Seminário de 2010:

“A Qualidade da Escola Pública”

 

1ª Conferência  25/03/2010 “A Qualidade da Escola Pública em Questão”
Prof. Miguel Gonzáles Arroyo (UFMG)

 

2ª Conferência  29/04/2010 “A Qualidade da Escola Pública no Brasil: uma perspectiva histórica”
Profª. Cynthia Greive Veiga (UFMG)

A qualidade da escola pública não é um assunto recente no debate da educação. A professora Cynthia faz uma leitura histórica das discussões desde o Império e levanto como diversos pensadores observaram o assunto.

3ª Conferência  27/05/2010 “A Qualidade da Escola Pública Brasileira: a visão da Prova Brasil”
Prof. José Francisco Soares (UFMG)

Segundo a Constituição, o dever do Estado em relação à educação é organizar ou autorizar o funcionamento de instituições cuja finalidade é através do ensino desenvolver naqueles que as frequentam as competências esperadas. Por isto, quando se lida com a qualidade da Escola Pública precisamos buscar a qualidade da chamada educação escolar.

4ªConferência  24/06/2010 “A Qualidade da Escola Pública: a importância da gestão escolar”
Prof. Vitor Henrique Paro (USP)

No debate sobre a qualidade da Escola Pública, a gestão tem um papel importante. Muitas vezes os responsáveis por políticas públicas atribuem à incompetência do gestor a falta de qualidade da escola. Contudo está é uma forma de fugir da responsabilidade de condições necessárias para o funcionamento de qualidade da instituição.

5ª Conferência  26/08/2010 “A Qualidade da Escola Pública: a contribuição dos professores e de sua formação”
Profª. Luciola Licínio de Castro Santos(UFMG)

A educação no século XXI passou a ser avaliada por diversos mecanismos como a Prova Brasil, o Enem e o Saeb. Como conclusão observa-se o grande acesso da população ao sistema educacional e volta seus olhos para a qualidade do ensino observando os baixos resultados nestes exames. Neste cenário o professor é visto ora como vítima, que assume uma grande responsabilidade em troca de um baixo salário, ora como o herói que trabalha por amor, ora como vilão responsável pelo fracasso dos alunos. Mas afinal qual o real papel do professor? Qual a relação da classe com a qualidade da Escola Pública.

6ª Conferência  30/09/2010 “A Qualidade da Escola Pública: as condições de trabalho e a condição docente”
Profª. Alice Casemiro Lopes (URJ)

Muitas políticas educacionais, no Brasil e em outros países conecta o currículo com a qualidade da Escola.  Considerando a corrente que define o currículo como o conteúdo aprendido pelo aluno é importante determinas exatamente de que currículo estamos falando, qual o papel dele no cenário escolar e até onde ele pode ser relacionado à qualidade da Escola Pública.

7ªConferência  28/10/2010 “A Qualidade da Escola Pública: as condições de trabalho e a condição docente”
Profª. Inês Assunção de Castro Teixeira (UFMG)

O exercício de “pensar” ocupa lugar importante na construção de uma Escola Pública de qualidade. Observar o trabalho docente, e como ele se coloca na escola é fundamental para pensar a educação.

8ªConferência  25/11/2010 “A Qualidade da Escola Pública: qual a contribuição dos alunos?”
Prof. Juarez Tarcisio Dayrell (UFMG)

Um dos principais atores da educação é o estudante. Contudo, a voz destes sujeitos nem sempre é ouvida. A conferência que encerrou o seminário de 2010 lembra que qualquer debate em torno da educação e sua qualidade, ganha sentido quando encontra o sujeito que é a razão de ser da própria escola. O pesquisador debate qual a contribuição da escola publica de qualidade para a formação pessoal e social dos estudantes.