Escola Sem Partido em Belo Horizonte

No dia 14 de outubro, a Câmara Municipal de Belo Horizonte aprovou em primeiro turno o projeto de lei 274 de 2017. Defendido e proposto por membros do Movimento Escola sem partido, o projeto divide opiniões e recebe criticas de muitos especialistas em educação. Em Belo Horizonte, a votação que aprovou o projeto na câmara foi realizada às portas fechadas, depois de dias de obstrução de pauta realizadas pela oposição e manifestações intensas de professores, estudantes e gestores nas galerias do plenário. Para entender a luta contra este projeto e seus efeitos para as escolas da cidade recebemos no programa de rádio do dia 25 de novembro Evangely Rodrigues, membro da diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Rede Publica Municipal de Belo Horizonte.