Menu

Ano 7 – Nº 243 / quinta-feira, 28 de Junho de 2019

EDITORIAL

Ser professora/professor no Brasil, vida difícil!

Nas recentes manifestações de rua ocorridas no Brasil contra a reforma da previdência e a favor da escola pública e da democracia, era nítido que o grupo mais numeroso de manifestantes era aquele ligado diretamente à escola pública, ou seja, as(os) alunas(os)  e as(os) profissionais da educação.

Leia mais.

XIII SEMINÁRIO ANUAL – EDUCAÇÃO NO BRASIL: TRADIÇÕES DEMOCRÁTICAS

Os entraves para a democracia no Brasil
Conferência com o professor Miguel Arroyo na última quinta feira, 27, destacou as tradições autoritárias que afetam a construção de uma educação democrática no Brasil.

NAS ONDAS DA EDUCAÇÃO
O programa de rádio Pensar a Educação, Pensar o Brasil do dia 01 de julho, vai receber a professora Marília Paiva para discutir a respeito da literatura, leitura e a biblioteca no ambiente escolar. Segunda também tem a Agenda da Educação com os principais eventos da semana, a coluna Pensando Bem e a sessão especial Belimbeleza.

Todas as segundas-feiras, das 20h00 às 22h00, o programa Pensar a Educação, Pensar o Brasil vai ao ar pela Rádio UFMG Educativa 104,5 FM.

ENTREVISTA
Participação infantil no planejamento e gestão das cidades – Marilia Tuler
O programa de rádio Pensar a Educação, Pensar o Brasil do dia 24 de junho recebeu a pesquisadora que comentou sobre a sua dissertação de mestrado “Crianças na cidade – participação infantil no planejamento e gestão das cidades: novas espacialidades, autonomia, possibilidade”

EDUCAÇÃO EM DEBATE
Pacto entre poderes é ditadura – Dalvit Greiner de Paula – EXCLUSIVO
Precisamos reavivar a memória de nossos governantes e congressistas sobre a função de cada poder.

Notas a partir dos escombros dos três poderes no Brasil atual -Matheus da Cruz e Zica – EXCLUSIVO
O conflito de interesses entre o povo e seus representantes é evidência clara de que essa representação é falaciosa.

Fenômeno Atual: jornalistas censurados criarão um novo conceito de jornalismo independente, contra a tirania – Tiago Tristão Artero – EXCLUSIVO
A ignorância valoriza a violência e o pensamento castrado.

A dura realidade do professor brasileiro – Blog do Prof. Christian
O docente brasileiro é, majoritariamente, do sexo feminino (70%), tem em média 42 anos de idade e 16 anos de experiência em sala de aula. Observa-se, também, que 94% dos professores têm uma relação positiva com os estudantes.

A política privatista de Zema – Denise Romano
Na coluna desta semana, coordenadora-geral do Sind-UTE/MG critica a política privatista do governador Romeu Zema com as empresas públicas do Estado.

Estudos sobre Educação e democracia – Marcos Villela Pereira
Dentro das atividades abarcadas na Ação Educação Democrática, diversas instituições e professores escolheram discutir os mais diversos pontos que envolvem a educação e a democracia em sala de aula. É o caso da disciplina Educação e Democracia na PUC RS.

Leia mais.

EDUCAÇÃO E DIREITOS HUMANOS
A educação como Direito Humano de todos e todas – Luiz Carlos Castello Branco Rena – EXCLUSIVO
Quem, quando e onde estariam aqueles e aquelas que protagonizaram o milagre da comunicação pela produção da palavra ou a primeira situação em que alguém se percebeu aprendendo?

CARTAS A QUEM OUSA ENSINAR
A velha não dizia nada mas seu olhar pedia um prato de comida – Joaquim Ramos – EXCLUSIVO
Que cena triste, meu deus! E se fosse a mãe de uma daquelas pessoas que acabavam de levantar de suas mesas fartas?

ENTREMEMÓRIAS ESPECIAL
Jorge Nagle: um credo pedagógico no entusiasmo pela educação – Carlota Boto – EXCLUSIVO
Ele era um mestre na acepção da palavra! Ensinava por palavras, por olhares, por gestos e expressões… Sim, professor Jorge, nesta vida eu fui sua aluna.

CONVITE À LEITURA
José Renato Monteiro Lobato – Cleide Maria Maciel de Melo – EXCLUSIVO
A escolha pela modalidade da escrita autobiográfica, na aparência, deu à história da vida de Monteiro Lobato a intensa movimentação e inquietude que parece ter marcado sua existência.

LIVRE EXPRESSÃO
Carta de um aluno ao seu professor – Ivane Laurete Perotti – EXCLUSIVO
Se eu sou normal, e não tenho problemas em casa, porque eu estou com uma coisa me apertando por dentro? Eu não sei explicar.

PESQUISA EDUCACIONAL
Experiência existencial no pensamento freiriano – Leoni Maria Padilha Henning – Revista Educação e Amancipação (UFMA)
Pautada na educabilidade dos homens e das mulheres e no seu inacabamento, a teoria freiriana é esperançosa, amorosa em relação ao mundo.

CIÊNCIA E TECNOLOGIA
7º Fala Ciência!: comunicação da ciência em cenários de crise e cultura maker – Maria G. Lara – EXCLUSIVO
Palestrantes Rennan Mafra (UFV) e Polyana Inácio (UFMG) falaram sobre as crises da contemporaneidade e sobre a ascensão da cultura maker durante o evento na Fapemig.

Leia mais.

EDUCAÇÃO PELO BRASIL
O ministro da Educação pode ser alguém insensível ao choro de uma criança? – El País
Não são os grandes gestos os que fazem de uma pessoa um exemplo de admiração e respeito, mas sim os pequenos pormenores em nossa relação com o próximo

Leia mais.

​AMÉRICA LATINA
La Política Pública Educacional del Gobierno Piñera: carente de estabilidad y de legitimidad -Felipe Andres Zurita Garrido – EXCLUSIVO
La definición de la Política Pública Educacional es de amplio interés para la amplia comunidad educacional, como así también, para la sociedad en general.

Titular de Educación: “Los maestros aportan al país” – Diário Centro América  – Guatemala
Este día, en Guatemala se celebra el Día del Maestro. Por ello, autoridades del Ministerio de Educación (Mineduc) enviaron un saludo al magisterio guatemalteco.

Leia mais.

PENSAR INDICA
O projeto chamado Vídeo nas Aldeias tem como objetivo divulgar o cotidiano das tribos indígenas no Brasil. O projeto dedica-se, desde 1986, à formação de cineastas indígenas e à produção e difusão de seus filmes, apoiando suas lutas e contribuindo para a garantia de seus direitos culturais e territoriais. Essa coleção apresenta filmes que remontam às origens do projeto, desde as primeiras experiências com a câmera como ferramenta de luta política e revitalização cultural, passando pela troca de imagens entre as aldeias, culminando na formação de cineastas indígenas, num processo de criação colaborativa entre indígenas e não-indígenas nas comunidades.

INDICAÇÃO DO LEITOR
Olivia Neta – Temos o prazer de convidá-los para participar do V Colóquio Nacional e II Colóquio Internacional A Produção do Conhecimento em Educação Profissional. Regressão social e resistência da classe trabalhadora,  no período de 04 a 06 de setembro de 2019, em Natal/RN/ no auditório central do IFRN. O evento está sendo organizado pelo Programa de Pós-graduação em Educação Profissional do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (PPGEP/IFRN), mestrado e doutorado acadêmicos.

TIRINHA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *