Eleições e Educação Política

 Vivemos no último dia 02 de outubro um momento importante de nossa vida política, as eleições de Prefeitos e Vereadores dos mais de 5500 municípios brasileiros. E a cara do Brasil que sai das urnas, na face dos eleitos e das eleitas, não é representativa daquilo que somos. São poucas as mulheres, negros e  LGBTs eleitos(as), por exemplo. E, em contrapartida, são muitos os homens, os brancos, os ricos e os que se assumem como heterossexuais. O poder econômico, a despeito da proibição de financiamento por empresas privadas, fez a diferença mais uma vez.

No entanto, a maior diferença a favor dos partidos que defendem uma pauta retrógrada e entreguista para o Brasil foi, sem dúvida, a educação política da população realizada pelas empresas de comunicação e, mesmo, pelas instituições públicas como a Polícia Federal e o Judiciário.

Continue lendo aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *