A PEC 241 e o presente/futuro da educação brasileira

Nesses dias em que vivemos o período mais sombrios de nossa história recente, em que a Constituição da República é rasgada e a democracia violentada, os defensores dos interesses da minoria da população seguem seu curso de agressão ao direitos da maioria da população, de destruição das políticas públicas e de destruição do Estado brasileiro. E, mais do que isso, criam as condições para que num futuro próximo haja um retrocesso brutal nas conquistas sociais, nomeadamente no campo da educação.

Sob o argumento de que não falta verba para a educação e a saúde e, sim, o que falta é eficiência nos gastos, a tramitação da PEC 241, que resultará numa drástica diminuição dos gastos públicos nessas áreas, segue seu curso. O argumento da ineficiência dos gastos vem sendo articulado e difundido há vários anos por pesquisadores e intelectuais engajados em vários partidos e organizações que, hoje, apoiam o golpe e o governo Temer.

Continue lendo aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *