Foto: Ligia Matini

Financiamento e articulação entre entidades é destaque em reunião do FCHSSA

A constante e progressiva redução de verbas destinadas à pesquisa é um dos principais assuntos discutidos nas conferências e reuniões realizadas por entidades e associações de pesquisa durante a 69ª Reunião Anual da SBPC, em Belo Horizonte. Isso não é diferente com as humanidades. Durante a reunião do Fórum de Ciência Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas realizada na UFMG na ultima terça-feira, dia 18, representantes das associações e sociedades que compõem o grupo lembraram que o financiamento de pesquisa já era baixo antes dos cortes e piorara no último ano.

O professor Carlos Henrique de Carvalho, da Universidade Federal de Uberlândia, destacou que este também é o momento de pensar as regras e meios de financiamento. O pesquisador lembrou que atualmente institutos inteiros estão com suas atividades em risco por não ter verba sequer para a manutenção de equipamentos e que boa parte do financiamento é direcionado aos pesquisadores, inviabilizando projetos maiores de parcerias. “O quadro da crise é tão grave que nós estamos nos apegando ao que sempre tivemos: financiamentos individuais. Precisamos mudar esta lógica. Podemos trabalhar de maneira mais articulada”, declarou o pesquisador.

Membros do Fórum CHSSA discutem demandas da área.

Membros do Fórum CHSSA discutem demandas da área. Foto: Ligia Matini

A articulação da pesquisa discutida pelo Fórum vai além das propostas de financiamento. Para os pesquisadores, é cada vez mais importante articular as associações ligadas às ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas para apresentar suas demandas às entidades de regulamentação e financiamento, como o MCTIC, o CNPq e a CAPES. Para tanto o encontro contou com a presença do coordenador de CHSA no MCTIC, Flavio Fonte-Boa, e da coordenadora da comissão do Fórum, Fernanda Sobral, que tiveram a chance de discutir o documento construído coletivamente para definir as linhas de ação para as CHSSA no plano de ação do MCITC2018/2022. O coordenador do Fórum, professor Luciano Mendes de Faria Filho, destacou que o grupo deseja uma “presença das CHSSA no CNPq, na CAPES e no MCTIC em diálogo e parceria com o Fórum”.

 

Por Yolanda Assunção

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *