Nova edição do Pensar a Educação em Revista no ar

Evelyn de Almeida Orlando

Alexandra Lima da Silva

Neste número, o Pensar a Educação em Revista traz uma revisão bibliográfica sobre o tema “Música e Educação” como um desafio de mapear os estudos e pesquisas crescentes em torno da educação musical e seus desdobramentos na Educação Básica. Elaborado por Pablo de Vargas Guimarães, doutor em educação pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e professor no curso de Pedagogia do Instituto do Noroeste Fluminense de Educação Superior da Universidade Federal Fluminense (UFF), o texto aborda importantes questões referentes à implantação do ensino da música nas escolas, em diálogo com autores fortemente atuantes no cenário da educação musical.  O autor indica a Lei nº 11.769/08 como um divisor de águas no que se refere à especificação da música como conteúdo obrigatório na cena educacional brasileira. Tal movimento desdobrou-se em outra lei. “A lei da música” foi substituída pela lei de número 13.278, com uma especificação maior no âmbito das linguagens do ensino de artes, artes visuais, dança e teatro. Além do mapeamento de textos essenciais para pensar a relação educação e música, o artigo traz importantes indagações: qual seria o sentido de se reivindicar um ensino obrigatório da música na educação básica? Haveria lugar para uma educação musical que se desprenda de uma lógica quantitativa e utilitarista? Quem forma e como deve ser formado o professor de música? O que se pretende quando se pensa na escolarização da música? Música na escola é o mesmo que aula de música? Para que música na escola? Para além do mapeamento bibliográfico, o texto é instigante, sofisticado e traz reflexões e debates entre as diferentes perspectivas neste campo de investigação, evidenciando a complexidade em torno da temática.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *