Educação em debate, edição 223

Estudando o barroco mineiro nas paisagens de Ouro Preto – Vagner Luciano de Andrade – EXCLUSIVO
Guias e educadores transpõem os cenários da cidade em busca de sinais a serem evidenciados e explicitados. Estes brincam de esconde-esconde entre ladeiras, becos de servidão, igrejas, capelas, cemitérios, museus com turistas encantados e deslumbrados.

A resistência nossa de cada dia! – Renata Duarte Simões – EXCLUSIVO
Pensar e falar de democracia parece algo muito abstrato diante de um cenário de medo, em que constantemente somos ameaçados pelos discursos de ódio e preconceito proferidos pelo recém-presidente eleito e seus seguidores.

Escola Sem Partido – Pensando Bem – Feliciana Saldanha e Luiz Fernando
Na coluna desta semana Feliciana Saldanha (diretora estadual e coordenadora do departamento de Formação Política, Pedagógica e Sindical do Sind-UTE/MG) e Luiz Fernando (diretor estadual e coordenador da Subsede do Sind-UTE em Betim) rechaçam o projeto da Escola Sem Partido.

TPE, Mozart e as lutas pós-eleitorais – Avaliação Educacional
Isso tudo não tem nada a ver com fake news. É a luta interna no governo, onde as várias tendências que apoiaram Bolsonaro se apresentam para exigir seus espaços.

Autor de livro contra PT, futuro ministro já criticou “educação de gênero” – UOL
Formado em filosofia e teologia, Rodríguez hoje é professor associado aposentado da UFJF (Universidade Federal de Juiz de Fora). Seu nome foi anunciado para o MEC (Ministério da Educação) pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL)

UM ROTEIRO PARA O MEC – Prof. Dr. Ricardo Vélez Rodríguez (via blog Reflexão)
Ainda como indicação, o futuro Ministro da Educação fala de sua intenção de tornar realidade, no terreno do MEC, a proposta de governo externada pelo candidato Jair Bolsonaro, de “Mais Brasil, menos Brasília”.

Baixe e leia livros do ministro da Educação de Bolsonaro – Poder 360
Ricardo Vélez Rodríguez é filósofo. Diz-se indicado por Olavo de Carvalho. É autor de 30 livros, diz Bolsonaro

Ministro da Educação quer remanejar Orçamento para liberar recursos – Agência Brasil
O ministro da Educação, Rossieli Soares, quer remanejar o Orçamento para conseguir a liberação de R$ 1 bilhão para despesas de fim de ano, como a compra de ônibus escolares.

Em dia de novos nomes, Educação se torna maior batalha de Bolsonaro na transição – Jornal de Caruaru
O nome de Mozart Neves, para educação, apareceu na imprensa como confirmado, por diferentes fontes, mas despertou imediata reação nas bases de Bolsonaro.

MEC põe evangélicos em pé de guerra – Canal Meio
“Para nós, o novo governo pode errar em qualquer ministério”, disse à Folha o deputado Sóstenes Cavalcanti, “menos no da Educação, que é uma questão ideológica para nós

Universidades apoiam criação de fundo patrimonial, mas criticam trechos da MP 851 – Câmara Notícias
A Medida Provisória 851/18 pretende estimular doações privadas para projetos de interesse público nas áreas de educação, ciência, tecnologia, pesquisa e inovação, cultura, saúde, meio ambiente, assistência social e desporto.

Especialistas dizem a Onyx que novo governo não pode perseguir professores – Repórter Diário
Especialistas em educação participaram de um encontro com o futuro ministro da Casa Civil Onyx Lorenzoni para apresentar um panorama da educação brasileira.

“Nota técnica” de membros do Ministério Público é do criador do Escola sem Partido – Professores Contra o Escola Sem Partido
O que chama a atenção é que essa nota não foi feita por procuradores e promotores do MP, mas por Miguel Nagib, que de fato é procurador, mas é também o criador e presidente do movimento Escola sem Partido.

O desafio gigantesco da educação – Estadão
Sem recursos não se chega a bons resultados, porém não são os gastos que determinam o sucesso de uma politica, mas a sua eficácia, ou seja, os resultados alcançados.

Livre mercado educacional: quem apoia? – Avaliação Educacional
É verdade que parte da iniciativa privada educacional tem criticado o Escola sem Partido. Mas criticar este projeto e aceitar vouchers e escolas charters é rotunda falta de visão.

Por que é preciso falar de gênero nas escolas – Nexo
Evidências mostram que, com educação e discussão, é possível mudar valores e normas ineficientes e injustos

Por que cobrar mensalidades nas faculdades públicas? – Gazeta do Povo
As instituições públicas de ensino superior são custeadas pelos repasses do governo, que, por sua vez, financia o ensino destinado a “todos” com o dinheiro dos impostos pagos por todos nós.

Por que escolas democráticas e comprometidas com a formação de pessoas com pensamento crítico e autonomia moral e intelectual não podem aceitar as propostas do Escola Sem Partido? – Estadão
Escolas que visam que seus alunos construam autonomia, pensamento crítico e  capacidade de criar  não são lugar de repetição de cartilhas prontas

MPF apura assédio moral a professores em 22 estados – O Globo
Procuradores notificaram ao menos vinte instituições públicas de ensino básico e superior para que tomem providências.

”Onda conservadora é regresso civilizacional” – Carta Maior
Para o presidente da Academia Brasileira de Letras, recentes ataques à liberdade de expressão na arte e na literatura de ”sopro de barbárie”

Escola sem Partido – Dois Pontos
O prof. da Faculdade de Educação da UFMG, Marcus Taborda e a promotora de justiça atuante na Coordenadoria Estadual de Defesa da Educação do Ministério Público de Minas Gerais, Daniela Yokoyama  debatem o tema.

Observatório do PNE lança novo site de acompanhamento da Educação Brasileira – Observatório do PNE
A nova versão do site já conta com dados de 2017 – os mais recentes – para todas as metas que são monitoradas com informações do Censo Escolar, realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

 ‘Podemos inovar na prova’, diz presidente do Inep sobre o Enem – O Globo
Maria Inês Fini diz que ainda não há arquitetura pronta para reformular avaliação, mas fala sobre possibilidade de questões discursivas em fase específica

Fugindo do xis da questão – Folha
Escola sem Partido deixa de lado o que importa

Estados poderão decidir se darão aulas a distância no ensino médio – Agência Brasil
Mudanças no Enem devem ficar para as aplicações de 2021

Entenda a importância do Dia da Consciência Negra – Revista Educação
O feriado é para o cidadão brasileiro refletir o quanto negros e negras sofreram no período escravocrata e também para lembrar dos guerreiros e guerreiras que surgiram diante de tamanhas opressões.

Bancada evangélica joga duro por Ministério da Educação – Pragmatismo Político
Líder da bancada evangélica afirma que a frente parlamentar não aceitará, em hipótese alguma, a indicação do professor Mozart Neves Ramos – cogitado por Bolsonaro para o Ministério da Educação

Estudantes marxistas, os novos inimigos do Governo chinês – El País
Pequim repreende aliança entre trabalhadores e universitários ideologicamente ultraortodoxos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *