Nota do Comando de Greve dos Docentes da UFMG eleito em Assembleia

ocupa-ufmg

A nossa luta contra a PEC 55 se deu em condições desiguais, pois temos um Congresso que voltou as costas à maioria da população brasileira; uma grande mídia totalitária a serviço dos interesses hegemônicos e surda às vozes contrárias à PEC e um governo comprometido com o grande capital.

Mesmo assim, conseguimos nos constituir como “educadores em luta” através da nossa mobilização, inicialmente, autoconvocada. Nos fizemos presentes na cena pública, junto com os movimentos de outras universidades, com a mídia alternativa, com os movimentos secundaristas, com os movimentos sociais. A UFMG se fez presente junto aos demais movimentos na defesa dos direitos sociais, por NENHUM DIREITO A MENOS.

Continue lendo aqui

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *