas, privadas, modestas, luxuosas… Na essência, o que muda de verdade é a relação das crianças com os professores e os pais.

E agora, professor? – Portal UOL

Estudiosos discutem o papel do professor e da escola diante da popularização de novas mídias, que facilitam o acesso à informação e colocam em xeque o antigo lugar do educador como um guardião do saber.

Para que Serve a Pesquisa em Educação? – Revista Gestão Universitária

Este artigo aborda o processo da pesquisa escolar compreendido como um novo paradigma no cenário da sala de aula. O uso e o acesso às ferramentas de pesquisa estimulam os usuários a ampliar suas informações, despertar o interesse e a criticidade reflexiva.

Professores podem se inscrever para elaborar e revisar questões para o Enade – Portal EBC

Os professores interessados em elaborar ou revisar questões para o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) 2014 podem se inscrever a partir de hoje (17) no portal do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). As inscrições vão até o dia 9 de maio.

Passo a passo: como criar um Fórum Municipal de Educação – Portal Undime

Além de organizar conferência de educação, o Fórum deve representar os mais diferentes segmentos da sociedade, ser o canal de comunicação entre a população e o poder público, coordenar a elaboração participativa do Plano de Educação e, após sua aprovação, ser o responsável pelo monitoramento de suas metas. Mas como constituir o Fórum de Educação de sua cidade?

A criança na cultura – Jornal O Povo

Aos poucos vamos conquistando melhorias no âmbito da cultura no Brasil, um país tão maravilhosamente rico, mas que ainda não tem uma estratégia cultural à altura da sua diversidade única. A novidade em curso é o esforço de pessoas dedicadas à causa da infância.

Enem pode ocorrer em novembro – Jornal Gazeta do Oeste

Os estudantes do ensino médio já começam a se preparar para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Este ano, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), a prova poderá ser aplicada nos dias 8 e 9 de novembro.

O ensino infantil agora é também obrigatório – Jornal Tribuna do Planalto

Em abril de 2013 foi sancionada a Lei nº 12.796, que alterou a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, de 1996. Entre as principais mudanças estão que pais ou responsáveis passam a ser obrigados, já neste ano, a matricular as crianças na escola mais cedo, com 4 anos de idade, e nela garantir sua permanência até os 17.

Concursados da Educação lançam manifesto por convocação – Jornal Gazeta de Alagoas

Certos de que a carência da rede estadual de ensino é superior a 1.400 professores, um grupo de educadores aprovados no concurso público realizado pela Secretaria de Estado da Educação (SEE), no final do ano passado, decidiu criar um movimento para pressionar o governador Teotonio Vilela Filho (PSDB) a nomeá-los.

Aprovado programa de financiameno às escolas – Portal Diário da Amazônia

O projeto de lei de autoria do Poder Executivo, que institui o Programa de Apoio Financeiro (Proafi) na Secretaria de Estado da Educação (Seduc), foi aprovado em sessão da Assembleia Legislativa.

Valesca Popozuda e os outros saberes que importam – Portal Porvir

Na semana em que professor usa letra de música funk em prova, Porvir discute a inclusão dos saberes dos alunos na sala de aula.

As implicações dos resultados do PISA para a Educação Superior – Blog Simon’s Site

A OCDE acaba de publicar os resultados de sua avaliação da proficiência dos alunos na resolução de problemas aos 15 anos , em 45 países e regiões, sem maiores surpresas. Os países com melhores resultados são os que também são melhores em outras avaliações em ciência, matemática e linguagem.

Lobby conservador retira igualdade de gênero do Plano Nacional de Educação – Portal Rede Brasil Atual

Deputados-pastores impõem derrota em comissão da Câmara à corrente que gostaria de enfatizar superação da homofobia e das desigualdades entre homens e mulheres. Votação será concluída nesta quarta.

Editorial – Educação e a formação específica – Jornal O Estado do Ceará

A educação brasileira é uma máquina de produzir dados negativos, para desalento de nosso povo. Desta vez, foi a ONG Todos pela Educação quem levantou a estarrecedora informação, baseada em dados do Censo Escolar 2013: apenas 32,8% dos professores que trabalham nas séries finais do ensino fundamental (5º ao 9º anos) têm licenciatura na área em que atuam.

52% dos docentes do ensino médio não têm formação na disciplina que lecionam – Portal IG

Apesar de as diretrizes curriculares do ensino médio preverem que cada disciplina deve ser ministrada por professores com licenciatura naquela área, mais da metade dos docentes dessa etapa não têm formação na matéria em que lecionam.

– RESENHA DA SEMANA –

Livro: Relações sociais e serviço social no Brasil: esboço de uma interpretação histórico-metodológica

Resenhista: Alice Cristhófaro

– PESQUISA EDUCACIONAL EM PAUTA –

História, memória e tradição na educação escolar indígena: o caso de uma escola Kaingang – Maria Aparecida Bergamaschi e Juliana Schneider Medeiros

A educação escolar indígena no Brasil foi imposta aos povos originários desde os primórdios da colonização, com o intuito de catequizá-los e civilizá-los. No entanto, coerentes com suas cosmologias, esses povos mantiveram um modo próprio de educação. Apesar dos prejuízos infligidos historicamente pela escola nas sociedades indígenas, estas aprenderam a com ela conviver e, em muitos casos, a demandam e a recriam. Observa-se hoje uma “indianização” das escolas nas aldeias, por meio de práticas que buscam na memória, na tradição, nos saberes ancestrais e no ensino de história a afirmação de suas identidades étnicas, fazendo dessa instituição e das práticas que nela desenvolvem possíveis aliadas de luta.

Projeto Pensar a Educação, Pensar o Brasil 1822/2022

www.pensaraeducacao.com.br

www.facebook.com/pensaraeducacaopensarobrasil

twitter.com/pensareducacao

EQUIPE:

Coordenação: Luciano Mendes

Conteúdo: Isabella Brandão

Produção: Luísa Marques

Site: Sandra Ribas

Divulgação: Hercules Santos e Marcella Franca

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *