Menu

Ano 1 – nº 025 / sexta-feira, 25 de outubro de 2013

  Fique atento às atrações do programa de rádio “Pensar a Educação Pensar o Brasil” do dia 28 de outubro de 2013


Todas as segundas-feiras, das 20h00 as 22h00, o programa Pensar a Educação Pensar o Brasil vai ao ar pela rádio UFMG Educativa 104,5 FM. No próximo dia 28 de outubro, exibiremos no programa uma entrevista com a fundadora do Projeto “Memória de Elefante”, Adriana Barbosa. Além disso, teremos agenda educativa, sorteio de livros, sessão Educação e Literature e muito mais! Você pode ouvir pela internet acessando AQUI.


VII Seminário Educação Trabalho e Renda – 2º Semestre 

Nosso próximo encontro será em 31 de outubro. Nosso convidado na sétima conferência do seminário anual “Educação, Trabalho e Renda” é o especialista em Economia Política da Educação e professor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Gaudêncio Frigotto. Ele tem formação em Filosofia e Pedagogia pela Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul, mestrado em Administração de Sistemas Educacionais pela Fundação Getúlio Vargas do Rio de Janeiro e doutorado em Educação: História, Política, Sociedade pela PUC São Paulo. Para conferir a participação deste professor da UERJ no seminário Pensar a Educação, Pensar o Brasil, compareça a partir das 19h no Auditório da Faculdade de Educação da UFMG, no Campus Pampulha, Avenida Antonio Carlos, 6627. A entrada é gratuita. Mais informações pelo telefone 3409-5313 ou pelo site www.fae.ufmg.br/pensareducacao 


Em 22 de outubro de 2013, o Brasil amanheceu debatendo se o leilão do campo de Libra, realizado no dia anterior no Rio de Janeiro, foi vantajoso ou não ao país. Com apenas um consórcio participante e vencido pelo lance mínimo, o leilão levará dinheiro novo para educação e saúde, mas em volume muito menor do que deveria e do que é necessário.
Com leilão de Libra, educação e saúde deixaram de ganhar bilhões – Portal UOL


Em 15 anos Enem passa de 157 mil para mais de 7 milhões de inscritos – Tribuna da Bahia

Criado em 1998 o Enem chega aos 15 anos consolidado como uma das portas de acesso ao ensino superior. De 1998 a 2013, o Exame Nacional do Ensino Médio, que surgiu como uma avaliação dos estudantes, foi ganhando mais adeptos e importância para aqueles que tentam uma vaga em uma universidade pública ou privada.


PUC Minas anuncia gratuidade para futuros professores – Jornal Estado de Minas

No fim de semana, mais de 7 milhões de estudantes irão fazer o maior vestibular do país, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), e concorrer a uma vaga no ensino superior.

 
 

Atraso na aprovação do PNE prejudica o país – Jornal da Ciência

 

O atraso de três anos na aprovação do projeto de lei que institui o Plano Nacional de Educação (PNE), inicialmente previsto para vigorar de 2011 a 2020, preocupa cientistas e especialistas em educação.

 
 

Por trás da neutralidade dos números – Revista Escola Publica

 

Professora da  Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto, Manuela Terrâseca esteve no Brasil em agosto para participar do Seminário internacional de avaliação da aprendizagem, realizado na Universidade de São Paulo

 
 

Candidato que trabalha tem pior rendimento na pontuação do Enem – Jornal O Globo

 

Os candidatos ao Enem que trabalham ou já trabalharam têm pior rendimento na redação. Analisando dados do exame de 2011, os mais recentes disponíveis, O GLOBO percebeu que 50% dos participantes informaram exercer ou já ter exercido atividade remunerada.

 
 

Um pouco de impaciência com os filhos faz bem – Diário Catarinense

 

Que mãe ou pai já não esteve prestes a perder a cabeça quando, em situações desagradáveis, como um engarrafamento ou numa sala de espera, seu filho passa a ter reações de raiva e irritação. Em situações de estresse, a criança tende a desencadear seus sentimentos de raiva mais facilmente. O adulto, por tentar ser sempre paciente, pode, alguma hora, explodir.

 
 

Trabalho aprova criação de órgão para avaliar ensino superior –  fonte: jornal da ciência

 

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público aprovou, na quarta-feira (16), o Projeto de Lei 4372/12, do Executivo, que cria uma autarquia específica para avaliar e supervisionar a educação superior no Brasil.

 
 

Resultados do Enem refletem desigualdades comuns no país – Jornal O Globo

 

Criado para democratizar o acesso ao ensino superior no país, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) não conseguiu se esquivar das desigualdades do Brasil. Uma análise do banco de dados do Ministério da Educação (MEC), realizada pelo GLOBO, mostra que a prova vem refletindo as conhecidas diferenças socioeconômicas do país.

 
 

A educação e seus cabeças de planilha – Revista Carta Capital

 

Na segunda-feira passada, o programa Brasilianas.org da TV Brasil foi sobre educação. Participaram o professor da Unicamp Reginaldo Moraes, o vereador do PSDB de São Paulo Floriano Pesaro – que ocupou uma das secretarias do MEC (Ministério da Educação) na gestão Paulo Renato de Souza – e o secretário de Educação Básica do MEC Romeu Caputo.

 
 

Brasil agora é membro do conselho diretor do Pisa – Revista Veja

 

O Ministério da Educação (MEC) anunciou nesta segunda-feira a adesão do Brasil ao Conselho Diretor do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa). O programa produz indicadores internacionais de avaliação de qualidade educacional, alcançado com base em levantamentos realizados em 70 países.

Royalties para os profissionais da educação – Jornal O Estado do Ceará

 

Começamos nesta semana a apostar em uma medida que vai mudar substancialmente a educação do País. No último dia 15 de outubro, Dia do Professor, iniciamos uma campanha para darmos um salto de qualidade no ensino público: “Royalties do Petróleo para os Profissionais da Educação”.

 
 

MEC libera consulta de indicadores de qualidade para universidades – Portal O Globo

 

A partir desta quarta-feira (23), as instituições de ensino superior que fizeram o Enade poderão consultar as notas no Conceito Preliminar de Curso (CPC) e o Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC). A portaria foi publicada no ‘Diário Oficial da União’ desta quarta.

 
 

Para Luiz de Freitas, especialista em avaliação da Unicamp, exame também causa um estreitamento no currículo – Portal IG

 

Há 15 anos, nascia o Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem, com um objetivo específico: avaliar o aluno do ensino médio brasileiro. A partir dos resultados encontrados, a proposta era que fossem desenhados novos parâmetros de aprendizado e introduzidas novas políticas públicas com vistas a fazer da escola um local que causasse mais interesse no adolescente.

 

 

Ouvir os alunos permite criar ambiente que favorece ensino – Fonte: Ministério da Educação

 

“O que vamos fazer hoje?” Assim a professora Flaviana Lopes Moreira começa a aula com as crianças de 6 e 7 anos de idade que fazem o primeiro ano do ensino fundamental na Escola Municipal Madalena Mendes Nessralla, em Formosa, Goiás. A resposta das crianças é buscar os jogos com figuras, letras e números que estão no armário da sala. Mas a correria maior é na hora de sentar no Cantinho da Leitura, na parte da frente da sala de aula, junto à mesa da professora.

 
 

As cotas e o Enem: 56% dos inscritos em 2013 são negros ou indígenas – Portal Terra

 

As provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que serão aplicadas neste sábado e domingo para 7,1 milhões de pessoas, mostram que aumentou o perfil de estudantes que podem ser beneficiados pela Lei de Cotas.

 
 

 ‘As escolas deveriam ser oficinas de conhecimento’ – Portal Porvir

 

A escola precisa mudar. E a grande mudança que deve ser feita é a da própria concepção de aprendizagem que ela difunde no dia a dia de suas práticas. A afirmação é do professor de psicologia da educação na UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul), Fernando Becker.

 
 

Como valorizar a carreira de professor no Brasil? – Portal BBC Brasil

 

Pesquisa divulgada no início do mês pela fundação educacional Varkey Gems colocou o Brasil em penúltimo lugar entre 21 países em um ranking de valorização de professores, com base na remuneração de docentes, respeito por parte dos alunos em sala de aula e o interesse pela profissão.

 
 

Especialistas discutem os desafios do professor de Educação Integral – Centro de Referencia de Educação Integral

 

Na Grécia Antiga, era na praça pública (ágora) que mestres como Sócrates e Platão se encontravam com seus discípulos para discutir política, cultura e ética.  Alguns séculos depois, o papel exercido pela praça foi transferido para a instituição escolar, que, desde então, é vista como a principal fonte de saber e conhecimento.  No século XXI, o desafio é mostrar que tanto a praça quanto todo o restante da cidade podem ser espaços educativos e todas as pessoas que constroem tanto o espaço escolar como o da comunidade são responsáveis pela educação de crianças e adolescentes.

 
 

Mal-estar docente – Revista Escola Publica

 

Na sala de aula, o professor tenta vencer o barulho dos alunos e a indisciplina enquanto explica o conteúdo de sua matéria. Em seu corpo, cordas vocais estressadas pela vibração em alta frequência por horas.

 
 

Projeto visa beneficiar mais de 157 mil crianças no Estado – Fonte: Diário do Nordeste

 

Toda criança merece estudar em um ambiente limpo e com as devidas condições de higiene. No entanto, mais de 450 mil crianças da educação básica do Nordeste não têm acesso a banheiro e água nas escolas, de acordo com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

Projeto Pensar a Educação, Pensar o Brasil 1822/2022

www.pensaraeducacao.com.br

www.facebook.com/pensaraeducacaopensarobrasil

twitter.com/pensareducacao

EQUIPE:

Coordenação: Luciano Mendes

Conteúdo e Produção: Isabella Brandão

Editoração: Sandra Ribas

Divulgação: Hercules Santos e Marcella Franca

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *