Educação pelo Brasil, edição 206

Crianças e adultos celebram o Dia da Ciência na Praça da Liberdade – UFMG Notícias
Organizada pela UFMG, programação também marcou os 70 anos de fundação da SBPC

Matemática agrava abismo entre escolas públicas e privadas no Enem – Folha de São Paulo
Rede estadual tem desempenho pior em todas as áreas; em exatas, distância é maior

No Brasil, Malala defende que a educação é o melhor investimento – EBC
A ativista disse que o empoderamento das meninas vem da educação.

Escola sem Partido vai para votação na Câmara nesta quarta – Carta Educação
Proposta prevê que a escolarização se guie somente pela vontade e concepções morais de indivíduos e famílias. Movimentos organizam carta contra a proposta

Malala vai patrocinar três brasileiras que lutam pela educação de meninas – G1
Depois de proferir uma palestra em São Paulo nesta segunda-feira (9), Malala anuncia, nesta terça (10), que as primeiras ativistas do Brasil a integrar a Rede Gulmakai são da Bahia, de Pernambuco e de São Paulo.

A educadora que foi a primeira cartógrafa mulher dos Estados Unidos – Nexo
Precursora de uma educação intelectualmente estimulante para meninas no país, Emma Willard foi a primeira de seu gênero a criar mapas

Projeto leva pensamento computacional e robótica para escolas públicas de São Paulo – Porvir
Qualcomm, Grupo +Unidos e Secretaria Estadual de Educação anunciam parceria que irá incluir atividades de letramento digital no currículo de dez escolas da rede.

Conheça graduações na área de Humanas – Estado de Minas
Letras e Pedagogia são opções para quem se interessa por essa área

Sobre cérebros e computadores – Revista Educação
Senso comum tende a comparar o funcionamento cerebral com o de softwares e hardwares — mas a neurociência desmente esses mitos. Leia mais na coluna de Fernando Louzada

Escolas de Porto Alegre são proibidas de receber jornalistas sem autorização da prefeitura – Gaucha ZH
Orientação está em ofício assinado pelo secretário municipal de Educação, Adriano Naves de Brito

Os representantes das instituições pediram mais recursos para manter o funcionamento regular e a continuidade dos trabalhos.

Casos de professores perseguidos ao trabalhar a história e cultura afro-brasileira revelam a fragilidade das redes em sistematizar as práticas

Projeto que simula cidade em miniatura ajuda alunos de 12 anos a aprender a viver em sociedade, ter conduta ética numa economia de consumo e ver como é a vida adulta. Mais uma inovação da Finlândia em educação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *