Carlos Henrique Tretel – PLANOS DE VISTA– QUAL É O SEU, PRESIDENCIÁVEL(1)

Qual é o seu, presidenciável?

Carlos Henrique Tretel

Caríssimo(a) presidenciável,

Vendo se aproximar as eleições, volto a me preocupar com o que tem me levado nos últimos pleitos a anular o voto (até porque não quero que se repita): a ausência de Programas de Governo para a Educação (PGE) consistentes que nos cheguem às mãos em tempo oportuno (durante o horário eleitoral gratuito, antes, pois, muito antes do dia da eleição) para que comparemos, mas comparemos pra valer, os programas de todos(as) os(as) candidatos(as). É a única maneira, imagino, para que consigamos, um dia, impedir que os(as) senhores(as) continuem a nos prometer invariavelmente novos tempos, novos rumos, repetindo, no entanto, depois de eleitos(as), velhas práticas que nos levam, quase sempre, a piores rumos.  PGE são, se me permitem a franqueza, a única possibilidade que vejo para que parem de fingir querer mudanças para educação. Mudanças para melhor. Do plano de vista do povo, logicamente.

Causa-me até enjôo a lembrança dos debates presidenciais passados, quando, ao verem-se questionados acerca de seus planos para a educação, os(as)  candidatos(as) não nos remetiam aos programas por eles(as) entregues ao TSE, que, bem sabemos, era (e continua sendo) exigência legal para o registro de candidaturas. Por um motivo, convenhamos, bastante óbvio: durante os debates eleitorais, não podiam   nos remeter à leitura de seus programas porque, embora existentes e registrados no TSE, eram muito superficiais. Pobres mesmo.

A questão é: continuarão sendo superficiais? Pobres?

Para que assim não mais sejam, presidenciável, virei semanalmente à sua presença, se me permite, para lembrá-lo(a) de seu compromisso com o desenvolvimento de nossa democracia, que implica, acredito, seriedade neste exato momento por que passamos, de escrita de programas nos quais se insiram PGE Pra Valer, objeto de interesse particular desta coluna, a Planos de Vista. O prazo para registro dos programas de governo no TSE é, bem sabemos, em agosto próximo, e, se permite a admoestação, não deve o(a) senhor(a) deixar para escrevê-lo de última hora, pois tudo o que é feito em cima da hora,  desnecessário se lembrar, não sai a contento. Semanalmente, pois, virei a sua presença, a título de contribuição e de encorajamento, digamos assim, à sua candidatura, para compartilhar com o(a) senhor(a) a edição semanal do Pensar a Educação em Pauta e para lembrá-lo(a) de que continuamos no aguardo de seu PGE, a fim de que possamos dar início, quiçá continuidade, aos debates acerca do que diferencia o seu dos demais programas para a educação.

A Planos da Vista quer conhecer seu PGE. Saber como pretende, se eleito, implementá-lo. Mantendo ou revogando, por exemplo, a Emenda Constitucional 95? Mostre-nos, qualquer que seja a sua escolha, a estratégia com que pretende, mantida ou revogada a EC 95, cumprir a Lei 13.005/2014, que instituiu o Plano Nacional de Educação, o PNE, de todos nós. Que é o que nos interessa. Quem sabe tenha o(a) senhor(a), mesmo sendo eventualmente favorável à manutenção da EC 95, PGE inovador que faça cumprir o PNE com fonte de financiamento não pensada até o momento? Mostre e nos explique em pormenores o seu PGE. Até porque, a partir de 2019, poderá ser o PGE de todos nós.

Querendo colocar desde já em discussão eventual esboço de seu PGE, as páginas da Planos de Vista estão desde já à sua disposição. Querendo, pode enviar eventual esboço dele, ou o definitivo se/quando pronto, para a redação do jornal Pensar a Educação em Pauta, jornalpepb@gmail.com.

Para pensar a educação, pensar o Brasil.

Atenciosamente,

Carlos Henrique Tretel, colaborador da coluna Planos de Vista


* não se trata, logicamente, de uma lista de candidatos fechada, basta ver a desistência súbita de Joaquim Barbosa, muito menos completa, pois ainda não localizados alguns e-mails pessoais que, tão logo descobertos, serão adicionados à lista de destinatários.

** Caso queira receber semanalmente cópias do e-mail que será encaminhado aos(as) presidenciáveis, basta nos contatar também por meio do jornalpepb@gmail.com informando-nos, leitor, seu e-mail. Oportunidade talvez para que com eles(as) você também possa interagir.

Ajude a apupar os(as) candidatos(as) a escreverem PGE pra Valer!

A hora é agora!!

Ou só daqui a 4 anos!!!

This Post Has One Comment
  1. Acabo de enviar o convite aos(as) presidenciáveis, leitor. Reproduzo-o a seguir só para que você, conhecendo os e-mails deles(as), possa também apupá-los(as) a apresentarem Programas de Governo para a Educação consistentes. Semanalmente enviarei a eles(as) idêntico convite quando aproveitarei para com eles(as) compartilhar a edição da vez do Pensar a Educação em Pauta. Só copiarei por aqui, no entanto, as mensagens que porventura contiverem e-mails até então desconhecidos. Ainda desconheço o e-mail pessoal de inúmeros presidenciáveis. Espero, quiçá com a sua ajuda, descobri-los. Você conhece algum?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *