SONY DSC

O Albatroz Azul

Claudia Chaves Fonseca

 

Ao completar 50 anos de fundação, em 2015, a editora Nova Fronteira relançou vinte títulos considerados de leitura “imperdível” pela casa. Um deles é “O Albatroz Azul”, último romance publicado por João Ubaldo Ribeiro.

Neste romance, cuja primeira edição é de 2009, o escritor narra a história de Tertuliano Ribeiro, um ancião que recorda passagens de sua vida na Ilha de Itaparica, na Bahia. Prestes a ser avô de um menino, após o nascimento de várias netas, Tertuliano sente a proximidade da morte, passando então a divagar sobre o sentido da existência. A vida do personagem foi para lá de atribulada: filho de um coronel que tinha duas irmãs como amantes e na adolescência a avó, por interesse financeiro, o obrigou a renegar a própria mãe. A mágoa desse episódio de violência familiar o perseguiu a vida inteira, aflorando quando do nascimento próximo do neto.

Ao se lembrar dos anos de juventude, pela voz de Tertuliano o autor mostra aspectos da sociedade brasileira, como o coronelismo e o machismo. O leitor vai conhecendo, também, o folclore da Ilha de Itaparica, com seus “causos” e lendas, além dos hábitos e costumes dos habitantes do lugar. São 150 páginas de leitura deliciosa, que termina com a revelação do significado do título da obra.

 

Sobre o autor

João Ubaldo Ribeiro, falecido em 2014, nasceu em 1941 na Ilha de Itaparica, na Bahia. Criado em Sergipe, formou-se em Ciência Política e foi professor universitário, mas preferiu trabalhar com o jornalismo e com as letras. Lançou várias obras, entre romances e ensaios, entre eles “O Sargento Getúlio” e “Viva o Povo Brasileiro”. Seus romances foram adaptados para a televisão e para o cinema.

Ribeiro também foi membro da Academia Brasileira de Letras desde 1993 e assíduo colaborador em jornais e revistas de grande circulação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *