Ano 2 – nº 042 / sexta-feira, 11 de abril de 2014

Fique atento às atrações do programa de rádio “Pensar a Educação, Pensar o Brasil” do dia 14 de abril de 2014

Todas as segundas-feiras, das 20h00 as 22h00, o programa Pensar a Educação Pensar o Brasil vai ao ar pela rádio UFMG Educativa 104,5 FM. O próximo programa, será transmitido na próxima segunda-feira, teremos a sessão Educação e Cinema com Eugenio Magno, além da agenda educativa, sorteio de livros e muito mais! Você pode ouvir pela internet acessando AQUI.

Ouça o programa “Pensar a Educação, Pensar o Brasil” da última segunda-feira, dia 07 de abril de 2014.

Tema: “I Encontro de Coordenadores de Projetos Financiados pelo Edital: Pesquisa na Educação Básica da FAPEMIG/CAPES – 13/2012”

Entrevistado: Luciano Mendes de Faria Filho.

Vai para a Câmara proposta de criação de residência pedagógica – Portal Undime

A Comissão de Educação e Cultura (CE) aprovou ontem projeto (PLS 284/2012) que cria a residência pedagógica para professores da educação básica, nos moldes da residência para a capacitação prática dos estudantes de medicina. Os estudantes deverão cumprir pelo menos 1,6 mil horas após a formação inicial e terão direito a bolsa de estudo.

País precisa de novo modelo para educação pública, dizem especialistas – Jornal da Ciência

A necessidade de se definir um novo modelo para educação pública no Brasil foi defendida nesta quarta-feira (9), no Senado, em audiência pública da Comissão Especial de Financiamento da Educação. Os especialistas do setor que participaram da discussão divergiram sobre como deveria ser esse novo modelo, mas concordaram que o sistema atual não oferece qualidade de ensino suficiente para que o país dê um salto de desenvolvimento.

MEC terá 10 mil escolas com programa inovador em 2014 – Portal Brasil

O ministro da Educação, Henrique Paim, disse, nesta quarta-feira (9), que o Ministério da Educação (MEC) tem a meta de chegar ao final de 2014 com 10 mil escolas que adotam o Programa Ensino Médio Inovador criado para apoiar e fortalecer propostas curriculares inovadoras nas escolas tornando o ensino mais dinâmico.

Artigo: A Universidade do Século 21 – Jornal O Estado de São Paulo

Para pró-reitora de Pesquisa da Unesp, o desafio de quem educa é instigar o pensamento crítico.

Capes manda 110 bolsistas do Ciência sem Fronteiras voltarem ao Brasil por nível baixo em inglês – Jornal O Globo

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), órgão do Ministério da Educação (MEC), está convocando pelo menos 110 bolsistas do Ciência sem Fronteiras (CsF) a voltarem ao Brasil sem realizarem estágio. São 84 estudantes fazendo intercâmbio em universidades no Canadá e 26 em instituições da Austrália, que não atingiram proficiência em inglês, desde que viajaram, há sete meses.

MPF fará diagnóstico para identificar problemas das escolas públicas do país – Portal R7 Notícias

O Ministério Público Federal (MPF) lançou essa semana, em parceria com o Ministério Público dos estados, o projeto Ministério Público pela Educação (MPEduc). Pelo projeto, o MP fará um diagnóstico dos centros de ensino e apresentará, por meio de recomendações, soluções para os problemas identificados. A intenção é que o projeto chegue às mais de 150 mil escolas públicas do País.

MEC discute marco mais exigente para cursos de especialização – Portal Terra

Abrir um curso de espelização ou MBA pode ficar mais difícil para as instituições de ensino, porque o Conselho Nacional de Educação (CNE) está preparando um marco regulatório para os cursos lato sensu. O objetivo é dar maior segurança para os estudantes e oferecer um mínimo de qualidade.

O que será de nossos meninos e meninas? Por Mônica El Bayeh – Revista Época

Na ‘Visita de Domingo’, Mônica denuncia a tragédia da educação no Brasil – nosso maior escândalo.

Uma geração perdida, incapaz de raciocinar.As lições que a nova provado Pisa nos deixa – Portal Porvir

A se levar em conta o noticiário dos últimos dias sobre o resultado dos alunos brasileiros na mais nova prova do Pisa, avaliação internacional que mede conhecimentos de alunos de 15 anos, a coisa, mais uma vez, não está boa. Com alguma pequena variação de palavras, as manchetes dos principais jornais foram: “Brasil é um dos últimos em teste de raciocínio do Pisa”.

Education Hackathon – Por uma nova educação – Centro de Referencia em Educação Integral

O nome pode parecer confuso, mas a intenção é muito interessante! Esse é um evento global organizado por muitas pessoas incríveis que têm uma paixão em comum, a educação.

Olimpíada de Matemática tem 18 milhões de estudantes inscritos – Revista Gestão Universitária

Ao todo, 18.187.971 estudantes se inscreveram para a 10ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep). Este ano, serão 46.698 escolas participantes, de 5.533 municípios. As inscrições terminaram no dia 21 de março e a prova da primeira fase está marcada para 27 de maio.

CARTA ABERTA DOS PROFESSORES DA UEMG – (Direção do sindicato SINDUEMG)

Durante anos a fio, nas duas décadas passadas, a Universidade do Estado de Minas Gerais – UEMG – não promoveu concursos para a efetivação de professores. Os concursos ali abertos, em todo esse tempo, foram concursos de provas e títulos com o fim precípuo de classificar professores para “efeito de designação”.

Governo estadual anuncia medidas para efetivados pela Lei 100 – Jornal O Tempo

Após o Supremo Tribunal Federal julgar a Lei Complementar nº 100/2007 como inconstitucional, o governo de Minas anuncia, nesta quinta-feira (10), as primeiras orientações para o cumprimento da decisão.

Educação, o novo alvo do fundamentalismo – Portal Outras Palavras

O Plano Nacional de Educação está no Congresso Nacional desde dezembro de 2010, quando o ainda presidente Lula o enviou para apreciação e processo de votação. Passados três anos e alguns meses e muita discussão, ele foi votado na Câmara e no Senado, onde sofreu alterações e voltou à Câmara que acatará ou não o que foi modificado.

Sessão para discutir Plano Nacional de Educação termina sem votação – Tribuna do Norte

A sessão do dia 8 da comissão especial para discussão do Plano Nacional de Educação (PNE) terminou sem votação na Câmara dos Deputados. Os debates foram encerrados e, amanhã (9), os parlamentares pretendem votar os destaques e o projeto. O relator do PNE, Angelo Vanhoni (PT-PR), adiantou que buscará uma redação que contemple a maior parte dos destaques e que revisará todas as estratégias que tratam do financiamento da educação.

Por que o sistema de educação da Finlândia é tão reverenciado – Diário do Centro do Mundo

Saiu há pouco tempo um levantamento sobre educação no mundo feito pela editora britânica que publica a revista Economist, a Pearson. É um comparativo no qual foram incluídos países com dados confiáveis suficientes para que se pudesse fazer o estudo. Você pode adivinhar em que lugar o Brasil ficou. Seria rebaixado, caso fosse um campeonato de futebol. Disputou a última colocação com o México e a Indonésia.

Artigo| Por que é chato ir à escola? – Jornal Zero Hora

No programa Fantástico do último domingo a série Educação.Doc mostrou como professores do Rio de Janeiro transformaram a sala de aula num lugar significativo e interessante. Os educadores foram desafiados a buscarem alternativas, em virtude do alto índice de abandono escolar, resultado da ausência de relações entre o conhecimento aprendido na sala de aula e o vivido pelo aluno em seu cotidiano.

Educação integral, mas só no tempo – Tribuna do Planalto

Ao se depararem com a pergunta: “Em sua opinião, a Educação Integral é necessária ou não para o futuro das novas gerações?”, 90% dos entrevistados de uma pesquisa da Fundação Itaú Social, realizada pelo Instituto Datafolha, responderam que “Sim, a educação integral é necessária”.

– RESENHA DA SEMANA –

Livro: História Social da Educação no Brasil (1926 – 1996)

Resenhista: Alice Cristhófaro

– PESQUISA EDUCACIONAL EM PAUTA –

Histórias em quadrinhos como recurso didático para o ensino do corpo humano em anos iniciais do Ensino Fundamental – Elisa Mári Kawamoto e Luciana Maria Lunardi Campos

Os recursos didáticos envolvem diversos elementos utilizados como suporte na organização do processo de ensino-aprendizagem. Dentre eles, estão as histórias em quadrinhos, envolvendo aspectos visuais, cognitivos e criativos, que fornecem uma forma alternativa de complementar as aulas teóricas. O objetivo deste estudo foi elaborar e avaliar uma história em quadrinhos intitulada “Corpo humano”, com enfoque nos sistemas circulatório, digestório, nervoso e respiratório, de modo a fornecer uma alternativa de recurso didático para o ensino do conteúdo em anos iniciais. O material foi avaliado junto a estudantes de um 5º ano do Ensino Fundamental de uma escola pública do interior do estado de São Paulo, por meio de utilização de questionários. O gibi se mostrou válido como recurso didático complementar para o aprendizado dos alunos, possibilitando a reflexão sobre a pertinência do desenvolvimento e da utilização das histórias em quadrinhos para o ensino de ciências nas séries iniciais.

Projeto Pensar a Educação, Pensar o Brasil 1822/2022

www.pensaraeducacao.com.br

www.facebook.com/pensaraeducacaopensarobrasil

twitter.com/pensareducacao

EQUIPE:

Coordenação: Luciano Mendes

Conteúdo: Isabella Brandão

Produção: Luísa Marques

Site: Sandra Ribas

Divulgação: Hercules Santos e Marcella Franca

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *