Educação no Brasil, tradições democráticas

XIII Seminário Anual do Pensar a Educação, Pensar o Brasil recebe o professor Carlos Roberto Jamil Cury para refletir sobre como a educação figurou nas diversas constituições brasileiras

No dia 04 de abril o Projeto Pensar a Educação, Pensar o Brasil inicia o seu XIII Seminário Anual com o tema “Educação no Brasil, tradições democráticas“. Para iniciar as atividades do ano convidamos o professor Emérito da UFMG Carlos Roberto Jamil Cury que discute “A educação nas Constituições outorgadas: diferenças e semelhanças com tendências atuais”. O professor abordará a educação nas Constituições e leis infraconstitucionais nas quais o direito à educação sofre limitações de varias ordens como inclusão limitada, ausência de financiamento vinculado e censura.

Neste ano, a proposta do Seminário Anual é divulgar as pesquisas e experiências que a  universidade tem produzido ao longo das últimas décadas em busca do fortalecimento democrático. Queremos dar visibilidade às experiências, projetos, ações e concepções que fazem parte do cotidiano do debate na educação e que ajudam a solidificar práticas voltadas para a diminuição das desigualdades sociais e para enfrentar os desafio da alfabetização, do letramento, do acesso e da permanência na escola básica e na universidade, dentre outros.

O professor Carlos Roberto Jamil Cury tem vasta experiência no campo de políticas públicas e direito à educação. Já foi membro do Conselho Estadual de Educação de Minas Gerais e do Conselho Nacional de Educação (CNE) na Câmara de Educação Básica (CEB) da qual foi seu presidente por duas vezes. Foi Presidente da CAPES e onde também atuou como  membro do CTC da Educação Básica. Foi membro da Comissão de Educação da SBPC e membro atual do seu Conselho Nacional . Foi também membro da Câmara de Ciências Humanas da FAPEMIG. É professor Emérito da Faculdade de Educação da UFMG e professor adjunto da PUC-Minas.

A conferência “A educação nas Constituições outorgadas: diferenças e semelhanças com tendências atuaisdo dia 04 de abril será às 19h no Auditório Neidson Rodrigues, na Faculdade de Educação da UFMG. O debate terá transmissão ao vivo pelo canal do Projeto Pensar a Educação Pensar o Brasil no YouTube.