Sessão Especial BNCC

Entidades educacionais solicitam suspensão de votação da BNCC no CNE por falta de resposta a contribuições dadas em audiências – anped
Entidades educacionais (Anfope, Anpae, ANPEd, Cedes e Forumdir) encaminharam nesta segunda-feira (4) ofício ao presidente da Comissão Bicameral da BNCC no CNE, Cesar Callegari, solicitando resposta a contribuições dadas em audiências públicas da Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Foi uma semana dura para a BNCC – Blog do Freitas
Valeu. Para o leitor que eventualmente não acompanhou, resumo abaixo quatro contribuição ocorridas durante a última semana e divulgadas no Blog que detonaram uma série de argumentos usados pelos proponentes da atual Base Nacional Curricular Comum.

BNCC: o mito dos 12 milhões de participantes – Blog do Freitas
Artigo publicado pelo site do Jornal Nexo, escrito por Fernando Cássio, destrói o mito dos 12 milhões de participantes no processo de construção da BNCC, a partir da análise dos microdados obtidos pelo autor através da lei de acesso à informação.

EPSJV: A quem interessa a BNCC? – Blog do Freitas
Especialistas em educação apontam que a terceira versão do documento, que pode ser homologada ainda em 2017, aprofunda a sintonia entre a Base Nacional Comum Curricular e as formulações defendidas por fundações e institutos empresariais que prestam serviços para a educação pública.

Copocchi: efeitos colaterais da pressão já são visíveis – Blog do Freitas
Dissertação de Mestrado defendida na Faculdade de Educação da USP por Eduardo Rodrigues Capocchi orientada por Adriana Bauer: “Avaliações em larga escala e políticas de responsabilização na educação: evidências de implicações indesejadas no Brasil”, mostra, com métodos quantitativos, a relação entre Estados que fazem mais uso de políticas de responsabilização (políticas high-stakes) e a existência de “gaming”, ou seja, a exclusão não aleatória de alunos de baixa proficiência das avaliações e a incidência de “fraudes ingênuas”, em desacordo aos protocolos de aplicação das avaliações.

Avelar e Ball: quem é quem na produção da BNCC – Blog do Freitas
Interessante artigo mapeia as relações entre os vários atores que se envolveram e se envolvem na produção da Base Nacional Comum Curricular no Brasil.

Base Curricular inclui temas como gênero e sexualidade em área de ensino religioso – ESTADÃO

Entidades educacionais solicitam suspensão de votação da BNCC no CNE por falta de resposta a contribuições dadas em audiências – Jornal da Ciência
A carta aponta que “essas entidades representam segmentos importantes de educadores/as e de pesquisadores/as no campo da educação, que apresentam expectativas de verem consideradas as suas análises e propostas sobre a BNCC, salvaguardando o direito de opinar sobre as diretrizes da educação nacional e reivindicar o debate democrático como princípio de construção dos currículos escolares”.

Entidades pedem suspensão, mas Base Curricular pode ser votada quinta-feira – Agência Brasil
Em comunicado, o presidente do CNE, Eduardo Deschamps, disse que o conselho considera necessário “um pouco mais de tempo para finalizar o documento a ser deliberado pelo Conselho Pleno”.

Base Nacional Comum Curricular – BNCC. Num Brasil sem diálogo, escola vira arena para disputas – Carta Maior
Escola deve ser espaço livre para a manifestação da diversidade, sem qualquer tipo de repressão. Esse é o conceito que deve ser perseguido, segundo Ribeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *