CEDOC

DOCUMENTO DA SEMANA – A educação da mulher no Brasil

 

Entre as Memórias do Cedoc apresenta o Documento da Semana e reforça o seu convite a que os leitores e leitoras escrevam inspirados nesses excertos de memórias aqui apresentados.

 

O documento da semana pertence ao fundo Departamento de Ciências Aplicadas à Educação (DECAE), setor que nasceu junto à Faculdade de Educação. O fundo documental do DECAE comporta documentos de mais de um século, abarcando ofícios, recortes de jornais, apostilas, projetos e trabalhos.

E o que nos diz o documento da semana? Diz que a questão da mulher, a situação da Amazônia e o analfabetismo, assuntos dos mais atuais, já estão há muito sob os holofotes da academia e, ao menos no que diz respeito ao presente documento, desde a década de 80 essa instituição já contava com mentes pensantes dispostas a debater e expor questões tão controversas. O texto é a justificativa para um projeto intitulado “A educação da mulher no Brasil” e nos permite refletir sobre o papel da pesquisa, extensão e das agências de fomento que amparam a produção de conhecimento, as mesmas que sofrem verdadeiro desmonte nos dias atuais.

Assim, destacamos a autoria que é da Profª. Eliane Marta Teixeira Lopes, então coordenadora do referido projeto, e da socióloga Silvana Maria Leal Cóser, então integrante do Núcleo de Assessoria à Pesquisa da FaE/UFMG. As autoras do projeto destacam os trabalhos das professoras Berta Gleizer Ribeiro, antropóloga que estudou largamente a cultura material dos povos indígenas, e Ana Maria Freire, pedagoga e sucessora do legado de Paulo Freire – seu esposo – a qual muito se  dedicou à temática do analfabetismo no Brasil. O documento da semana, em síntese, é um sinal do engajamento da Universidade nas pautas sociais do Brasil, mais ainda, ressalta a importância da relação entre a Pesquisa, o Ensino e a Extensão na atuação docente, na formação discente e nos diálogos entre a Universidade e a sociedade .


Imagem de destaque: CEDOC FaE/UFMG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *