Vforum

PEEP – Canais de comunicação para a divulgação científica é tema do V Fórum de Cultura Científica

Foi realizado no último dia 7 de junho o V Fórum de Cultura Científica da UFMG, promovido pela Diretoria de Divulgação Científica (DDC) e pela Pró-reitoria de Extensão (Proex) da instituição. O evento marcou o lançamento do Fórum Jovem de Cultura Científica e ainda promoveu uma discussão sobre a comunicação pública da Ciência. 

O Fórum Jovem de Cultura Científica é fruto dos fóruns anteriores e reúne um grupo predominantemente de estudantes em torno do tema. O Fórum pretende dar mais destaque ao trabalho de estudantes na divulgação científica.  

A mesa de debate com o tema “Mídias Sociais na UFMG e a Divulgação Científica”, contou com a presença de Jean Gomes de Oliveira, aluno de química da UFMG e administrador do blog Saber Atualizado; Vinicius Marangon, aluno de física da UFMG e um dos proprietários do Canal Cura Quântica no You Tube; e Tarcísio Mauro Vago, professor do Departamento de Educação Física da UFMG e coordenador do projeto Pensar a Educação, Pensar o Brasil.  

Jean contou que decidiu criar o blog para divulgar conteúdo científico de qualidade após perceber a quantidade de informações erradas oferecidas pela internet. Já Vinicius optou pelo canal no YouTube porque queria disseminar sua paixão e despertar o interesse nas pessoas sobre as mais variadas áreas da ciência. Na atuação dos seus canais de divulgação, Jean e Vinicius perceberam a dificuldade em se fazer divulgação científica, especialmente devido a grande quantidade de notícias falsas compartilhadas na web e viram nas redes sociais o caminho para atingir mais gente. Na sequência, o professor Tarcísio apresentou o conjunto de ações sobre educação pública que compõem o projeto, que hoje totalizam 13 entre redes sociais, publicações virtuais e impressas.  

A discussão, que agregou comentários e perguntas dos demais participantes do Fórum, levantou questões acerca da “desinformação”. A ideia de que a ciência produzida pela academia precisa ser levada para as pessoas foi debatida e muitos pesquisadores presentes lembraram o lugar do diálogo entre diversos saberes na produção científica. Também foi levantada a questão da “má-informação”, questão cultural e está presente em todos os níveis sociais e intelectuais. Segundo os debatedores, divulgar informações e adequar o conhecimento científico à cultura é uma forma de diminuir a quantidade de propagadores de má-informações e ampliar o acesso da população a materiais de qualidade que por vezes ficam restritos ao ambiente acadêmico.  

O Fórum Jovem de Cultura Científica surgiu em 2015 e tem como objetivo ser um espaço de discussão deliberativa entre estudantes, professores, pesquisadores e servidores tecnico administrativos sobre assuntos relacionados à ciência, vida acadêmica e sociedade. A proposta é promover um debate horizontal, sem hierarquias e que, ao final de cada reunião, encaminhe propostas de ações para os projetos existentes na Universidade. O tema da próxima edição do fórum será “Formação Transversal: da teoria à prática” que deve acontecer durante a  69ª Reunião Anual da SBPC, em julho.

Thacyane Martinelli

Pensar a Educação em Pauta

Fonte: Pensar a Educação em Pauta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *